Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

As obras do pavilho em Malange esto prximo da recta final

Venncio Victor, em Malange - 21 de Junho, 2013

Empreiteiro garante que vai entregar a obra em Julho

Fotografia: Jornal dos Desportos

A construção do Pavilhão Multiuso de Malange, que alberga de 20 a 25 de Agosto próximo, a 12ª edição do torneio internacional José Eduardo dos Santos, decorre a bom ritmo, de acordo com o director provincial dos Desportos de Malanje, Caetano Tintas.

Em entrevista ao Jornal dos Desportos, o responsável manifestou satisfação pelo grau de execução da obra, que deve ser entregue em finais de Julho e conta com uma capacidade de 3 mil espectadores.

Por seu turno, o dirigente desportivo destacou a iminente conclusão do campo de jogos Valódia que vai servir de apoio ao Pavilhão Multiuso, também denominado Arena de Malange, em construção no bairro Vuanvala. Neste momento, apenas falta concluir a pintura do campo de jogos.

O responsável do pelouro do desporto anunciou a criação de subcomissões de saúde, embelezamento, transportes, asseguramento, informação e marketing, protocolo e logística e secretariado permanente.

Caetano Tintas, que é igualmente subcoordenador da comissão organizadora da Taça Zé Du, acredita no sucesso da prova.
O torneio vai contar com a participação de quatro selecções, com destaque para Angola e Espanha.

CRENÇA DE
PAULO SILVA

A evolução competitiva da Selecção Nacional, o desempenho e os resultados positivos nas competições internacionais são apontados como indicadores para uma classificação inédita do país no campeonato do Mundo de hóquei em patins. O atirador angolano Paulo Silva mostrou-se ontem, na cidade do Lubango, Huíla, confiante numa campanha positiva.

A disputa da prova no país, diante do apoio incondicional da nação, vai elevar os índices de confiança do “cinco” nacional e catapultar o grupo para boas exibições e consequentes resultados positivos, segundo Paulo Silva.

“A convicção é de que Angola vai fazer a mais positiva participação de sempre. Tem vindo a subir de nível competitivo e faz resultados positivos nas provas internacionais”, disse.

Os “bons” indicadores da selecção podem levar Angola a figurar entre os quatro ou três primeiros lugares, segundo Paulo Silva. O atirador considerou que a realização do evento vai trazer benefícios ao país, por se tratar de um acontecimento de dimensão mundial. Além das novas infra-estruturas desportivas, hoteleiras e rodoviárias, Paulo Silva indicou que o evento projecta Angola para o Mundo.

“Mesmo antes do torneio, Angola já vem marcando pontos e o evento de dimensão mundial só vem coroar o que é feito neste país”, disse.Paulo Silva referiu que o hóquei em patins é uma modalidade que provoca a massificação, quando é promovida com eventos internacionais. Em função dos avanços registados no país nos últimos tempos, com a prática e desenvolvimento da modalidade, Angola vai registar progressos, acentuou.


Malange
Vice-governador
elogia organização


O vice-governador de Malanje para o sector político e social, Manuel Campos, elogiou a organização do torneio internacional de hóquei em patins, no final de um encontro com a comissão técnica que avaliou os preparativos da Taça Zé Du, a decorrer de 20 a 25 de Agosto próximo.
O responsável apelou aos jovens da província a praticarem desporto, no sentido de se afastarem de acções nocivas que venham a prejudicar o seu estado de saúde física e mental.

Por seu turno, o presidente da Associação Provincial de Patinagem, Walter Mendonça, anunciou para os próximos dias deslocações aos municípios de Cacuso, Caculama, Kalandula e Kangandala para divulgar o Campeonato do Mundo e o torneio internacional de hóquei em patins.
Walter Mendonça disse que, com o lançamento da patinagem em linha, o seu pelouro vai gizar acções que visam a massificação da modalidade ao nível dos municípios e bairros suburbanos.


Garantia

Hotéis aptos para o torneio


O número um da Juventude e Desportos de Malange assegurou que os hotéis estão preparados para albergar as delegações assim como os turistas que vão participar na XII edição do torneio internacional Zé Du.

De acordo com aquele dirigente desportivo, a realização da Taça Zé Du vai também resultar em benefícios para as unidades hoteleiras e melhorar a imagem da capital da província.

O dirigente desportivo garantiu estarem criadas as condições de alojamentos dos participantes. A comissão organizadora do torneio de hóquei em patins, disse, tem aconselhado os responsáveis das unidades hoteleiras a melhorar a qualidade do serviço. Caetano Tintas pediu a conjugação de esforços por parte de todos os habitantes da província, particularmente os da sede provincial, para que cada um contribua com a sua experiência para o êxito do torneio.

