Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Victoria Azarenka desafia Cibulkova

25 de Janeiro, 2015

Victoria Azarenka desafia Cibulkova

Fotografia: AFP

Com uma série duríssima desde a estreia contra Sloane Stephens e a segunda ronda diante de Caroline Wozniacki, Vika agora desafia a eslovaca Dominika Cibulkova, finalista no ano passado. O histórico é favorável à bielorrussa, que lidera por 7 a 2.

Azarenka evitou três oportunidades de quebra para abrir vantagem no início do confronto com Strycova. O placar permaneceu favorável até ao empate no sexto game. A ex-líder voltou a quebrar no nono game e evitou duas oportunidades de novo empate da rival antes de fechar o set. A vitória parcial foi obtida com apenas um winner.

Um set foi o suficiente para que Strycova saísse completamente do jogo e passasse a cometer erros seguidos e a reclamar muitas marcações. Azarenka aproveitou a deixa e abriu duas quebras de vantagem.

Quando tudo caminhava para uma vitória tranquila da ex-líder, Strycova foi buscar o empate e o jogo tomou contornos dramáticos. As duas jogadoras passaram a trocar quebras entre si, até que Azarenka conseguiu confirmar o game final e fez a dança da vitória. Ao todo foram dez quebras de saque, seis para Azarenka e quatro para Strycova. As duas jogadoras ainda compartilharam 21 break points entre si. Azarenka terminou a partida com 62 pontos, quatro a mais que a sua adversária. Strycova teve números um pouco maiores nos winners, 17 a 12, e erros não-forçados, 33 a 30.


ENTRE OS GRANDES
Novak Djokovic
vence Verdasco


O sérvio Novak Djokovic carimbou ontem o passe para os oitavos de final do Open da Austrália. O número 1 do mundo derrotou o espanhol Fernando Verdasco, que complicou no primeiro set, mas não manteve o ritmo até ao fim e perdeu por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (10-8), 6/3 e 6/4, após 2h21 de jogo.

Esta foi a sétima vitória de Djokovic sobre Verdasco em 11 partidas. Na próxima ronda, o sérvio mede forças com o luxemburguês Gilles Muller, que superou o norte-americano John Isner em sets directos: 7/6 (7-4), 7/6 (8-6) e 6/4, em 2h13 de partida. É a primeira vez que o sérvio e o luxemburguês se enfrentam.

Aos 31 anos de idade, Muller atravessa boa fase desportiva e ocupa a melhor classificação da carreira no ranking da ATP: 42º lugar. O luxemburguês disputou os quartos em Chennai e as meias-finais em Sidney. No embate com Isner, anotou 24 aces contra 30 do norte-americano.

O duelo do sérvio com Verdasco começou complicado para Djokovic. Verdasco continua sem vencer o número 1 do mundo, em dez partidas.


LUTO
Tenista russa
morre jovem


Violetta Degtiareva, apontada na Rússia como a nova Anna Kournikova pela sua beleza, morreu dia 12 enquanto treinava no seu país natal, aos 23 anos. O motivo da morte ainda não foi esclarecido. A tenista foi vítima de um ataque cardíaco enquanto treinava, segundo a agência Central European News.

A informação chegou ao público através da tenista e amiga da atleta, Anastasia Vdovenco, nas redes sociais.

O site russo Don News informou que a jogadora não realizou nenhum treino este ano. No mesmo dia, Vdovenco escreveu no seu perfil: “Queridos jornalistas, não tenho informações sobre a causa da morte de Violetta Degtyareva. Peço aos representantes dos media que não escrevam informações falsas usando o meu nome. Ainda não posso acreditar na morte de Violet. Envio as minhas sinceras condolências à sua família”, escreveu.

Degtiareva, natural da cidade de Rostov, ficou conhecida muito mais pela sua beleza física do que pelo talento como jogadora. O ponto mais alto da sua carreira foi os quartos de final de um torneio de segundo escalão da Federação Internacional de Ténis na Turquia.

Na sua carreira, competiu em 20 torneios da Federação Internacional de Ténis no ano de 2014, nas chaves de simples e duplas. Em simples, teve 12 vitórias e 25 derrotas. Em duplas, foram 20 triunfos e 26 derrotas.