Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Africano atarefa seleco

Mrio Eugnio - 26 de Dezembro, 2013

Africano mobiliza Seleco de Andebol

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional feminina de andebol começa esta manhã, no pavilhão principal da Cidadela, os trabalhos tendo em vista a participação no Campeonato Africano das Nações (CAN), a disputar-se de 15 a 25 de Janeiro em Argel.

Depois de cumprir um pequeno período de férias decorrente da presença no Campeonato do Mundo da Sérvia, o “sete” nacional encara agora o grande desafio de preparar-se para a revalidação do título africano na Argélia. Para o efeito, trabalha de amanhã até ao dia 27 em Luanda, seguindo a 3 de Janeiro para a Sérvia para um estágio pré-competitivo de 11 dias.

De acordo com o seleccionador nacional, Vivaldo Eduardo, apenas amanhã a Selecção Nacional trabalha numa só sessão, dobrando nos dias subsequentes até à partida para o estágio. Na Sérvia, onde competiu recentemente para o mundial, Angola vai fazer a preparação até 13 de Janeiro. Durante este período vai fazer quatro jogos, sendo dois com a congénere da Argélia e os outros dois com equipas da Áustria.

Os jogos com as argelinas estão marcados para os dias 6 e 7 de Janeiro, na Hungria (a 80 quilómetros do local do estágio), enquanto as partidas com o Hypo NO (campeã) e a segunda melhor equipa da liga austríaca realizam-se naquele país entre os dias 8 e 12, numa localidade que dista 400 quilómetros da Sérvia. A campeã da Áustria é orientada pelo seleccionador do Brasil, que venceu o Campeonato do Mundo.

Vivaldo Eduardo deu a conhecer que a equipa técnica vai integrar mais quatro atletas no grupo que esteve no mundial, Juliana Machado, Isabel Fernandes, Azenaide Carlos e Matilde André, devendo depois afastar duas ou três para ter um total de 18 jogadoras que vão fazer o estágio e jogar o campeonato africano.

O objectivo de Angola continua a ser o mesmo, vencer o africano, mas o seleccionador adverte que não é uma empreitada fácil, apesar dos bons indicadores deixados pela Selecção Nacional na Sérvia.

“A equipa tem ainda de melhorar muito, a partir do próprio plantel. Vamos integrar as quatro atletas que estiveram a trabalhar em Luanda e avaliar o seu estado de forma; temos de melhorar o nosso sistema defensivo e jogar até ao limite para estarmos em condições de vencer o campeonato africano. Vai ser uma tarefa muito difícil”, disse.

Para “operação” Argel, estão às ordens da equipa técnica as seguintes jogadoras: Cristina Branco, Teresa Almeida, Maria Pedro, Isabel Guialo, Lurdes Monteiro, Rossana Quitongo, Luísa Kiala, Magda Cazanga, Marcelina Kiala, Liliana Paixão, Lisandra Salvador, Joelma Viegas, Iracelma da Silva, Marta dos Santos, Natália Bernardo, Anastácio Sibo, Albertina Kassoma, Juliana Machado, Isabel Fernandes, Azenaide Carlos e Matilde André.
Angola está no grupo B com a Tunísia, Congo e Guiné.