Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Xadrez brilha na festa do CNIL

ROSA PANZO - 12 de Março, 2017

Xadrezistas federados e não federados vão competir em dois torneios em Junho

Fotografia: Contreiras Pipas

O regresso do xadrez ao Clube Náutico da Ilha de Luanda mereceu o maior destaque nas considerações do vice-presidente da agremiação, Nuno Abohbot, quando apresentou o balanço das actividades desportivas inseridas nas celebrações do 93º aniversário daquela instituição, celebradas a 28 de Fevereiro último.

Nuno Abohbot afirmou que o torneio de xadrez teve um saldo considerável por ultrapassar as expectativas definidas pela organização. A presença de atletas com conhecimentos científicos elevaram a qualidade do certame, tornando-a num evento prestigiante.

“O torneio de xadrez era meramente amador, mas no final passou a ser profissional. Por merecer o nosso reconhecimento, vamos reunir as condições para nos filiar na Associação de Luanda e na Federação Angolana”, disse o vice-presidente do CNIL.

Nos próximos dias, Nuno Abohbot garantiu que o departamento dos Desportos do CNIL vai ser orientado para as inscrições do clube nas duas instituições desportivas.

“Queremos ter uma equipa federada para competir com os grandes clubes e com os mestres internacionais nos campeonatos provinciais e nacionais”, disse.

Para dar ênfase ao projecto, o comité organizador das festividades do CNIL agendou para o mês de Junho a realização de dois torneios de xadrez que vão contar com as participações de atletas federados e não federados. Os dois eventos desportivos vão estar abertos a atletas de 10 a 100 anos de idade.

PESCA E NATAÇÃO
A boa organização do torneio de pesca desportiva atraiu participantes oriundos de outros pontos da baía de Luanda. Na avaliação do evento, Nuno Abohbot assegurou que a expectativa foi superada pela quantidade de pescadores.

“O nosso torneio estava reservado para atletas do CNIL, mas tivemos uma surpresa no final. Os participantes provenientes de outros pontos tornaram o certame mais competitivo”, disse.

A nota positiva estende-se à natação. O vice-presidente do CNIL manifestou-se surpreendido pela “boa qualidade dos aprendizados”. Nuno Abohbot assegurou que os alunos das escolas de natação do Clube Náutico da Ilha de Luanda “vão deixar de ser clientes para atletas federados na próxima época”.

VELA E REMO
Os aplausos não ecoaram na hora de balancear a vela e o remo. A qualidade exibida nos dois torneios não agradaram à direcção do CNIL. Nuno Abohbot manifestou preocupação com a qualidade técnica dos atletas.

“Constatámos que temos de fazer um grande trabalho nas escolas. Temos de apostar mais na formação de treinadores e dos atletas para melhor representação do clube nas próximas épocas. Nas provas de regatas, perdemos muito para Clube Naval de Luanda e o 1º de Agosto”, descreveu.

O Clube Náutico da Ilha de Lunada foi fundado a 28 de Fevereiro, com o nome de Clube Desportivo Nun\'Alveres. A designação manteve-se até 11 de Abril de 1979, data que viu mudar-se para a denominação actual. O CNIL tem no activo as modalidades de natação, pesca desportiva e recreativa, vela, canoagem, remo e kitesurf.