Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vistos travam entrada das selecções

Álvaro Alexandre - 11 de Março, 2015

Várias selecções podem desistir da participação no campeonato do mundo na cidade do Lobito no final do mês

Fotografia: AFP

As selecções estrangeiras experimentam dificuldades na obtenção de vistos de entrada no país, para a participação no Campeonato Mundial de Pesca Desportiva ao Corrico de Alto Mar, a decorrer de 28 de Março a 4 de Abril do ano em curso, na cidade portuária do Lobito, província de Benguela.A manifestação de aflição e de descontentamento à mistura, veio do capitão da Selecção principal da Itália, Mirko Eusebi.

“Fizemos todas as movimentações administrativas para obter os vistos de entrada para Angola, junto da representação angolana acreditada no nosso país, mas não conseguimos êxitos”, manifestou.O pescador Mirko Eusebi mostrou-se preocupado com a situação embaraçosa e recorreu a  pessoas amigas para ver acelerado o processo de vistos. “Estamos preocupados com o problema que não conseguimos solucionar. Pedimos ao capitão da selecção angolana, Rogério Matos, para intervir junto das autoridades do Estado de Angola, no sentido de facilitar o processo de aquisição de vistos”, frisou.

Os italianos não são os únicos que se deparam com o atraso na recepção de vistos de entrada em Angola. O Jornal dos Desportos fez um levantamento e constatou que também estão na mesma condição os representantes da Alemanha, Croácia, Espanha, México e Suíça.A situação inquieta o capitão da Selecção Nacional, Rogério Matos. O campeão mundial apela às entidades competentes do Ministério da Juventude e Desportos para intervirem junto de outras instituições ligadas ao Estado angolano, no intuito de facilitar o processo de entrada dos atletas que vêm competir no campeonato do mundo de pesca desportiva, na cidade do Lobito.

“É um caso preocupante, praticamente todos os convidados estão a viver o mesmo problema. Apelo à quem de direito para intervir urgentemente, para não comprometer o êxito do Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva ao Corrico de Alto Mar”, solidarizou-se.O Campeonato mundial vai ser disputado pelas selecções da África do Sul (1), Alemanha (1), Angola (2), Brasil (2), Croácia (1), Espanha (1), México (2) e Suíça (1).  O Senegal e o Egipto, outros países africanos que tinham manifestado a pretensão, não confirmaram a participação.O México foi indicado pela Federação Internacional da modalidade (FIPS-M) para albergar no próximo ano a 25ª edição do Campeonato do Mundo.