Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Graça define o grupo

Silva Cacuti - 14 de Agosto, 2013

O jogador Big da equipa Geig de Girona de Espanha está recuperar de uma lesão muscular no tornozelo e treinou ontem condicionado

Fotografia: Jornal dos Desportos

A 24 horas para o embarque da Selecção Nacional para a cidade de Malange, palco da 12ª edição doTorneio Internacional “Troféu José Eduardo dos Santos”, o atleta Big é ainda uma preocupação para o departamento médico da equipa nacional, segundo o fisioterapeuta Manuel Mateus.O tempo de recuperação do jogador depende do empenho no trabalho específico que está a realizar, mas não há nada que ameace a presença do atleta no Torneio de Malange, assegurou o especialista.

“Neste momento, temos a equipa a 99 por cento. Estamos a trabalhar na recuperação do Big, que tem uma lesão muscular na zona do tornozelo. O tratamento decorre satisfatoriamente e o atleta já pode calçar patins. Estamos a poupá-lo para fazer trabalho específico. É o único caso que temos e isso deixa-nos tranquilos. Todos os demais estão a trabalhar sem limitações”, garantiu.Recordar que Big, atleta do Geig de Girona de Espanha, falhou o duplo amistoso da Selecção Nacional, na semana passada, diante do 1º de Agosto e do Misto de Luanda.

A selecção deixa o Drem Space, local de concentração, amanhã, e viaja para a cidade de Malange, onde vai adaptar-se ao piso do pavilhão Palanca Negra, erguido para acolher a competição. O seleccionador Nacional, Orlando Graça, deve definir hoje os 12 atletas para o Troféu Internacional, dos 19 com quem trabalha actualmente.A Taça Zé Du visa saudar o 71º aniversário natalício do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a assinalar-se a 28 do corrente. A Federação Angolana de Patinagem, organizadora do evento, convidou as equipas do Andes Talleres da Argentina, Liceo de lá Coruña e a selecção do Brasil, adversária da selecção angolana na abertura.

TORNEIO ZÉ DU
Governador Kwata Kanawa
destaca o desenvolvimento

A realização do Torneio Internacional de Hóquei em Patins, Zé Dú, que Malange acolhe de 22 a 25 deste mês, e o Mundial da modalidade, em Setembro próximo, nas cidades de Luanda e do Namibe, são provas evidentes de desenvolvimento do sector desportivo no país.A afirmação é do Governador de Malange, Norberto dos Santos, quando intervinha na cerimónia inaugural do Pavilhão Palanca Negra Gigante, presidida pelo vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente na última segunda-feira.

A organização e a realização dos dois eventos, de acordo com o governante, demonstram o empenho e a dedicação do Executivo na promoção e no desenvolvimento do desporto, rumo ao bem-estar dos cidadãos.Por outro lado, Norberto dos Santos destacou o surgimento do Pavilhão multiuso como importante infra-estrutura, para além de representar um benefício para a província, vem render tributo à Palanca Negra Gigante, antílope que constitui um símbolo Nacional de referência internacional, existente apenas em Angola, no santuário do Parque Nacional de Cangandala, na província de Malange.

“Do mesmo modo, essa importante obra de engenharia também é um orgulho para os malanginos e constitui um marco para o relançamento do desporto na província, com destaque para as modalidades de sala, como o hóquei em patins e artística, basquetebol, andebol, futsal, entre outras, as quais a província já foi referência no passado”, destacou. O Governador provincial de Malange disse também que as estruturas centrais do Executivo estão abertas para a partilha de gestão e manutenção do Pavilhão inaugurado, de forma que a massificação seja um facto.

Com capacidade para três mil assistentes, as obras do Pavilhão Palanca Negra tiveram a duração de nove meses. Localizada no bairro da Nvuanvuala, cerca de oito quilómetros a sul da cidade capital de Malange, o edifício ocupa uma área de 4 mil e 10 metros quadrados de construção, dentro de um perímetro de extensão de 34 mil e 966 metros quadrados.O acto de inauguração foi marcado com um jogo de exibição de hóquei em patins, entre equipas locais de juniores.

ESCOLHA DE ATLETAS
Hugo e Rui André
podem ficar de fora


A equipa técnica nacional liderada por Orlando Graça define hoje, os 12 atletas que vão disputar o Torneio Internacional em Hóquei em Patins “Zé Du”, a disputar-se de 22 a 25 deste mês na província de Malange, segundo a AngopNos últimos treinos e nos dois jogos amigáveis disputados com o 1º de Agosto (5-1) e com um Misto de Luanda (1-1), o seleccionador Orlando Graça apostou num grupo de jogadores, que pressupõe ser a base dos que pensa escolher para o Torneio Zé Du.

O guarda-redes Tiago, Pedalé e Mitó, os jogadores de campo Kirro, João Pinto, Johe, André Centeno, Márcio, Martin Payero e Big, devem constar entre os 12, fica em aberto a integração de Paizinho e Mamikwa.
Integram ainda a selecção nacional, Hugo (guarda-redes) Geoveth, Rui André, Ziga, Neri, Rui Miguel, Paizinho e Filipe Bernardino.
Angola é a campeã em título do Torneio Internacional Zé Du, cujo troféu ergueu na cidade do Huambo em 2011, na antecâmara da organização do Campeonato do Mundo.

ARBITRAGEM
Quatro angolanos
apitam em Malange


O Conselho de Arbitragem da Federação Angolana de Patinagem (FAP) promove um seminário de capacitação para os árbitros internacionais angolanos convocados para actuar no Torneio Internacional “Taça Zé Du” e no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins. A acção formativa decorre em Malange, de 19 a 22 do corrente, no âmbito da realização do Torneio Internacional, cujo arranque está previsto para o dia 22 do corrente. Para a prova de Malange foram chamados os internacionais: Nascimento Júnior, Patrícia Costa, Edelfrides Cipriano e Jorge Borges, de resto, as mesmas duplas vão actuar no Mundial. À excepção de Patrícia Costa, os três angolanos ajuizaram os dois jogos amistosos da Selecção Nacional diante do 1º de Agosto (5-1) e do Misto de Luanda  (1-1). Os árbitros internacionais Maria António e Sérgio Zumba foram convocados para fazer o serviço de cronometristas e controladores de mesa.

Para o Torneio Zé Du, a Federação Angolana convidou um árbitro de Portugal e outro de Espanha. A 12ª edição da Taça Zé Du disputa-se no Pavilhão Palanca Negra, inaugurado na segunda-feira pelo Vice-Presidente da República, Manuel Vicente. A infra-estrutura, erguida em nove meses, tem capacidade para três mil lugares.A prova enquadrada no calendário do Comité Internacional de Rink Hockey (CIRH), disputa-se no âmbito das comemorações do 71º aniversário natalício do Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.