Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Yanick aguarda pela decisão

Melo Clemente - 23 de Outubro, 2016

Dos sete jogos que a equipa efectuou o poste angolano foi utilizado em apenas um jogo falhando os outros seis

Fotografia: M.Machangongo

O internacional angolano, Yanick Moreira, poste, terminou com saldo negativo a pré-época que realizou ao serviço da formação do Toronto Raptors, tendo em vista a temporada 2016/2017 da Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), competição que arranca já esta terça-feira.

Das sete partidas que a formação do Canadá disputou para a nova época desportiva da maior liga do mundo, a nível da "bola ao cesto", o antigo jogador do Múrcia de Espanha foi utilizado em apenas um jogo, curiosamente, frente ao Buenos Aires Lorenz, conjunto que foi derrotado por 105-122.

Nesta partida, o poste angolano, de 25 anos de idade, dois metros e onze centímetros, que brilhou ao serviço da Selecção Nacional no Campeonato do Mundo de Espanha, em 2014, ao anotar 38 pontos na vitória do combinado nacional sobre a similar da Austrália, por 91-83, no adeus à fase preliminar da aludida competição, jogou durante cinco minutos, tendo conseguido apenas dois ressaltos, sendo um defensivo e outro ofensivo.

Em face do fraco desempenho na pré-temporada, o poste angolano vê-se praticamente "impedido" de realizar o tão almejado sonho de ingressar na Liga Norte Americana de Basquetebol (NBA).

Entretanto, a formação do Toronto Raptors que está fortemente apostada em melhorar a prestação da edição passada, que passa pelo apuramento aos play-off, define amanhã, segunda-feira (24) o décimo quinto jogador, visando a época desportiva que se avizinha. Dos dezanove atletas que cumpriram a pré-época desportiva, catorze têm já assegurado as respectivas presenças para a temporada 2016/2017.

Trata-se de Bruno Caboclo, DeMarre Carroll, DeMar DeRozan, Cory Joseph, Kyle Lowry, Lucas Nogueira, Patrick Patterson, Jakob Poeltl, Norman Powell, Terrence Ross, Pascal Siakam, Jared Sullinger, Delon Wriht e Jonas Valanciunas, este último que representou as cores da Lituânia nos XV Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, competição vencida pelos Estados Unidos da América.

O décimo quinto jogador que vai completar o plantel da única equipa que não faz parte do território norte-americano mas, compete na melhor Liga do Mundo, vai sair do "sexteto" constituído por Brady Heslip, E.J. Singler, Jarrod Uthoff, Fred VanVleet, Drew Crawford e o angolano Yanick Moreira.

Dos atletas acima referenciados, Brady Heslip, canadiano de nacionalidade, é o mais cotado para preencher o décimo quinto lugar da formação dos Toronto Raptors, de acordo com a NSPN.

Ainda de acordo com a NSPN, os atletas preteridos poderão disputar a D-league.

O antigo internacional angolano, Gerson Monteiro, foi o primeiro jogador que tentou ingressar na maior Liga do Mundo, isto em 2004, pela via dos San Antonio Spurs, depois de ter realizado uma campanha sensacional nos Jogos Olímpicos de Atenas, Grécia, ao serviço do Selecção Nacional.

Ainda no mesmo ano, isto é em 2004, mais um atleta angolano tentou a sua sorte, na formação dos Dallas Mavericks. Trata-se de Víctor Muzadi.

O extremo base Olímpio Cipriano também tentou a sua "aventura", por via da formação dos Detroit Pistons, ao passo que Carlos Morais, atleta que se transferiu este ano para o basquetebol português (Sport Lisboa e Benfica), tentou sem sucesso o ingresso na NBA, curiosamente, pela equipa do Toronto Raptors, em 2015.


NBA/pré-temporada
Warriors superam Blazers e alcançam sexto Triunfo


Actual vice-campeão da NBA, o Golden State Warriors completou a sua participação na pré-temporada da liga norte-americana de basquetebol com mais uma vitória. Jogando em casa na sexta-feira, a equipa comandada pelo técnico Steve Kerr derrotou o Portland Trail Blazers, por 107-96.

