Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Williams com melhor arranque da época

30 de Junho, 2015

Ano passado a Williams terminou em terceiro lugar atrás da Mercedes e da Red Bull

Fotografia: AFP

A Williams não esconde a decepção de ter perdido terreno, para a Ferrari nesta temporada, depois de ter iniciado o ano com a expectativa de ser a principal desafiante da Mercedes em 2015. A  equipa de Felipe Massa e Valtteri Bottas está longe de ter o que reclama: nas oito primeiras etapas disputadas até aqui, a equipa tem o melhor desempenho dos últimos 11 anos.

Após oito etapas, a Williams é a terceira colocada no mundial, com 129 pontos. Para encontrarmos um resultado tão positivo, temos de voltar à temporada 2003. Na época, a dupla era formada por Juan Pablo Montoya, que chegou a vencer o GP de Mónaco naquela oportunidade e Ralf Schumacher.

Juntos,  conquistaram quatro pódios até à oitava etapa, disputada no Canadá, totalizaram o equivalente a 156 pontos no sistema actual. No final do ano, a Williams foi  segunda colocada no mundial, a 14 pontos da campeã Ferrari – o equivalente, na pontuação actual, a cerca de 35 pontos de diferença.

Com a Mercedes fora de alcance, a chefe da equipa, Claire Williams, admite que a pedra no sapato em 2015 é a equipa italiana.
“No momento estamos em um terceiro lugar isolado – e confortável – mas mostramos que podemos diminuir a diferença e não há motivo algum para acreditar que o terceiro posto é o máximo. Então, por que não acreditar que no final da temporada vamos rivalizar com a Ferrari pelo vice?”

Actualmente, a Ferrari tem 192 pontos. A quarta colocada, a Red Bull, soma apenas 55.
A  luta pelas primeiras posições, não foi comum, nos últimos 11 anos para a Williams. Após 2003, a equipa ainda somou bons pontos nos dois anos seguintes (91 em 2004 e 114 em 2003, a levar em consideração o sistema actual e após oito etapas), mas caiu de produção nas demais temporadas. O pior momento da equipa aconteceu, há apenas dois anos, quando chegou à nona etapa sem pontuar no mundial, como lembra a dirigente.

“Não podemos esquecer, que ainda que estejamos em terceiro e tenhamos a esperança de melhorar, há dois anos estávamos em nono lugar. Fizemos uma grande transição de nono para terceiro em uma temporada e consolidar isso não é algo ruim, então não podemos ficar desapontados”.

Ano passado, a Williams terminou a temporada com 320 pontos, em terceiro lugar – atrás da Mercedes e  daRed Bull. Até à oitava etapa, na ocasião, Massa e Bottas tinham somado 85 pontos.A nona etapa da Fórmula 1 acontece este final de semana, na Inglaterra.