Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Polícia garante segurança para o mundial em Setembro

12 de Julho, 2013

Os agentes são apoiados por outras forças auxiliares como as de Intervenção Rápida durante o Campeonato do Mundo de 2013

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Comando Geral da Polícia Nacional mobilizou mil efectivos da Ordem Pública para segurança do 41º Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, que se disputa de 20 a 28 de Setembro nas províncias do Namibe e Luanda.

 Em entrevista à Angop, no distrito urbano da Ingombota, em Luanda, o chefe da área de operações e segurança do Mundial, sub-comissário Aristófanes dos Santos, disse que destas forças 700 são destacadas em Luanda e 300 no Namibe.

 Do efectivo fazem parte, entre outras, brigadas apeadas, auto, moto, caninas, cavalaria e de trânsito.  Os agentes são apoiados por outras forças auxiliares como as de intervenção rápida, económica, investigação criminal, inteligência, serviço de bombeiros, emigração e estrangeiros, emergências médicas, assim como da Interpol.

 O plano global estratégico de segurança da competição foi preparado há um ano, aprovado pelo Ministério do Interior, e engloba o torneio internacional “Zé Du”, a ser realizado em Agosto, em Malange.

 De acordo com o oficial superior, os efectivos seleccionados estão, neste momento, em fase de formação em técnicas de segurança de eventos desportivos. A parte teórica começa a ser ensaiada durante o torneiro internacional de hóquei "José Eduardo dos Santos”.

As forças uniformizadas, prosseguiu, vão ficar estacionadas na parte exterior dos Pavilhões, campos de treino, hospitais e hotéis seleccionados, assim como locais em que estão turistas e claques organizadas.

 O responsável acrescentou que a pedido da subcomissão de segurança foi construído no pavilhão de Luanda um heliporto equipado (placa para aterragem de helicópteros), que pode ser utilizado em casos de emergência, com realce para evacuação hospitalar.

 Aristófanes dos Santos anunciou para o dia 15 do corrente mês o início do processo de formação dos assistentes de recintos desportivos. O oficial superior acrescentou que estão criadas as condições para o processo de credenciamento de delegações oficiais, jornalistas e figuras VIP. A segurança prevê a proibição de entrada de objectos contundentes, câmaras fotográficas particulares, assim como a entrada de pessoas em estado de embriaguez, a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos pavilhões. Aristófanes dos Santos apelou aos cidadãos para o civismo e responsabilidades no sentido de cooperarem para a segurança.


Vídeo vigilância

Polícia Nacional instala câmaras


Nos pavilhões das províncias de Luanda e do Namibe, por ocasião do Campeonato do Mundo e troféu internacional "José Eduardo dos Santos" de hóquei em patins, em Malange, são instaladas 350 câmaras de vídeo vigilância electrónica.

 A Angop soube do chefe do núcleo de operações e segurança do mundial da modalidade, subcomissário Aristófanes dos Santos, que 200 câmaras são instaladas no recinto de Luanda, 75 no do Namibe e igual número em Malange.

 As câmaras são orientadas por sistemas de som e imagem ao mesmo tempo, 24 horas por dia, a partir de um posto de comando chamado “Sala de situação”, a funcionar no Instituto Superior de Ciências Policiais, no município de Belas, em Luanda.

  De acordo com o oficial da corporação, os três pavilhões estão equipados com sistemas de controlo de cidadãos, onde a partir do posto de comando se pode ter o acesso ao número de pessoas que entram e saem do local.