A nova dupla formada pelo ala Kevin Durant e o base Stephen Curry sobrou em quadra. O actual MVP da liga foi o cestinha da partida, após marcar 35 pontos, pegar quatro ressaltos e dar quatro assistências. Já o novo reforço da equipa californiana assinalou 28 pontos, sete ressaltos e seis assistências.
Com um show de estrelas na Oracle Arena, o brasileiro Anderson Varejão também teve a chance de passar pela quadra. Porém, o experiente poste não conseguiu deixar a sua marca durante os seis minutos em que jogou, pegando apenas um ressalto defensivo e auxiliando uma assistência.

No primeiro período, a equipa do Oregon conseguiu imprimir um melhor ritmo de jogo. O placar começou liderado justamente pelos visitantes, em 37- 32. Entretanto, ainda antes do intervalo, os Warriors conseguiram empatar e virar para 57-56, uma vantagem ainda inexpressiva.

A equipa liderada por Curry abriu uma diferença significativa apenas no regresso à quadra. Jogando muito melhor, os representantes de Oakland fecharam o placar em 90-72 no terceiro quarto, tranquilizando a torcida. No período final, os Blazers ainda esboçaram uma reacção, mas já era tarde.

107- 96, sexta vitória em sete partidas na pré-temporada da NBA. Os Warriors voltam às quadras apenas na terça-feira, 25 de Outubro, para enfim iniciarem a sua caminhada em busca de mais um anel da NBA. A equipa recebe os San Antonio Spurs. Os Blazers defrontam o Utah Jazz.

WIZARDS AMASSAM RAPTORS

Na noite de sexta-feira, Washington Wizards e Toronto Raptors fizeram a última partida das equipas pela pré-temporada da NBA. Quem levou a melhor foi o Washington, que venceu por 119- 82. Os Wizards tiveram um primeiro quarto arrasador. A equipa marcou 39 pontos, contra 23 dos oponentes.

Os Raptors tentaram dar o troco no quarto seguinte, vencendo por 33-26, mas não conseguiram evitar a desvantagem ao irem para o intervalo. No terceiro quarto, novamente o Washington foi superior e colocou mais 18 pontos de frente, após vencer por 28-10. Com uma boa margem no marcador, a equipa norte-americano apenas administrou a vantagem e assegurou a vitória. Apesar de não terem saído com o resultado positivo, o destaque dos Raptors, e também da partida, foi o extremo base DeMar DeRozan, cestinha do duelo com 34 pontos. Pelo lado dos Wizards, o melhor marcador foi Bradley Beal, com 19.

As equipas voltam à quadra esta semana, desta vez em partidas válidas pela temporada regular da NBA. Na quarta, o Toronto recebe Detroit Pistons. Já o Washington viaja para encarar o Atlanta Hawks, na quinta.


Este ano
Liga americana
revela surpresa


A NBA diz que vai revolucionar o modo de assistir aos jogos de basquete dos Estados Unidos e do mundo. A entidade anunciou que transmitirá jogos em realidade virtual a partir desta temporada.

"Nós temos fãs por todo o mundo. Nós transmitimos nossos jogos para mais de 210 países. Para boa parte deles, não há como ir a um jogo pessoalmente. Então sentimos o potencial da realidade virtual, se nós fizermos isso certo, será a melhor coisa para a pessoa experimentar. Mas para chegar até lá, temos que trabalhar nisso. É por isso que estamos firmando um compromisso", comentou o vice-presidente da NBA, Jeff Marsilio.

Os usuários do League Pass terão de pagar para assistir aos jogos em realidade virtual, no entanto, os adeptos poderão ter um gostinho de como é a experiência de forma gratuita.

No dia 27 de Outubro, os adeptos que possuem o League Pass poderão assistir ao jogo entre Sacramento Kings e San Antonio Spurs de graça no modo realidade virtual.