Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Wolff defende presença de Ecclestone

07 de Fevereiro, 2017

Senhoras e senhores, preparem-se para o McLaren-Honda MCL32”, completa a publicação postada numa das redes sociais da equipa.

Fotografia: AFP

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, crê que excluir Bernie Ecclestone, ex-chefe da Fórmula 1, do futuro da categoria seria um grande erro. Após a compra da F1 feita pelo grupo norte-americano Liberty Media, Chase Carey, Ross Brawn e Sean Bratches assumiram o lugar do britânico e são os responsáveis por comandar o futuro da principal atracção do automobilismo mundial.

“Há um risco de que muito conhecimento seja perdido. Bernie desenvolveu a categoria e a transformou em uma das maiores companhias de desporto do mundo nos últimos 40 anos. Fez negócios incríveis, temos longos contratos de TV e conseguimos grande alcance, porque aparecemos em TV aberta. Fazer parte disso não é fácil, porque muito do que existe hoje foi construído através das relações pessoais que Bernie possui”, disse o austríaco.

Actual tricampeão da Fórmula 1 com a Mercedes, Toto Wolff reconhece que a Fórmula 1 precisa de mudanças. O grande domínio da equipa alemã nas últimas épocas gerou insatisfação dos concorrentes e também do público, que passou a acompanhar disputas previsíveis. “Em contrapartida há uma série de pontos que precisamos melhorar. Não temos o suficiente nas medias digitais. Isso é algo que ainda não foi monitorizado, mas como uma ferramenta de marketing é de imensa importância atrair o público alvo”, completou Wolff.

MUDANÇA NO NOME
O tradicional MP4 não vai ser mais o nome dos carros da McLaren. Depois de 36 anos de tradição, a fabricante inglesa anunciou a mudança da nomeação do chassi, que vai passar a chamar-se MCL32. “Honda-McLaren MCL32. Mude o seu nome”, conforme o vídeo responsável por informar a alteração.

“2017 tem se baseado em mudanças. E o nome do nosso carro também mudou. Senhoras e senhores, preparem-se para o McLaren-Honda MCL32”, completa a publicação postada numa das redes sociais da equipa.