Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pas est pronto

25 de Junho, 2013

Albino da Conceio, Secretrio de Estado dos Desportos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Secretário de Estado dos Desportos, Albino da Conceição, reafirmou ontem, em Luanda, a prontidão do país para albergar a 41ª edição do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, a decorrer de 20 a 28 de Setembro.

Ao falar durante um encontro entre membros do Executivo, do Comité Organizador do Campeonato do Mundo e do Corpo Diplomático acreditado em Angola, salientou que na data prevista tudo vai estar pronto para que os visitantes possam ser recebidos. “Nós queremos ter aqui os atletas em boas condições, oferecer as melhores comodidades possíveis para a sua estadia no nosso território, por isso o trabalho está a ser feito”, disse.

Após ter feito uma resenha de todo o processo organizativo desenvolvido pelas autoridades angolanas, realçou que estão a ser feitos avultados investimentos, como a construção de um pavilhão em Luanda, com 12 mil lugares, e outro para quatro mil na província do Namibe. Paralelamente a isso, está a ser construído um outro pavilhão na província de Malanje, para albergar a Taça Zé Dú, actualmente a terceira prova no âmbito da Federação Internacional de Hóquei em Patins.

Esta prova tem lugar no mês de Agosto e é um teste à capacidade organizativa do país, porque em princípio vão estar representados alguns dos países que devem evoluir no Campeonato do Mundo. De igual modo, referiu que estão criadas as condições no domínio do atendimento médico e hoteleiro. Estiveram ainda presentes no evento os secretários de Estado das Relações Exteriores, Ângela Bragança, da Saúde, Carlos Alberto Masseca, e o vice-presidente do Comité Organizador, Pedro Azevedo.

Fazem parte do Capeonato do Mundo que o país acolhedor, de 20 a 28 de Setembro nas cidade de Luanda e Namibe, Portugal, Moçambique, Brasil, Argentina, França, EUA, Alemanha, Áustria, Chile, Itália, Inglaterra, Suiça, Espanha e Colômbia.

A ABRIR  
Preparativos estão avançados


O Comité Organizador do Campeonato Mundial de Hóquei em Patins (Cohoquei) constatou, ontem, haver um avanço no nível de execução das tarefas das sub-comissões do evento marcado para 20 a 28 de Setembro do corrente ano. Carlos Alberto Jaime “Calabeto”, que falava no final da 9ª reunião do Cohoquei, disse que o encontro foi muito proveitoso e que os constrangimentos financeiros foram superados.

“Foi uma reunião muito produtiva. Constatámos que há um elevado grau de avanço a nível de todas as subcomissões. As obras dos pavilhões estão conforme o programado pelo empreiteiro e pela equipa de fiscalização, e os membros da equipa técnica que as acompanha”, disse.

Carlos Alberto Jaime disse que recebeu garantias do Secretário de Estado do Orçamento, Alcides Safeka, de que estariam superados os constrangimentos de ordem financeira. “Quanto aos constrangimentos que tínhamos de ordem financeira, tivemos garantias por parte do representante do Ministério das Finanças de que serão ultrapassados”, disse.

Na reunião ficou também a informação de que o Cohoquei vai preparar 300 voluntários em Luanda, 100 para o Namibe e outros tantos para Malange, palco da Taça Zé Du, cuja selecção e formação estão já em preparação.
SILVA CACUTI


Angola pretende crescer
com o Mundial de Hóquei

Ângela Bragança disse que os angolanos estão dispostos a manifestar carinho e hospitalidade

A secretária de Estado das Relações Exteriores, Ângela Bragança, referiu ontem, em Luanda, que um dos principais propósitos de  Angola na realização do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins é o crescimento do país, quer no domínio das infra-estruturas, como também em prestígio, amizade e cooperação.

Ângela Bragança fez este pronunciamento  quando falava durante um encontro entre membros do Executivo angolano, do Comité Organizador do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins e do corpo diplomático acreditado no país.

Salientou que “nós queremos que os jovens desportistas e dirigentes que venham a Angola se sintam bem e possam desfrutar da realidade do país nas suas múltiplas vertentes. Angola é um país aberto, que decidiu albergar o campeonato  do mundo  de hóquei, não obstante as dificuldades existentes”.
Para a secretária de Estado, ”se todos os países decidirem albergar realizações do género apenas quando todos os problemas estiverem resolvidos, de certo que ninguém alberga, porque país nenhum pode dizer que está isento de problemas”.

Disse que os angolanos estão dispostos a manifestar o carinho e hospitalidade, para que possa fazer com que cada jovem que venha ao país agora como desportista, possa mais tarde sentir o interesse e desejo de retornar a Angola como turista, empresário, homem de letras ou de ciência.

Considerou ainda este como sendo um momento bastante importante, uma vez que Angola, apesar de não ser uma das potências do Hóquei, verifica já um movimento interessante de crianças e jovens. Estiveram ainda presentes ao evento os secretários de Estado dos Desportos, Albino da Conceição, da Saúde, Carlos Alberto Masseca, e o vice-presidente do Comité Organizador, Pedro Azevedo.

Fazem parte do Campeonato do Mundo que o país irá albergar, de 20 a 28 de Setembro nas cidade de Luanda e Namibe, Portugal, Moçambique, Brasil, Argentina, França, EUA, Alemanha, Áustria, Chile, Itália, Inglaterra, Suíça, Espanha e Colômbia.