Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Zeferino espreita título

18 de Novembro, 2016

Zeferino Fernandes promete levar ao extremo a potência da sua KTM na quinta e última etapa do Campeonato Provincial de Supermoto de Luanda

Fotografia: João Gomes

Em busca do primeiro título da carreira, Zeferino Fernandes promete levar ao extremo a potência da sua KTM na quinta e última etapa do Campeonato Provincial de Supermoto de Luanda, com palco no Arena Multiparques, neste fim de semana. O piloto individual garante expelir todas as habilidades técnicas para contrapor o adversário directo, Hélder Coelho "Vuty", o líder da competição.

No seu ano de estreia na Supermoto, Zeferino Fernandes está com elevado índice de confiança, mercê das performances excelentes nos circuitos de O'mbaka, em Benguela, e do Km 30, em Luanda. A segunda posição da tabela geral resulta do trabalho abnegado.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o piloto manifestou a grande expectativa a volta da última jornada do Campeonato Provincial de Luanda.
Disse estar imbuído do desejo de conquistar o primeiro título na Supermoto. A consumar, representaria "o ponto mais alto da minha carreira desportiva, pois estaria a colocar a cereja no topo do bolo, depois de ter resgatado o título no Campeonato Provincial de motocross".

Questionado sobre as principais dificuldades que o afectam ao longo da época, Zeferino Fernandes confidenciou a conciliação nas duas competições (motocross e Supermoto). As diferenças nas pistas e nos pneus utilizados não o incomodam por se fazer acompanhar de motorizadas de 250cc de cilindragem.

Zeferino destacou a qualidade técnica dos adversários como o maior obstáculo. Para ultrapassá-los, fez dela a principal motivação para o desempenho em cada prova, onde despontaram pilotos com elevada tarimba como Sandro Carvalho, Miguel Ângelo, Tady Madaleno, Victor Barros e o campeão nacional, Hélder Coelho "Vuty".

"Quando recebi o convite, fiquei um pouco apreensivo quanto às minhas capacidades de competir em duas e distintas categorias numa só época. Recebi o apoio da minha equipa e dos colegas de trabalho para levar adiante esta empreitada. Hoje, sinto-me satisfeito por alcançar resultados satisfatórios até agora", disse

Sem apoio técnico, Zeferino Fernandes pondera continuar na próxima época da Supermoto. Para salvaguardar a permanência, o segundo classificado da tabela geral manifestou o desejo de adquirir novos pneus slicks, mas estão "muito caros" em Angola.

VUTY PODE FALHAR
FINAL DO PROVINCIAL

O campeão nacional de Supermoto, Hélder Coelho "Vuty", minimizou o interesse da sua presença na última prova do Campeonato Provincial de Supermoto, marcado para este fim de semana, no circuito Arena Multiparques, localizado no Km 30. O título antecipado da categoria nacional é "o mais importante". Esclareceu que o título de campeão provincial de Luanda não faz parte das suas prioridades.

"Estou a ponderar a minha presença na última prova, na medida em que não suscita grande interesse depois de ter conquistado o título nacional. Desprovido de uma equipa em condições, as coisas tornam-se mais onerosas e não sei se vou fazer presente neste evento", disse.

Vuty não esconde o fascínio pelas competições do motociclismo e justificou que a falta de um estrutura sólida tem condicionado a sua prestação nas distintas categorias em que está inserido, tais como AGP do Campeonato Nacional de Velocidades e Campeonato Angolano de Rali Raid Car. Em todas as competições apresenta-se como crónico candidato ao título.

Hélder Coelho é considerado o piloto nacional com maior palmarés. Na hora de avaliar as competições, disse que "precisam de uma melhor intervenção da Federação Angolana dos Desportos Motorizados". A intervenção da instituição fez-se sentir "com maior incidência nos primeiros anos da constituição, mas deixa muito a desejar nos últimos tempos".

O surgimento de novas equipas no país deve ser um dos pilares de sustentação dos desportos motorizados, em geral, e no motociclismo, em particular, de acordo com o campeão nacional. Para o sucesso, "só se houver projectos bem estruturados para que os agentes desportivos se sintam satisfeitos".


Associativismo
Cayatte efectua últimos arranjos


A direcção da Cayatte Motorsport efectua os últimos arranjos em volta da realização da última jornada do Campeonato Provincial de Supermoto de Luanda, a ter lugar amanhã e domingo  no circuito Arena Multiparques, localizado no km 30, em Viana. Os técnicos deslocam-se esta manhã ao local da competição para averiguarem as condições técnicas e procederem aos trabalhos de alinhamento do circuito, fixação das boxes e manutenção das áreas de serviço.

Orientados pelo director da prova, Rodrigo Morais, os efectivos da Cayatte estiveram reunidos ontem para aferirem os meandros técnicos e administrativos do certame. Os factores imprescindíveis como a presença dos efectivos da Polícia Nacional, Serviços de Emergências Médicas e Bombeiros estão garantidos.

Pontuável para a quinta jornada, o certame agita as principais equipas de Luanda e de Benguela, possuidoras de pilotos mais cotados e com grandes hipóteses de terminar a época'2016 entre os três primeiros classificados.

Com Hélder Coelho "Vuty" consagrado campeão nacional antecipado, a grande expectativa dos aficionados reside no desfecho do provincial, em que o grande despique remete Zeferino Fernandes, segundo classificado, e Hélder Coelho "Vuty", lider da tabela classificativa.

Apesar de os dois pilotos serem apontados como os prováveis vencedores do Provincial de Luanda, também estão esclarecidos sobre as dificuldades a ultrapassar. Vão defrontar outras grandes referência, tais como Tady Madaleno, Miguel Ângelo, Sandro Carvalho, Rui Afonso, Adilson Vieira, Victor Barros, Adam Mahrok, Raul Faria, David Rebelo, Marcos Fonseca, Ananias Gonçalves, Jerónimo Carvalho, Jorge Borges, Miguel Carneiro e Diogo Rebelo.

Apesar da diferença pontual entre os contendores, advinha-se grande surpresa nos resultados a  avaliar o rigor pautado na preparação física e técnica.

O Campeonato Provincial de Supermoto comporta várias provas conjuntas con o Nacional.
HELDER JEREMIAS