Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vettel quebra sequência de Lewis Hamilton

20 de Setembro, 2015

Vettel anotou 1min43s885 e impediu que Hamilton igualasse oito poles consecutivas de Ayrton Senna

Fotografia: AFP

A expectativa de que a hegemonia da Mercedes,  principalmente de Lewis Hamilton, fosse quebrada em Singapura, foi confirmada.

Pelo menos, no treino de classificação. Ontem, Sebastian Vettel cravou a pole para o GP, que acontece hoje e colocou a Ferrari na primeira posição da grelha de partida, pela primeira vez, na temporada.

Vettel anotou o tempo de 1min43s885, impediu que Hamilton igualasse a marca de oito poles consecutivas de Ayrton Senna. O britânico, aliás, tentava a 12ª pole em 13 provas na temporada, mas decepcionou e sai somente na terceira fila, em quinto, depois de cravar 1min45s300.

A Ferrari foi a grande vitoriosa de ontem. Além da pole de Vettel, viu Kimi Raikkonen também em bom dia. O finlandês foi o terceiro mais rápido da actividade, ao anotar 1min44s667.

A Intercalar com a equipa italiana, dois carros da Red Bull, Daniel Ricciardo foi o segundo, com a marca de 1min44s428, enquanto Daniil Kvyat foi o quarto, com 1min44s745.

As duas Mercedes também vão sair coladas. Logo atrás de Hamilton, Nico Rosberg vai largar na sexta posição. Na sétima posição está a Williams de Valtteri Bottas, seguida de perto pela Toro Rosso de Max Verstappen, que completa as quatro primeiras fileiras.

O treino não foi dos melhores para os brasileiros, Felipe Massa ficou atrás de seu companheiro Bottas e vai largar na nona colocação, depois de marcar 1min46s077 na actividade de sábado.

Já Felipe Nasr caiu ainda no Q1 e sai apenas em 16º, pois anotou 1min46s965.

Nasr só parou no Q1 porque Jenson Button conseguiu melhorar o tempo na última tentativa na pista, avançou ao Q2 e eliminou o brasileiro. Quem também ficou muito aquém foi o estreante Alexander Rossi. O norte-americano da Marussia esteve mal neste primeiro teste e terminou em último.

A McLaren, que luta para regressar aos seus melhores dias, esteve bem ontem e conseguiu classificar os seus dois pilotos para o Q2, mas parou por aí. Fernando Alonso cravou o 12º tempo, enquanto Button esteve pior e vai  sair na 15ª posição.

Tabela da grelha de partida: 1) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min43s885s, 2) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - 1min44s428, 3) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1min44s667, 4) Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) - 1min44s745, 5) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) - 1min45s300, 6) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1min45s415, 7) Pastor Maldonado (VEN/Lotus) - 1min45s676, 8) Valtteri Bottas (FIN/Williams) - 1min45s798, 9) Felipe Massa (BRA/Williams)- 1min46s077, 10) Romain Grosjean (FRA/Lotus) - 1min46s413, 11) Nico Hülkenberg (ALE/Force India) - 1min46s305, 12) Fernando Alonso (ESP/McLaren) - 1min46s328, 13) Sergio Pérez (MEX/Force India) - 1min46s385, 14) Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - 1min46s894, 15) Jenson Button (GBR/McLaren) - 1min47s019, 16) Felipe Nasr (BRA/Sauber) - 1min46s965, 17) Marcus Ericsson (SUE/Sauber) - 1min47s088,18) Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) - 1min47s323, 19) Will Stevens (GBR/Marussia) - 1min51s021, 20) Alexander Rossi (EUA/Marussia) - 1min51s523.