Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Guarda-redes desfalcam selecção

Silva Cacuti - 14 de Novembro, 2014

A ausência das principais atletas da baliza inquieta o seleccionador nacional que precisa definir o grupo para o estágio em Gaia

Fotografia: José Cola

As duas principais guarda-redes da selecção nacional sénior feminina de andebol estão impedidas de trabalhar a 100 por cento com a equipa que deu início, na terça-feira, à preparação visando o torneio pré-olímpico que Angola acolhe de 16 a 22 de Março do próximo, que tem sido titular na baliza nacional Maria Pedro, guarda-redes do Petro de Luanda, e Cristina Branco, campeã nacional pelo 1º de Agosto, estão a recuperar de lesões contraídas durante o jogo da Supertaça, segundo João Florêncio, seleccionador nacional.

As duas atletas juntam-se a Azenaide Carlos, Isabel Fernandes, Magda Cazanga e Elizabeth Cailo "Jú" que se apresentaram à selecção, mas estão sob cuidados médicos.

A situação é preocupante porque João Florêncio precisa definir com antecedência o lote de atletas que vai levar a 19 do corrente para o estágio na região portuguesa de Gaia. Em terras portuguesas, a equipa nacional vai trabalhar até 30 do corrente.

Para as ausências eventuais, o técnico reforçou a convocatória inicial com outras cinco atletas. Iovania Quinzole, Honorina Matumona, Sara Luís, Liliana Paixão e Ríssia Oliveira.

"Temos um  universo de convocáveis de 32 atletas. Fizemos a convocatória com 22, mas deixamos cinco atletas sobre aviso para as situações que estão a acontecer. Elas podem ser observadas para possível integração na selecção", explicou.

Na dupla sessão de treinos de ontem, a selecção nacional fez exercícios coordenativos, consubstanciados em  passe com movimento, sempre com a utilização de duas bolas. Este trabalho, explicou o técnico, permite a evolução das jogadoras do ponto de vista perceptivo e temporal.

Na segunda parte fez-se trabalho com as guarda-redes e, no final houve, um jogo rígido entre as atletas disponíveis.

Ainda ontem, no período da tarde, houve uma sessão teórica, dominada pela visualização do trabalho feito no período da manhã. Houve ainda tempo para trabalho de campo direccionado a movimentos de ataque.

O seleccionador nacional trabalha somente com atletas que evoluem em equipas angolanas. As que militam em equipas europeias devem integrar o grupo em Portugal. Assim sendo, o técnico trabalha com Ngalula Kanka, Ivete Simão, Marta dos Santos, Matilde André , Luisa Kiala, Maria Petro, Cristina Branco, Elizabeth Cailo, Rossana Quitongo, Patrícia Barros, Joana Costa, Albertina Cassoma, Lurdes Monteiro, Wuta Dombaxi, Lisandra Salvador, Azenaide Carlos, Iracelma Silva, Isabel Fernandes, Magda Cazanga, Teresa de Almeida, Natália Bernardo e Helga Quimeia, que haviam sido convocadas anteriormente.


Lunda Norte precisa
de uma sede social

A falta de uma sede para o funcionamento da Associação Provincial de Andebol na Lunda Norte dificulta o desenvolvimento da modalidade. O vice-presidente da instituição, Simão Cacoma, afirmou que a ausência de uma infra-estrutura para acolher os serviços administrativos, a par de campos e pavilhões, condiciona o desenvolvimento do andebol.

Falando sobre o estado actual da modalidade na Lunda Norte, Simão Cacoma adiantou que a existência de um único campo (concebido para o ténis) para várias modalidades compromete o plano de massificação do desporto. A Lunda Norte conta com vários atletas em diferentes escolas, nas classes masculina e feminina, dos 10 e 15 anos.

Simão Cacoma referiu ainda que a sua direcção necessita de meios desportivos, sobretudo, bolas para o incentivo da prática de andebol.  

O dirigente desportivo adiantou que, embora não seja possível a concretização do programa, a direcção continua a empenhar-se na realização de provas como torneio zonal (em alusão ao 72º aniversário do Presidente da República) e uma actividade no âmbito das festividades da independência nacional, com vista a manutenção do andebol. A realização de um outro torneio no próximo mês vai marcar o fim da época desportiva na província.