Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Williams demite Coughlan

17 de Julho, 2013

Williams Renault ainda não pontuou no mundial de construtores da presente temporada e o seu director técnico foi sacrificado ao ser demitido do cargo

Fotografia: AFP

O péssimo desempenho em 2013 levou a Williams-Renault a tomar medidas drásticas para o resto da temporada e ontem a equipa inglesa anunciou a demissão do director-técnico Mike Coughlan, considerado responsável pela falta de resultados. Após nove provas disputadas, a Williams-Renault ainda não pontuou e é apenas a sétima classificada no Mundial de Construtores.

Com Mike Coughlan afastado, para o seu lugar a equipa anunciou a contratação de Pat Symonds, que exercia as funções de consultor da Marussia-Cosworth desde 2011, e assumirá o cargo no dia 19 de Agosto.

“Eu estou muito animado pelo facto de Pat juntar-se à equipa. A capacidade técnica e o sucesso na modalidade falam por si mesmos. Tenho a certeza que esse conhecimento e o seu espírito de liderança vão contribuir, consideravelmente, para o sucesso que todos nós na Williams trabalhamos com afinco  para alcançar”, disse Frank Williams, dono da equipa.

Pat Symonds, de 60 anos, iniciou a carreira na Fórmula 1 na Toleman, no início dos anos 80. Continuou na equipa quando esta foi comprada pela Benetton e participou na conquista do bi-campeonato de Michael Schumacher como engenheiro de pista. Em 2001, foi promovido a director de Engenharia da equipa, cargo que continuou a ocupar após a venda para a Renault, no ano seguinte.

Em 2009, foi considerado um dos culpados pela manipulação dos resultados do Grande Prémio da Singapura, quando Nelson Piquet Jr bateu, propositalmente, para manipular os resultados da prova. Punido com cinco anos de exclusão, ganhou o recurso que lhe permitiu regressar à F1 em 2011, como consultor da Marussia Cosworth.
“A Williams é uma equipa de sucesso, que tem uma engenharia de excelência, por isso sinto-me honrado em ter sido convidado a fazer parte dela”, referiu.


FÓRMULA 1
Britânica vai testar
na equipa Williams


A piloto britânica Susie Wolff vai participar nos três dias de testes da Williams-Renault, confirmou a equipa de Fórmula 1.

“É uma oportunidade fantástica para mim e cabe-me preparar da melhor forma possível. Será um grande desafio, mas o mais importante é fazer um trabalho sólido e consistente, dando boas informações à equipa e sendo capaz de provar que tenho nível para competir”, celebrou a piloto de 30 anos, reserva da equipa britânica.
Susie Wolff tem no simulador a base do seu trabalho e, por isso, os dias de testes serão tão importantes.

“Vai dar-me uma melhor compreensão de como é o carro e como é que ele se correlaciona com o simulador. Isso também me vai ajudar no futuro trabalho de desenvolvimento que eu posso realizar lá”, explicou.