Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Voleibol de Praia anima Festas da Senhora do Monte

Gaudncio Hamelay | no Lubango - 18 de Agosto, 2018

Explicou que o recinto da tourada, local onde vai decorrer os jogos, beneficiou de interveno para a melhoria da sua imagem, sobretudo no concernente a pintura das paredes

Fotografia: Eduardo Pedro | Edies Novembro

As duplas das províncias da Huíla, Namíbe, Benguela e Luanda, em ambos os sexos, disputam hoje,sábado, e amanhã, domingo, no recinto de jogos da tourada da Nossa Senhora do Monte, no Lubango, o troféu do Circuito Nacional de Voleibol de Praia. 
As caravanas participantes desta competição, que já faz parte do calendário oficial de provas da Federação Angolana de Voleibol liderada por Valentim Domingos, chegaram ontem a província da Huíla.
A organização do certame, definiu que, desta vez, cada província compete com duas duplas em masculinos e igual número em femininos, no sentido de poder proporcionar o mínimo possível de condições a todos os atletas, que marcarem presença na prova.
O secretário-geral da Associação Provincial de Voleibol da Huíla (APVH), António Quilala, disse que um conjunto de condições para o êxito da competição, enquadrada na 32ª edição das Festas de Nossa Senhora do Monte, padroeira da cidade que decorrem até dia 2 de Setembro, estão a ser criadas.
 “A associação provincial de voleibol da Huíla, como é de costume, em todos os anos no mês de Agosto, vai realizar, mais uma vez, uma das etapas do circuito nacional de voleibol de praia. Esse torneio já faz parte do calendário oficial de provas da federação angolana de voleibol. Por isso, estamos na recta final dos preparativos, para que nos dias 18 e 19 do corrente mês, no recinto da tourada, aconteça então esta competição”, asseverou.
António Quilala confirmou que todas as províncias vão participar com duas duplas em ambos os sexos e sustentou que, a organização, preferiu distribuir o número de duplas assim, mas por causa das circunstâncias, de modos a possibilitar presentear o mínimo de condições possíveis as caravanas participantes do torneio.
O dirigente associativo mencionou que as condições de alojamento, alimentação, asseguramento policial, assistência médica e medicamentosa, através do Instituto Nacional de Emergências Médicas (INEMA), estão acauteladas.
“Estamos também já a fazer o acondicionamento do recinto de jogos, assim como outros aspectos técnicos e administrativos inerentes a competição. Mas o que posso garantir é que nós temos garantido dois lugares, para cada uma das províncias participantes”, anunciou.
 Sublinhou que os critérios de selecção das duplas, para participar neste torneio nacional do circuito de voleibol de praia, dependeram das modalidades que cada uma das províncias utilizou.
Nesta perspectivou, exemplificou António Quilala, a Huíla realizou, domingo passado, uma competição de qualificação das suas duplas. “Significa dizer que as duplas que se qualificarem são as que vão participar no torneio, a partir do dia 18. Não que seja uma inovação, porém, a questão prende-se que quando existem um número elevado de duplas com relação ao quadro de competição, claro que não podem pertencer todas”, disse.
António Quilala acrescentou que é devido a essa limitação de duplas por cada província, que devem jogar os melhores atletas. “E a partir dai nós fazermos essa qualificação e as melhores duplas masculinas e femininas é que jogam neste circuito”, realçou.
 Explicou que o recinto da tourada, local onde vai decorrer os jogos, beneficiou de intervenção para a melhoria da sua imagem, sobretudo no concernente a pintura das paredes, balneários e outros compartimentos existentes e a colocação de mais uma camada de areia, nas duas quadras de jogos.