Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vice-governadora felicita equipas

S?rgio V. Dias e Jo?o Constantino, no Cuito - 24 de Janeiro, 2017

Deolinda Gonçalves defende incentivo à prática do voleibol pelos jovens

Fotografia: Jornal dos Desportos

A vice-governadora do Bié para a Esfera Económica, Deolinda Belvinda Gonçalves felicitou as equipas que participaram nos campeonatos nacionais de juniores e juvenis de voleibol de sala, realizados no Cuito, capital do Bié. Deolinda Gonçalves, que representou o governador Álvaro Manuel de Boavida Neto na cerimónia de encerramento da competição, afirmou que independentemente que quem levou o troféu, “todas as equipas foram vencedoras”.

“Foi um grande desafio para o Governo da Província acolher estes campeonatos no Cuito. Os atletas vieram com muita vontade de jogar e conhecer a nossa província. As equipas, aos atletas, aos árbitros e todos quanto colaboraram para o êxito deste evento o nosso muito obrigado”, disse. A vice-governadora do Bié disse, ainda, que a sociedade deve incentivar a juventude a praticar o voleibol na província, visto ser um desporto salutar, bonito e que arrasta multidões. A governante fez ainda entregue do troféu ao primeiro classificado da prova em júnior masculinos e femininos.

O director técnico da prova, José Monteiro afirmou que a prova teve um nível bastante aceitável, pois as equipas tudo fizeram para dignificar o voleibol nacional. “Deveria ter sido muito melhor se as equipas não tivessem as atletas a jogaram em dupla categoria. Foi desgastante para elas e isso retirou um pouco da qualidade da prova, além do facto de a competição decorrer sem interregno. Apesar disso, foi aceitável aquilo que podemos ver”, disse.
SÉRGIO V. DIAS E JOÃO CONSTANTINO, NO CUITO

Responsável
valoriza nível
da competição

As equipas que competiram na edição de 2017 dos campeonatos nacionais de juvenis e juniores de voleibol de sala, em ambos sexos, que terminaram domingo último, no Cuito, “foram melhorando a sua prestação de jogo para jogo”. A constatação é do director técnico da competição, José Monteiro, que considerou positivo do nível evidenciado pelos atletas na fase regular da prova.

José Monteiro frisou, por outro lado, que as equipas evoluíram muito durante a primeira fase. “São equipas muito jovens e que careciam, ainda, de muito treino”, disse. De acordo com o responsável técnico dos “nacionais” de voleibol de sala que o Cuito, capital do Bié, albergou de 16 de Janeiro até domingo último, dia 22, apesar das  dificuldades, as várias equipas demonstram um nível de evolução aceitável em campo.

“Houve espírito de entrega total, o que deixou bem claro o nível excepcionalmente bom destes campeonatos”, argumentou José Monteiro. O diretor técnico da edição de 2017 dos “nacionais” jovens de voleibol frisou, ainda, que além de evidenciar boa postura em campo, os atletas do certame revelaram também disciplina e fair-play, um factor importante em provas do género.

José Monteiro reconheceu, também, o facto de estes campeonatos nacionais terem sido disputados com um número reduzido de equipas, o que retirou alguma competitividade, pois esperava-se por uma participação mais significativa. Sexta-feira, dia 20, a organização da prova assegurou um passeio turístico para as equipas, de forma da levar as atletas a conhecerem alguns pontos turísticos do município do Cuito, capital da martirizada província do Bié.

O presidente da Federação Angolana de Voleibol (FAV), Valentim Domingos, presente no Cuito, lembrou que desde o início da prova o Governo do Bié mostrou ser bom anfitrião, pois colocou a disposição das delegações as condições necessárias.

DEVER DE CIDADANIA
Realce ainda em termos da organização da prova para o facto de as atletas de voleibol do Sporting do Bié, que completam 18 anos em 2017, terem cumprido com seu dever de cidadania, ao fazerem o seu registo eleitoral.
SV.JC, NO CUITO