Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Wiggins campeo do Mundo de contra-relgio em Espanha

26 de Setembro, 2014

O britânico Bradley Wiggins sagrou-se na passada quarta-feira campeão do Mundo de contra-relógio em Ponteferrada, Espanha, superando em 26 segundos o alemão Tony Martin, que teve de se contentar com a medalha de prata.

O português Nélson Oliveira esteve durante muito tempo sentado na poltrona de líder, com o tempo de 57.47.15 minutos, mas terminou a prova no sétimo lugar.

Portugal ficou muito perto de conseguir colocar dois corredores no top dez com Tiago Machado a concluir a prova no 11.º posto (58.17,89) a oito segundos do décimo classificado, o espanhol Jonathan Castroviejo.

COMPENSADO

O português Nélson Oliveira, sétimo no contra-relógio de elite do Campeonato do Mundo de ciclismo em Pontererrada, Espanha, diz que o esforço foi compensado.

"Este resultado significa muito para mim. Dei muito para chegar aqui nesta forma e o resultado foi compensado. O objectivo era ficar entre os dez primeiros e isso foi alcançado. Estou orgulhoso", disse em declarações à RTP.

Questionado sobre os objectivos para a prova em linha, no domingo, Nélson Oliveira explicou: "O objectivo é olhar para o nosso líder Rui Costa para que faça o melhor e possa, não digo vencer, mas estar de novo no pódio."

Nélson Oliveira esteve por muito sentado na poltrona com o melhor tempo no contra-relógio, ao lado de Tiago Machado, com o segundo.

"É uma sensação de dever cumprido. Podia ter feito melhor mas o ciclismo é assim. Eu e o Nélson tivemos um bom desempenho, aproximámo-nos dos melhores e isso deixa-nos satisfeitos. Ficar entre os dez primeiros? Sabia que ia ser complicado. Agora é trabalhar para fazer melhor no próximo ano", concluiu Tiago Machado.