Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federação aposta no andebol de praia

23 de Novembro, 2015

Federação aposta no andebol de praia

Fotografia: José Soares

Com vista a participação do país em provas internacionais de andebol de praia, a Federação Angolana de Andebol (Faand) pondera a criação de uma selecção nacional. A intenção ficou expressa na cerimónia de abertura do curso de treinadores que decorre até amanhã na Galeria dos Desportos, em Luanda.

O presidente de Direcção da Faand, Pedro Godinho, manifestou a pretensão pessoal de trabalhar em prol desta especialidade, visando a participação do país no campeonato mundial dentro de dois a três anos.A realização curso constitui o primeiro passo para se atingir o desiderato, segundo Godinho. Com a formação, os agentes vão inovar as técnicas de treinamento, movimentação dos atletas e as regras dessa especialidade de andebol.

O presidente de direcção prometeu disponibilizar todos os meios possíveis para a criação de núcleos de andebol de praia e facilitar a organização de províncias e outros torneios. O objectivo final é formar atletas habilidosos para integrarem as futuras selecções nacionais.Em Angola, o andebol de praia é movimentado por grupos formados por ex-andebolistas, juízes e treinadores.

CURSO PARA
TREINADORES


Vinte pessoas entre os quais ex-atletas e técnicos participam até amanhã, na Galeria dos Desportos, em Luanda, num curso de treinadores de andebol de praia com vista a aprendizagem de novas regras. Monitorados pelo membro do grupo de trabalho do andebol de praia da Federação Internacional de Andebol, o turco Burak Tezcan, os participantes recebemo instruções teóricas actualizadas sobre a movimentação dos andebolistas em campo. As aulas práticas decorrem na Ilha de Luanda.

Organizado pela direcção da Federação Angolana de Andebol, com o apoio directo do órgão reitor mundial, os formandos contam com a disponibilidade de kits para formatação de campo e bolas para a dinamização no país.Além de Angola, em África, o andebol de praia é praticado em quatro países, mormente, a Tunísia, Argélia, Egipto e a Líbia, que já têm disputado os campeonatos mundiais.