Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola no local da competição

11 de Janeiro, 2017

Angolanos desembarcam em França com rótulo de selecção com defesa aguerrida

Fotografia: Jornal dos Desportos

A escasso um dia do início do mundial de andebol em França, a selecção angolana sénior masculina já está no palco do Campeonato do Mundo, para tentar a partir de amanhã, quinta-feira, superar a sua melhor classificação (21ª posição), quando defrontar a similar da Eslováquia no arranque da competição.

A Selecção Nacional deixou ontem, Portugal, onde em Vila Nova de Gaia, efectuou um estágio de preparação, em que defrontou equipas locais, com quatro jogos disputados.

Agora orientado pelo técnico Alexandre Machado “Careca”, coadjuvado por Marcelino Nascimento, o conjunto nacional aprimora aspectos competitivos para enfrentar o grupo B do mundial, sediado na cidade de Metz, no qual figuram as congéneres da Tunísia, Macedónia, Islândia e Espanha, na prova a ser disputada de 11 a 29 deste mês.  No estágio, a equipa averbou duas derrotas, sendo frente ao FC de Gaia (24-26) e FC do Porto (21-28).

O grupo procura maior competência para contrariar o favoritismo dos adversários, tarefa que se afigura difícil, dada a qualidade dos mesmos.

A selecção masculina, medalha de bronze no último campeonato africano no Cairo, em 2016, pode escrever uma página brilhante da sua história na alta competição internacional, em caso de qualificação aos oitavos-de-final no 25º mundial da categoria. O grupo “B” é o mais homogéneo.

Não obstante ligeira vantagem da Espanha, Eslovénia e Islândia (principais candidatos aos lugares cimeiros), Angola, Tunísia e Macedónia rivalizam pelo quarto lugar de qualificação à segunda fase.

Será a terceira presença de Angola num mundial, depois de 2005, na Tunísia, e 2007 na Alemanha. Ao serviço da selecção nacional estão: Geovanni Muachissengue, Julião Gaspar, Gilberto Figueira (guarda-redes), Adelino Pestana, Edvaldo Ferreira, Sérgio Lopes (meia-distâncias), Manuel Nascimento, Romé Ebo (centrais), Osvaldo Mulenessa, Nestor Kinanga, Adilson Maneco, Elias António, Belchior Camuanga (pontas) e Gabriel Tecas e Yaroslav Aguiar (pivotes).