Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Gmeos esto em risco

Silva Cacuti - 16 de Agosto, 2013

Combinado nacional foi recebido ontem em apoteose pela populao de Malange e est confiante na revalidao do ttulo no torneio Internacional que arranca no dia 22

Fotografia: Jornal dos Desportos

A ausência dos gémeos Rui Miguel e Rui André e a inclusão de Martin Payero são as notas dominantes na convocatória do seleccionador nacional, Orlando Graça, para o 12º Torneio Internacional Troféu José Eduardo dos Santos, que se disputa em Malange, de 22 a 25 do corrente. A convocatória dos 12 atletas confirma ainda a ascensão do defesa médio do Petro de Luanda, João Sumba "Paizinho", que não era apontado para as escolhas do treinador.  Rui André foi a vítima directa da entrada de Martin Payero no grupo, ao passo que o seu irmão passou uma época marcada por lesões e tinha poucas possibilidades.

Desde o Mundial de San José, nos EUA, é a primeira vez que nenhum dos gémeos faz parte da Selecção Nacional. Paizinho superou com mérito a concorrência de atletas que evoluem na Europa, como ­Filipe, Ziga, Nery, Geovety e também a experiência de Mamíkua. Os eleitos para o torneio de Malange têm um passo dado para inscreverem os seus nomes no historial do primeiro Campeonato do Mundo disputado em África, já que Orlando Graça deve preterir até lá um jogador de campo e outro guarda-redes.  Os eleitos do técnico encontram-se desde o princípio da tarde de ontem em Malange, onde efectuaram a primeira sessão de treinos no Pavilhão Palanca ­Negra Gigante, erguido para acolher a prova.

Eis os eleitos: Tiago Sousa, Mitó, Pedalé, Kirro, Big, André Centeno, Mamíkua, Paizinho, Márcio, João Pinto, Johe e Martin Payero. O Torneio José Eduardo dos Santos vai contar com a participação da Selecção Nacional, da congénere do Brasil e das equipas do Andes Talleres da Argentina e Liceo de la Coruña de Espanha.


Antecâmara
Selecção do Brasil pode chegar hoje


A selecção do Brasil, primeiro convidado para o torneio internacional "Troféu Zé Du", tem chegada prevista para hoje ao país, segundo o seu capitão Jurandir Silva "Didi".

Didi, que esteve prestes a orientar a equipa no Torneio e no Mundial, revelou que a equipa chega desfalcada de três das suas melhores unidades, por questões pessoais.

O técnico argentino Miguel Belbruno, que vai comandar a equipa canarinha, dispensou Michel Zanini, Kaká e Alan Karan, para tratarem de assuntos pessoais. Os três jogadores, que actuam na Europa, juntam-se dias depois ao grupo em Luanda, para dar sequência à preparação para o Mundial.    
SC


Associativismo
Huila apoia trabalho
turístico no Namibe


O secretário do Movimento Nacional Espontâneo na Huíla, Luís Garrido, disse que a província tem responsabilidades acrescidas no acolhimento de turistas e delegações que vão participar no Campeonato Mundial de Hóquei em Patins, na vizinha província do Namibe.

Luís Garrido assegurou que a província é a plataforma giratória de delegações participantes no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, devendo para tal prestar todo o calor e acolhimento aos visitantes que começaram a visitar a região.  Para o efeito, disse, o Movimento Nacional Espontâneo está a gizar um ­programa, de forma que ao longo da competição os excursionistas sirvam de suporte aos guias turísticos no quadro do 41º Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, em particular nas províncias da Huíla e Namibe.

“O secretariado do Movimento Nacional Espontâneo nestas paragens tem um programa que está a ser preparado, de forma que ao longo da competição se faça deslocar regularmente todos os excursionistas para apoiar as equipas participantes na série do Namibe, onde figuram as selecções da Inglaterra, Estados Unidos, França, Argentina, Moçambique, Itália, Alemanha e Colômbia”, disse. 

A província do Namibe, como anfitriã, tem os seus lugares disponíveis, avançou. A Huíla vai fazer o mesmo para complementar a capacidade do pavilhão. Luís Garrido disse que a par dos jogos, há ainda a envolvente considerável na área turística e cultural. A Huíla deve dar um contributo grande à província do Namibe, disse.
ARÃO MARTINS, Lubango


Em breve

Movimento Nacional Espontâneo define número de excursionistas


O número de excursionistas ainda não está estipulado. Porém, Luís Garrido assegurou que a nível da direcção central do Movimento Nacional Espontâneo (MNE) e o COHOQUE têm estado a fazer os acertos. “Cabe à Huíla, pela proximidade das cidades do Namibe e Lubango, mobilizar o maior número de excursionistas possível”, garantiu. Músicos, artistas plásticos e escultores da Huíla estão a ser mobilizados pelo MNE para estarem presentes no maior certame mundial de hóquei.

Junto do COHOQUEI, o MNE está a fazer contactos para que se crie também locais para venda de artesanato da Huíla aos turistas do Mundo.
AM