Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao angolana a melhor de frica

03 de Novembro, 2018

Angola distinguida como melhor federao

Fotografia: Edies Novembro

A Federação Angolana de Andebol (Faand) foi recentemente distinguida como melhor do continente, em cerimónia realizada à margem da 40ª edição da Taça dos Clubes campeões, disputada em Abidjam, Costa do Marfim. É a quarta distinção que a (Faand) recebe do órgão reitor do andebol no continente, depois de 2012, 2013, e 2014. Na cerimónia, a Faand foi representada por Zeca Venâncio.
O critério de pontuação do ranking da Confederação Africana de Andebol (Cahb) é o somatório das diferentes classificações em todas as categorias e escalões etários, incluído competições de clubes.
\"Há factores que concorreram para termos esta distinção, além das vitórias das nossas selecções femininas, das nossas equipas nas provas de clubes e do terceiro lugar da selecção masculina. Não conta apenas o que se faz dentro da quadra. Somos uma federação regular na participação em provas da Cahb, honramos nossos compromissos financeiros, e isto tem peso. Resumindo, temos a folha limpa\", disse Pedro Godinho, presidente de direcção da Faand.
Godinho considera que a distinção aumenta as responsabilidades de Angola, no sentido não só de manter as conquistas, mas também a regularidade de presença nas competições da Cahb.
Lamentou não ser da responsabilidade da Faand a não participação das equipas masculinas nas competições de clubes. \"Compreendo que o momento financeiro dos clubes é difícil e que é preciso estabelecer prioridades, por isso a ausência de equipas masculinas nas provas não é imputada à Faand. Não podemos ser nós, nem tão pouco sabemos como está a vida dos clubes\".
O responsável considera que \"Angola tem andebol de qualidade para que suas equipas masculinas possam também almejar o pódio e as medalhas de bronze em dois africanos consecutivos é prova disso\".
Nos últimos dois anos Angola teve o títulos continentais em seniores femininos e juniores, terceiro lugar masculinos, uma medalha nas cadetes, uma participação no \"africano\" de juniores masculinos, uma participação nos jogos africanos da juventude, além de duas equipas finalistas na taça das taças e na taça dos clubes campeões. Pedro Godinho atribui o mérito da conquista aos clubes e acredita que se voltarmos a ter também participação das equipas masculinas nas suas competições de clubes, ajudaria na melhoria da pontuação para o ranking do nosso andebol.
Recordar que recentemente o 1º de Agosto arrebatou o título da Taça dos Clubes campeões em que venceu o Petro de Luanda, enquanto que, em Abril, o Petro de Luanda venceu o 1º de Agosto na final da taça das taças.  


FINAL DA TAÇA
D\'Agosto e Petro
podem  reeditar
duelo de Abidjan


A final da Taça de Angola, em andebol, pode voltar a colocar frente a frente as equipas seniores femininas do 1º de Agosto e do  Petro de Luanda, depois da recente disputa em Abidjan, Costa do Marfim, para a Taça dos Clubes campeões de África.
Independente dos adversários que venha a inscrever, a final vai ser um dos principais atractivos desportivos inseridos nos festejos do 43º aniversário da Independência Nacional.
A partida disputa-se a 11 de Novembro, às 18H00, no pavilhão principal da Cidadela Desportiva, segundo nota da Federação Angolana de Andebol.
Para lá chegarem Petro de Luanda e 1º de Agosto precisam desfazer-se dos concorrentes na meia-final, que está marcada para o dia 6 do corrente.
O Petro de Luanda, detentor do troféu, defronta a Marinha de Guerra, ao passo que o 1º de Agosto vai medir forças diante do ASA. Em qualquer dos confrontos os finalistas da prova continental são favoritos.
O 1º de Agosto venceu a final da versão masculina da Taça de Angola ao bater a Marinha de Guerra por 32-23, em jogo disputado a 10 de Agosto.