Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola perde aos penáltis diante da favorita Espanha

Silva Cacuti, em França - 22 de Junho, 2015

Selecção Nacional de hóquei voltou a assustar campeã mundial

Fotografia: José Cola

A Selecção Nacional de hóquei em patins voltou a assustar ontem a campeã mundial ao obrigar a jogar até a marcação de grandes penalidades, quando ao final do tempo regulamentar persistia empate a um golo. No intervalo do jogo Angola perdia por 0-1. Angola perdeu aos penaltis por 1-3.

É a segunda vez que Angola quase bate o pé aos campeões. A primeira vez tinha sido em Vigo, Espanha, quando Angola perdeu por 2-3, num jogo que contou com uma arbitragem que protegeu os interesses da equipa caseira.

Ontem não foi diferente, foi notada pouca vontade da parte dos árbitros em permitir o jogo de Angola.

A campeã mundial foi a primeira a marcar, aos sete minutos iniciais, numa altura em que o conjunto angolano estava com excesso de nervos. João Pinto cumpriu suspensão, instantes depois do golo e fez o resto do jogo com excesso de cautelas porque mais uma advertência e ia para a Rua.
Orlando Graça lançou para a quadra Nery e Márcio que imprimiram mais dinâmica ao ataque angolano.

O jogo corria  a tendência inicial, com a Espanha a ter a iniciativa do jogo e Angola a tentar o empate. Chegou o intervalo e Angola não logrou o empate. No reatamento, a Selecção Nacional procurou a todo o transe o empate. A primeira oportunidade surgiu aos 29 minutos, quando Nery na zona restritiva adversária foi derrubado e o árbitro não hesitou em assinalar o penalti que foi desperdiçado por Martin Payero.

Mas era dia grande para a equipa angolana que não se deixou intimidar. ANGOLA carregou e ganhou a simpatia dos franceses que viram a Espanha a golear a sua equipa, ganhar também simpatia dos portugueses, adversários de estimação dos Espanhóis a quem desejam retirar a coroa de campeão.

O domínio de Angola acentuava-se e aos 33 minutos chegou o ansiado golo, marcado por Johe, num remate colocado, de fora da área, sem hipóteses para o guardião espanhol.
Amanhã Angola defronta a França em jogo decisivo para as aspirações das duas equipas. Noutro jogo do grupo A a França defrontou a Holanda.

TRISTESA
Orlando Graça
aponta arbitragem


Alem da falta de sorte o seleccionador nacional, Orlando Graça considera que a arbitragem tendenciosa foi outro factor que impediu a vitória angolana no jogo de ontem, diante da Espanha.

"Infelizmente quem esteve no pavilhão viu que a Espanha jogou com 9 faltas durante mais de 20 minutos e isto no hóquei é quase impossível, mas a Espanha hoje, ainda tem muita influência no hoquei mundial, devemos continuar a trabalhar que vai chegar o dia", disse.  

Mando  Graça
dá folga ao grupo

  
Passeio, compras, fotos e interacção directa com os muitos fãs granjeados aqui em Lá Roche Sur Yon são algumas das actividades que vão entreter os integrantes da Selecção Nacional de hóquei em patins que goza hoje dia de folga na 42ª  edição do Campeonato do Mundo.

Segundo apuramos, só no final do dia haverá uma leve prelecção de Orlando Graça para a abordagem ao jogo, decisivo, diante da França.
Hoje é dia de folga para as equipas dos grupos A e B, que entraram em acção no primeiro dia, enquanto as dos grupos C e D, que folgaram no primeiro dia, disputam a segunda jornada.                    
S.C

Grupo A
20 de Junho


ANGOLA -Holanda /7-2
França-Espanha /1-2

21 de Junho
ANGOLA-Espanha/1-3 (aos penaltis)
França -Holanda

23 de Junho
França-Angola
Espanha-Holanda


Grupo C
21 de Junho

Brasil-Áustria /2-3
Portugal-Alemanha

22 de Junho
Alemanha -Brasil
Portugal-Áustria

23 de Junho
Áustria -Alemanha
Brasil-Portugal

Grupo B
20 de Junho

Moçambique-Inglaterra /6-3
Argentina-Suíça /1-7

21 de Junho
 Suíça-Moçambique
Argentina-Inglaterra

23 de Junho
Inglaterra -Suíça
Moçambique-Argentina

Grupo D
 21 de Junho

Chile-África do Sul / 14-1
Itália-Colômbia /3-2

22 de Junho
África do Sul-Itália
 Colômbia-Chile

23 de Junho
África do Sul-Colômbia
Itália-Chile