Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Azenaide Carlos enaltece participação

Silva Cacuti - 18 de Dezembro, 2013

Selecção Nacional regressa amanhã com o pensamento voltado para o campeonato africano

Fotografia: Jornal dos Desportos

A meia-distância Azenaide Carlos, falhou a disputa do campeonato mundial da Sérvia, por lesão, disse ontem, ao Jornal dos Desportos, que a prestação da Selecção Nacional na prova é aceitável, em função da realidade vivida pelo conjunto nacional.“Entende-se a prestação da nossa Selecção Nacional, porque a maior parte das atletas, que estiveram na Sérvia, são muito jovens, e as jogadoras mais experientes estavam limitadas fisicamente”, disse.

A jogadora do 1º de Agosto, ficou em Luanda para recuperação, disse, que cada jogo da Selecção Nacional, transformou-se num momento doloroso.
“Para quem, como eu, está habituada a estar lá dentro, foi muito difícil viver os jogos deste modo. Saber que fazes parte do grupo, mas por questões de saúde ficas afastada, e ver as colegas fazerem aquele grande esforço, sem poder dar o contributo, é mesmo doloroso”, comentou.

Azenaide Carlos, disse, que está ansiosa em voltar a integrar o grupo, e está confiante na sua recuperação. Detentora de um remate potente, Azenaide Carlos pensa, que as atenções devem estar viradas, agora, para o campeonato africano, onde a Tunísia é, novamente, a grande adversária.

O facto de as tunisinas estarem a ser orientadas pelo português Paulo Pereira, que conhece bem o plantel angolano, pois já foi seleccionador, é irrelevante. “Muitas pessoas falam disso, mas acho, que o facto do Paulo Pereira estar na Tunísia não importa. O que nos caracteriza é a nossa vontade de jogar, e o treinador português não vai jogar no campo. Portanto, é sempre a mesma história: a Tunísia não é a nossa maior adversária, nem o Paulo Pereira. Somos nós mesmas, de acordo com a atitude que tivermos em campo”, disse.

A Selecção Nacional chega ao país amanhã, proveniente da Sérvia, onde alcançou os oitavos-de-final da prova. Em Luanda, as comandadas de Vivaldo Eduardo vão gozar alguns dias de descanso e depois do Natal retomam a preparação, para o campeonato africano de Argel.Azenaide Carlos, Isabel Fernandes e Juliana Machado, atleta que evoluem na Espanha, podem integrar a Selecção Nacional com vista a missão africana, onde o objectivo é a conquista da prova.