Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Esplêndido

Hélder Jeremias - 18 de Setembro, 2013

Em ambiente de festa o Chefe de Estado recebe explicações do representante da empresa construtora do Pavilhão Multiusos

Fotografia: Jornal dos Desportos

A inauguração do Pavilhão Multiusos de Luanda feita, ontem, pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, descortinou as excelentes condições para que as melhores equipas do mundo coloquem à prova as capacidades desportivas na 41ª edição do campeonato mundial de hóquei em patins que as cidades de Luanda e do Namibe vão acolher de 20 a 28 do corrente.Depois do corte da fita, descerramento da placa e da estátua defronte a imponente obra, o Chefe de Estado angolano constatou in loco a qualidade do serviço prestado pela construtora nacional Omatapalo durante uma visita guiada pelas essenciais zonas de serviço. José Eduardo dos Santos ficou satisfeito pelas explicações técnicas do engenheiro da empresa empreiteira.

Acompanhado de altos funcionários da presidência da República, José Eduardo dos Santos foi aplaudido com grande entusiasmo pelas cerca de sete mil pessoas que testemunharam o sublime acto. A prontidão de Angola entra na história da modalidade como o primeiro país a acolher em África o campeonato do mundo de hóquei em patins.Depois da visita guiada, o Presidente da República partilhou com o público alguns momentos de alegria com o desfile das distintas Federações Angolanas, um número de ginástica e a realização de uma partida de hóquei em patins entre jogadores das velhas guardas. O passado desse grupo remete para um historial da dignidade almejada pela selecção nacional nas diversas frentes internacionais.

Apesar de não ter feito o uso da palavra, o Presidente da República, José Eduardo dos Santos mostrou um semblante de regozijo e confiança no elenco que dirige os trabalhos. O Chefe de Estado recebeu das mãos do arquitecto da Omatapalo a miniatura da estatueta de um hoquista que se situa na parte frontal do pavilhão.No final da partida, José Eduardo dos Santos retirou-se do local com uma ovação ensurdecedora do público, num claro sinal do carinho e agradecimento pelos nobres feitos em prol da melhoria da vida das populações, e do desporto, em particular.

GONÇALVES MUANDUMBA
“Multiusos é símbolo de conquistas”


O Ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, considerou a inauguração do Pavilhão Multiusos de Luanda, pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, como o símbolo da sucessão de conquistas que o país alcança ao longo dos 38 anos de independência.Ao discursar na abertura da cerimónia de inauguração, o titular da pasta ministerial enfatizou o facto do acto ter lugar no dia do Herói Nacional.

Muandumba descreveu que a luta pela libertação e alcance do bem estar das populações tem sido continuada pelo Presidente José Eduardo dos Santos com a criação de infra-estruturas apropriadas nos vários domínios da vida social, sendo o desporto uma delas.O ministro reiterou o empenho pessoal de José Eduardo dos Santos para que a inauguração do “majestosa” obra fosse uma realidade, dentro do tempo estipulado. Muandumba exaltou que a inauguração mostra a capacidade do Executivo no cumprimento da responsabilidade que nenhum outro país africano teve a honra de acolher.

Para Gonçalves Muandumba, a inauguração dos pavilhão de Luanda, além de servir de montra para a maior competição mundial, afigura-se um ponto estratégico para o desenvolvimento do desporto nacional, em função da sua proximidade ao Estádio 11 de Novembro e à Cidade do Kilamba, o maior projecto habitacional uma vez elaborado no país e que tornou possível o sonho da casa própria a milhares de cidadãos. No dizer do ministro, os dois empreendimentos desportivos e a cidade do Kilamba fazem um casamento perfeito para que os jovens se dediquem cada vez mais à prática do desporto, condição essencial para uma vida mais saudável e aventa a possibilidade da criação do Clube do Kilamba, como a melhor forma de aproveitar as infra-estruturas.

“A nossa história, nos últimos 30 anos, tem sido uma sucessão de conquistas na consolidação do sonho de uma nação próspera. A inauguração do pavilhão Multiusos de Luanda, no dia do Herói Nacional, espelha a continuidade da luta em prol de uma vida melhor para os angolanos. Devemos todos agradecer à Sua Excelência, Presidente da República, por acompanhar desde as raízes todo o processo que hoje nos enche de orgulho”, frisou.

REACÇÕES
Pedro Godinho

ressalta utilidade

Com o objectivo de organizar em 2016 o Africano sénior feminino de andebol no país, Pedro Godinho, presidente da Federação Angolana de Andebol, considerou importante a inauguração do pavilhão Multiusos de Luanda para o desenvolvimento de outras modalidades desportivas. Segundo o líder da modalidade mais titulada do país, a infra-estrutura inaugurada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, é de nível mundial e é motivo de orgulho para os angolanos, que mostra a aposta do Executivo na melhoria das condições para a prática do desporto.O pavilhão de Luanda acolhe os jogos dos grupos A e C, a fase decisiva do título e as cerimónias de abertura e de encerramento do campeonato do mundo de hóquei em patins.

João Pinto realça
empenho do Estado


O jogador da selecção nacional de hóquei em patins João Pinto destacou, ontem, no momento da inauguração pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o esforço do Estado para a construção do pavilhão Multiusos de Luanda, palco do 41º Mundial de hóquei em patins, a decorrer de 20 a 28 do corrente. O hoquista disse que a infra-estrutura possui as condições para o desenvolvimento do desporto no país.

Mama exalta
orgulho nacional


O ex-jogador da selecção nacional de hóquei em patins, Inácio Santos “Mama”, afirmou ontem que os angolanos devem ter orgulho da infra-estrutura desportiva, inaugurada pelo Presidente da Republica, José Eduardo dos Santos. O pavilhão Multiusos de Luanda, principal palco do 41º Campeonato do Mundo de hóquei em patins, de acordo com o antigo hoquista “vai trazer grandes ganhos ao desporto no país”.Mama participou com a selecção nacional no 11º lugar obtido no Campeonato mundial de 1993, disputado em Portugal.

Mundial
Tugas efectuam
treino de adaptação


A selecção de Portugal, integrante do grupo C do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, treinou na noite de segunda-feira pela primeira vez, em Luanda, em sessão que decorreu no pavilhão principal da Cidadela e onde a recuperação física dos jogadores esteve em destaque. Durante quarenta e cinco minutos, os candidatos ao título e adversários de Angola na primeira fase, efectuaram trabalhos de reconhecimento ao piso e exercícios de recuperação, depois de efectuarem uma viagem de sete horas.

Em declarações à imprensa, o seleccionador Luis Sénica disse que a vinda antecipada para a capital angolana visa uma rápida adaptação ao clima e condições técnicas existentes, reiterando que a sua equipa é candidata ao título.Depois de uma viagem de sete horas de Lisboa para Luanda, tínhamos que efectuar este treino de recuperação para podermos estar muito bem quando iniciarmos a competição”, salientou.Luís Sénica disse ter gostado do piso do pavilhão principal da Cidadela e das condições de alojamento que fazem antever que o mundial pode ser um sucesso, como as autoridades angolanas pretendem.A selecção portuguesa estreia-se na competição, no domingo, 22, diante do Chile, jornada que abre com o desafio entre Angola e a África do Sul na sexta-feira, dia 20.