Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Zarco bate Baldassari

23 de Maio, 2016

akaaki Nakagami terminou em nono, com Dominique Aegerter a aparecer no fim do top-10.

Fotografia: AFP

A Moto2 viveu ontem um dia tumultuado e brilhante ao mesmo tempo. Interrompida em bandeira vermelha por conta de um furo na protecção inflável, a prova precisou ser reiniciada, mas uma mudança de procedimento atrapalhou a categoria intermediária.

Depois de muita demora, a corrida foi reiniciada para dez voltas, com Johann Zarco e Lorenzo Baldassarri a alinhar para brindar o público italiano com um duelo de primeiríssima qualidade. Os dois travaram um duelo ferrenho ao longo de toda a disputa, com o francês a lançar mão da melhor táctica para receber a bandeirada com 0s030 de vantagem.

Depois de um reinício ruim, Sam Lowes tratou de alinhar e superou Tom Luthi na parte final da prova para garantir o último posto do pódio e recuperar a liderança da Moto2. Hafizh Syahrin acabou em quinto, com Axel Pons a garantir o sexto posto, o seu melhor resultado.

Punido pela trapalhice na relargada, Álex Rins saiu no fundo do pelotão, mas fez uma prova de recuperação e garantiu a sétima posição, à frente de Franco Morbidelli. Takaaki Nakagami terminou em nono, com Dominique Aegerter a aparecer no fim do top-10.

Depois de levar um tombo junto com Luca Marini na primeira corrida, Álex Márquez conseguiu voltar para a pista depois da interrupção da disputa e acabou em 16º. É a segunda vez em 2016 que o espanhol vê a bandeira quadriculada.

MOTO 3
Binder amplia na liderança
Brad Binder foi impecável no imprevisível GP da Itália. Numa corrida onde um enorme pelotão se manteve formado durante as 20 voltas, o sul-africano lançou mão de uma estratégia certeira na última volta e garantiu o terceiro triunfo consecutivo em 2016.

Líder do Mundial, o piloto da Red Bull KTM Ajo teve um dia perfeito em Mugello. Além da boa estratégia, o número 41 viu Romano Fenati e Jorge Navarro a abandonarem a prova, o que facilitou a abertura de uma margem ainda maior na classificação do campeonato.

Na prova intensamente disputada, vários pilotos lideraram na Toscana, mas foi Brad quem tomou a liderança na volta final, com uma saída perfeita da Bucine, e lançou mão de uma linha mais defensiva e recebeu a bandeira com 0s038 de margem sobre Fabio Di Giannantonio, o segundo classificado. 0s031 atrás do piloto da Gresini, Francesco Bagnaia completa o top-3.

Com um arranque na 22ª posição da grelha, Niccolò Antonelli fez uma excelente prova de recuperação e terminou na quarta posição, à frente de Fabio Quartararo. Depois de um início de temporada apagado, o francês voltou a lutar na liderança. Hiroki Ono recebeu a bandeira em sexto, à frente de Joan Mir e Nicolò Bulega. Juanfran Guevara aparece na sequência, com Andrea Migno a completar o rol dos dez melhores.

Com o resultado, Binder chegou aos 127 pontos e, agora, tem 49 de vantagem sobre Navarro na classificação da Moto3. Fenati é o terceiro na tabela, com Bulega e Bagnaia a completar o top-5.