Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vendedoras do Bi revelam indiferena

Srgio V. Dias/no Cuito - 23 de Setembro, 2013

Muitas vendedoras do Bi no dominam a realizao do Campeonato do Mundo de hquei em patins prova a decorrer de 20 a 28 do ms em curso em duas cidades do pas

Fotografia: Jornal dos Desportos

Numa ronda feita na manhã de ontem, pelos mercados do Cuito, capital da província do Bié, a equipa de reportagem do Jornal Desportos apurou haver no seio de muitas vendedoras um relativo desconhecimento em relação ao Campeonato do Mundo de hóquei em patins que o país alberga. Sobre a competição, que tem como palco as cidades de Luanda e do Namibe, algumas vendedoras interpeladas pelo Jornal de Desportos revelaram também o facto do total desinteresse que têm em relação ao desporto e à modalidade em particular.

Bernarda Tchissola, vendedora do mercado municipal do Cuito, disse que não acompanha nada pelos órgãos de comunicação social em relação a este Campeonato do Mundo, em que Angola venceu na abertura a similar da África do Sul, por 8-2.“Não acompanho nada, nem na rádio nem televisão.Normalmente, quando termino a minha actividade no mercado, vou para casa e, à noite, frequento aulas de alfabetização. Quando chego a casa já não tenho mais tempo para nada”, disse.

Bernarda Tchissola revelou, ainda, total desinteresse pelo desporto e pelo hóquei em patins, em particular. “Não gosto de desporto e quanto ao hóquei digo a mesma coisa, porque nunca vi nada disso aqui na nossa província”, argumentou.À semelhança dela, Delfina Camuco, igualmente vendedora do mercado municipal do Cuito, e Teresa Cauvi, no Tchissindo, também revelaram total desinteresse e ignorância em relação ao Campeonato do Mundo de hóquei em patins.Delfina Camuco disse ao nosso jornal que “não sabe absolutamente nada” sobre esta grande montra do hóquei em patins mundial. Teresa Cauvi, por seu turno, sublinhou que, apesar ter ouvido falar da prova, justifica que não se interessa por nada que tenha a ver com o desporto e a modalidade, em particular.

VENDEDORA ATENTA
Ao contrário das suas companheiras de ofício, Maria Camuvale revelou-se uma pessoa mais atenta nesse particular.A jovem vendedora do mercado municipal do Cuito disse ter acompanhado o jogo inaugural deste mundial que pôs frente-a-frente Angola, na qualidade de equipa anfitriã, e a similar da África do Sul.

Embora não se tivesse pronunciado sobre o desfecho do jogo, Maria Camuvale, no seu semblante extrovertido, sublinhou categoricamente que a vitória sorriu a Angola.“Acompanhei o jogo e sei que a nossa selecção ganhou. Apesar disso, já não me recordo do resultado”, disse.Mais ainda. Maria Camuvale prometeu, no contacto mantido com o nosso jornal, que vai procurar estar mais atenta aos próximos jogos, particularmente aqueles em que a Selecção Nacional intervém. “Vou procurar estar mais atento e acredito que Angola vai ganhar”, disse em tom de satisfação.

Além do Grupo-C, que integra as selecções de Angola, Portugal, Chile e África, este Mundial, que decorre até ao próximo dia 28 nas cidades de Luanda e do Namibe, inscreve ainda outros três.
Trata-se do Grupo-A, em que pontificam as selecções do Brasil, Espanha, Áustria e Suíça, B, que integra a Argentina, Uruguai, França e Alemanha, e, finalmente, o D, com Moçambique, Itália, Colômbia e Estados Unidos.