Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Williams divulga novas imagens do carro

23 de Janeiro, 2015

As imagens já incluem o novo patrocinador da Williams a companhia inglesa Hackett

Fotografia: AFP

A escudaria britânica Williams divulgou novas imagens do FW37, carro que vai ser conduzido pelo brasileiro Felipe Massa e pelo finlandês Valtteri Bottas neste Mundial de Fórmula 1.

A equipa publicou mais imagens do novo veículo no site oficial. O design é semelhante ao usado no ano passado pela Willians que, equipada com motores Mercedes, terminou a temporada na terceira posição no Mundial de Construtores, com 320 pontos conquistados.

“A ideia do novo bólido é similar ao do FW36, que funcionou bem. Mas sempre há uma certa margem de melhora e utilizamos isso na aerodinâmica da parte dianteira do carro”, disse Pat Symonds, director técnico da escudaria.

As imagens já incluem o novo patrocinador da Williams, a companhia inglesa Hackett. O novo carro já já foi às pistas. No entanto, os primeiros testes oficiais só são realizados no início de Fevereiro, no circuito de Jerez, na Espanha.

“A equipa teve uma temporada fantástica. Em 2015, esperamos repetir esse desenvolvimento durante o Inverno, e começar em boa posição. Queremos melhorar os resultados do ano passado”, disse Frank Williams, fundador da escudaria.

O Mundial de Fórmula 1 começa no dia 15 de Março, com a disputa do Grande Prémio da Austrália, no circuito de Melbourne.

BERNIE QUER O REGRESSO
DO GP DA ÁFRICA DO SUL

O britânico Bernie Ecclestone, patrão da Fórmula 1, assegurou que acredita no regresso, em 2016, de um grande prémio na África do Sul, país onde se correu pela última vez há 22 anos, em 1993.

“Quero desde há muito tempo que a Fórmula 1 regresse à África do Sul e agora temos uma boa oportunidade. Esperamos regressar em 2016, temos de ir devagar. De momento eles estão interessados”, informou Bernie Ecclestone.

A possibilidade de um Grande Prémio na África do Sul chegou a ser proposta em 2011, no circuito urbano da Cidade do Cabo, mas o município local acabou por rejeitar a ideia no último ano, justificando que era demasiado ruidoso.

Depois das entradas do México e do Azerbaijão no calendário da Fórmula 1, Ecclestone quer ampliar o número de corridas por época, com a realização de um grande prémio em África, o único continente sem qualquer prova. Este ano o Grande Prémio do México (1 de Novembro) já entra no calendário, enquanto o do Azerbaijão, em 2016, eleva as provas para 21, com a realização da corrida em Baku.

A África do Sul recebeu a Fórmula 1 em Kyalami (em 1967/80, 1982/85 e 1992/1993) e em East London (1962, 1963 e 1964). No continente africano, além dos sul-africanos, apenas Marrocos recebeu uma corrida, em 1958, em Casablanca.