Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Garrido vaticina supresa de Angola na prova mundial

18 de Agosto, 2013

A Selecção Nacional de hóquei em patins pode protagonizar a maior surpresa no Campeonato do Mundo

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional de hóquei em patins pode protagonizar a maior surpresa no campeonato do mundo, a decorrer de 20 a 28 de Setembro próximo, nas cidades de Luanda e do Namibe. A perspectiva é do secretário provincial do Movimento Nacional Espontâneo na Huíla, Luís Garrido.

O ex-presidente da Associação provincial de Basquetebol da Huíla disse que a Selecção Nacional ainda está longe de conquistar um campeonato do mundo, mas pode ficar muito próximo de escrever a sua história com a melhor classificação de sempre. Garrido augurou que Angola pode protagonizar a surpresa ao ficar entre os três primeiros lugares, “o que era muito salutar”.

Quanto à realização do campeonato do mundo de hóquei em patins em Angola, Luís Garrido afirmou que vai proporcionar a projecção da imagem do país.

“A realização de um acontecimento dessa natureza comprova universalmente os ganhos substanciais para as nações que acolhem a competição”, destacou.

Garrido exemplificou que para Angola, um país em franco desenvolvimento, a realização do campeonato do mundo traz ganhos acrescidos nas receitas e na sua projecção no contexto mundial. O facto de ser uma competição mundial, uma estreia fora da Ásia, América e da Europa já é um ganho.

A construção de infra-estruturas para albergar esta competição é outro ganho visível para o desenvolvimento do desporto, ressaltou o secretário do MNE na Huíla.

Com a realização do Mundial de hóquei em patins, foram construídos três pavilhões (Luanda, Namibe e Malange) e destinam-se ao desenvolvimento e massificação das modalidades de sala, como andebol, basquetebol, futsal, voleibol.

REGRESSO DE BIG
acontece  AMANHÃ

O defesa da Selecção Nacional de hóquei em patins, Humberto Mendes “Big”, mostrou-se esperançado em retornar ao trabalho de campo amanhã, depois de constatar a melhoria no tornozelo esquerdo. O atleta lesionou-se há uma semana e disse à imprensa que está impedido de calçar os patins, mas por “pouco tempo”. Big é um atleta com bom porte físico e remate potente. Essas características fazem-no jogador preponderante na Selecção Nacional, na qual integra geralmente o “cinco” inicial.

Big mostrou-se satisfeito pela qualidade do pavilhão Palanca Negra, cuja capacidade é de três mil espectadores. O empreendimento foi construído a propósito da realização da Troféu Zé Du de 22 a 25 do corrente, em Malange, e inaugurado na última segunda-feira pelo Vice-Presidente da República, Manuel Vicente.

Além da selecção de Angola e do Brasil, a 12ª edição do torneio internacional Zé Du conta com a participação das equipas do Liceu de la Corunha (Espanha) e Andes Talleres (Argentina).


SELECÇÃO NACIONAL
Amigos da Picada solidários


Uma caravana motorizada afecta à Associação Amigos da Picada de Luanda chegou à cidade de Malange, na noite de sexta-feira, para se solidarizar com a Selecção Nacional de hóquei em patins, visando o torneio internacional Zé Du, que se disputa de 22 a 25 do corrente. O gesto dos jovens associados enaltece o espírito dos angolanos em prol da Selecção Nacional.

A comitiva integra 21 motoqueiros, que responderam ao apelo do Governo da Província de Malange e da Comissão provincial organizadora da Taça Zé Du, em honrar os jogadores com esta actividade.

De acordo com o líder dos “Amigos da Picada”, Nando Passos, a caravana respondeu “satisfatoriamente” ao pedido do Governo, porquanto se trata de um gesto que tem como objectivo associar-se ao desporto e à causa dos angolanos.

O director provincial da Juventude e Desportos, Caetano Tinta, considerou a acção dos motoqueiros motivadora e de reconhecimento dos esforços da Selecção Nacional. O apoio dos motoqueiros contribui para “a moralização dos jogadores nacionais para que conquistem a taça” que homenageia o Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

O técnico da Selecção Nacional, Orlando Graça, disse ser da responsabilidade de todos os angolanos torcerem pela equipa nos jogos, pois não cabe apenas aos jogadores e à equipa técnica trabalhar para uma participação satisfatória na competição.

O presidente da Associação provincial de Hóquei em Patins, Walter Mendonça Pinto, enalteceu os esforços dos Amigos da Picada, ao percorreram mais de 400 quilómetros de moto a fim de prestarem o apoio ao “cinco” nacional.

“Os Amigos da Picada associaram-se à festa do Troféu Zé Du, pelo que agradecemos e apelamos a todos os cidadãos nacionais, no sentido de também se juntarem aos atletas, sobretudo, durante os jogos”, sustentou.

O grupo Amigos da Picada foi fundado há cinco anos e conta com cerca de 180 membros. As suas principais actividades são de carácter filantrópico, turístico e de aventura sobre duas rodas.

Dentre os destaques, há a participação nos Raids em África e em Angola, sobretudo no acompanhamento recente da Selecção Nacional sénior masculina de futebol ao Gabão.

O regresso da comitiva a Luanda teve lugar ontem, depois de um jantar de confraternização com os jogadores de hóquei em patins, oferecido na noite da última sexta-feira pelo Governo da Província de Malange.


TORNEIO ZÉ DU
Administração
promove marcha


A Administração Municipal de Malange promoveu ontem em várias artérias da cidade uma marcha desportiva em apoio à Selecção Nacional de hóquei em patins, que disputa a 12ª edição do torneio Zé Du, no pavilhão Palanca Negra naquela cidade.

O acontecimento visou a divulgação da actividade desportiva a fim de mobilizar os cidadãos, no sentido de afluírem ao pavilhão durante os jogos e torcerem pelo “cinco” nacional.

A marcha percorreu diferentes ruas da cidade e terminou no pavilhão Valódia, instituição que foi reinaugurada ontem, para servir de apoio às equipas participantes, após beneficiar de obras de reabilitação e de requalificação.

Depois da marcha, realizou-se um acto músico-cultural e uma partida simulada de hóquei em patins com atletas locais. O torneio internacional Zé Du é disputado pelas selecções de Angola e do Brasil e as equipas de Andes Talleres (Argentina) e Liceu de la Corunha (Espanha).


SEGURANÇA
Polícia nacional
apela ao civismo

O director provincial da Ordem Pública de Malange, superintendente-chefe Kito Kitumbo, apelou aos amantes do desporto e à população a pautarem por um comportamento digno, cívico e regrado, durante o torneio internacional de hóquei em patins, que a província acolhe de 22 a 25 deste mês.

A propósito da realização do torneio José Eduardo dos Santos, o responsável disse que o Comando Provincial da Polícia Nacional preparou efectivos dos órgãos do Ministério do Interior para a segurança e patrulhamento.

Kito Kitumbo garantiu que é vetada a entrada de elementos em estado de embriaguez, alimentos, refrigerantes em garrafas, latas, bidões e objectos cortantes e pontiagudos.

“Estão asseguradas as condições de segurança e a Polícia Nacional não vai tolerar os incumpridores que tentarem desobedecer às leis”, disse.
O superintendente-chefe informou que o Comando Provincial da Polícia Nacional vai contar com um reforço de efectivos de Luanda. O “cinco” nacional de hóquei em patins já se encontra na província de Malange.