“Vamos todos unir esforços para que a província de Malange e o país saiam a ganhar nesta luta da organização do torneio internacional em saudação ao aniversário natalício do Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos”, apelou.

Caetano Tintas revelou que a comissão organizadora já está a tratar de questões que se prendem com a promoção do evento.


CAISSARINHA
Animador do andebol


A mascote do 41º Campeonato Mundial de hóquei em patins vai ser uma das atracções para os benguelenses durante a disputa dos campeonatos nacionais de andebol iniciados ontem e que decorrem até 29 do corrente. Segundo Pedro Azevedo, porta-voz do comité organizador do “mundial”, a prova vai ser publicitada em Benguela.

“Neste momento está a ser produzido o material específico, vamos passar a mascote e também alguma publicidade estática”, anunciou.
Durante o último conselho consultivo do Ministério da Juventude e Desportos algumas federações, com realce para as de futebol, andebol e futsal, propuseram as suas competições oficiais como meios de promoção do campeonato do Mundo. SILVA CACUTI


COHOQUEI PROGRAMA SORTEIO

Centro de Convenções de Talatona acolhe
no próximo dia 27 de Junho a cerimónia


O Comité Organizador do 41º Campeonato Mundial de hóquei em patins trabalha cuidadosamente nos acertos da cerimónia de sorteio da prova, agendada para 27 do corrente no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda. Segundo Pedro Azevedo, porta-voz do comité, neste momento estão já confirmados 12 representantes das equipas que vêm disputar a prova, em Setembro.

“Estamos a trabalhar com o objectivo de que a cerimónia de sorteio seja aceitável, com nível semelhante à apresentação do campeonato. Vamos ter representantes das 16 selecções. Neste momento temos a confirmação da maioria das equipas. Só restam confirmações dos EUA, Suíça, Áustria e Argentina. Em princípio vai ser uma cerimónia em que vamos juntar a cultura angolana aos motivos do mundial”, anunciou.

Além dos representantes dos países participantes, o sorteio vai ser presenciado por Haros Struckberg, presidente do comité internacional de rink hockey (Cirh) que encabeça uma delegação daquele organismo que vai trabalhar no país a partir do dia 24.

O Campeonato do Mundo foi apresentado a 11 de Fevereiro último, numa cerimónia realizada em Luanda.A 41º edição do “mundial” de hóquei em patins, é a primeira a ser realizada no continente africano e conta com a participação de 16 países, nomeadamente, Angola, Argentina, Áustria, África do Sul, Alemanha, Brasil, Colômbia, Chile, França, EUA, Espanha, Moçambique, Inglaterra, Itália, Portugal e Suíça. As cidades de Luanda e Namibe serão as sedes da prova. As equipas estão divididas em quatro grupos.

A prova tem uma mascote e logotipo, nos quais se realça uma máscara da cultura lunda-chokwe, a bola de hóquei em patins, o stick, e patins, sob fundo dominado pelas cores nacionais (vermelho, preto e amarelo).

No capítulo desportivo, a Selecção Nacional cumpre um período de férias depois do recente estágio em Barcelona, Espanha, e duplo jogo amigável com a congénere de França.


Brevemente
Comité Internacional inspecciona Namibe


A cidade do Namibe vai ser alvo, no próximo dia 25, da derradeira inspecção do Comité Internacional de Rink Hockey (Cirh) que poderá ditar a sua prontidão ou não para acolher uma das séries da 41ª edição do Campeonato Mundial que, este ano, se disputa de 20 a 28 de Setembro. A comissão de inspecção do Cirh tem chegada ao país prevista para o dia 24 e é chefiada pelo alemão Haros Struckberg.

O grupo de Haros Struckberg já tinha feito a primeira avaliação ao Namibe, em Fevereiro e deixou uma série de recomendações para que a cidade se possa habilitar a acolher a prova mundial.

Das recomendações feitas, o realce vai para o aumento da capacidade hoteleira da cidade, já que foi identificado um número insuficiente de camas naquela cidade. As recomendações do Cirh despoletaram uma maior actividade da sociedade local e do Comité Organizador na construção das unidades hoteleiras, do pavilhão, entre outros empreendimentos.

Recentemente, o ministro da Juventude e Desportos visitou a cidade e passou uma mensagem de optimismo em relação a tudo o que viu naquela cidade.

Gonçalves Muandumba inteirou-se do andamento das obras nas unidades hoteleiras, da ampliação e modernização do Aeroporto Yuri Gagarine e da Arena Namibe. “As obras estão no seu curso normal e não há atrasos”, concluiu. S.C