Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Homenagens fecham celebraes

Silva Cacuti - 01 de Junho, 2014

Secretrio de Estado dos Desportos Albino da Conceio recebeu o galardo atribudo ao Chefe do Executivo das mos de Godinho

Fotografia: Joo Gomes

A Federação Angolana de Andebol (Faand) fechou a jornada comemorativa dos 40 anos da modalidade com uma série de homenagens em que se realça a endereçada ao Chefe do Executivo José Eduardo dos Santos pela persistência no apoio à modalidade. As homenagens foram feitas durante uma gala realizada na sexta-feira no recinto da Rádio Vial, em Luanda.

A noite o requinte esteve todo dedicado ao andebol e aos seus fazedores. Foi com um minuto de silêncio que começaram as homenagens. Nesse minuto foram recordados dirigentes, treinadores, atletas, jornalistas, que já não fazem parte do mundo dos vivos, mas o seu empenho foi imprescindível para o alcance dos níveis actuais.

"O nosso primeiro reconhecimento por este engrandecimento da modalidade vai para o Governo angolano que mesmo a viver ao longo destes 40 anos, pelo menos, 30 anos de vicissitudes de instabilidade política, nunca deixou de olhar para o desporto como das prioridades do governo, a quem agradeço e em particular o Chefe do Executivo, Sua Excelência Senhor Presidente da República, para quem peço uma salva de palmas", disse Pedro Godinho, presidente da Faand, antes de entregar a Albino da Conceição, secretário de Estado do Desporto o galardão que simboliza a homenagem.
A Faand subdividiu as categorias a homenagear e  depois do Executivo  angolano, homenageou os ex-presidentes da Federação.

Nessa categoria destacaram-se nomes como Hilário de Sousa, Marcelino Lima, José Cardoso de Lima, Archer Mangueira, Sardinha de Castro e Rui Mingas.

Foram homenageadas as antigas atletas como Maria José, Palmira Barbosa, Paula Sacramento, Fábia Raposo, Hermínia Coelho, Odeth Tavares, Marcelina Kiala e ainda Tó Araújo, Carlos Guimarães, Óscar Rodrigues, José Teodoro, Giovany Muachissengue.

O momento em que Dantas Cardoso, antigo árbitro se comoveu ao agradecer a homenagem contagiou a sala de emoção.
Foram também homenageados os antigos árbitros José Nascimento e Felisberto de Sousa.

Vivaldo Eduardo e Filipe Cruz, últimos seleccionadores nacionais de seniores, encabeçaram a lista dos técnicos homenageados que incluiu, entre outros, Norberto Baptista e João Ricardo.

Nesta cerimónia de homenagem, a Faand criou uma categoria para homenagear famílias em que mais de um membro representou a modalidade.
Mpanya Cassoma, patriarca da família com oito filhos praticantes, cujo destaque é a pivot Albertina Cassoma, e Teresa Kankana, mãe das manas Kiala, foram muito ovacionadas quando receberam os troféus das respectivas famílias.

ANDEBOL
Palmira Barbosa valoriza FAAND


A antiga glória do andebol nacional e africano, Palmira Barbosa, disse que a iniciativa da Federação Angolana de Andebol (FAAND) em homenagear as várias franjas da modalidade deixa-a muito satisfeita.

Ao intervir, depois de receber a sua lembrança de homenagem, a antiga capitã da selecção nacional e do Petro de Luanda, disse que actos como a homenagem valem pelo reconhecimento que um cidadão deve ter pelos seus feitos em prol da nação.

"Sinto-me particularmente feliz, por  estar aqui  esta noite com pessoas com quem partilhei as quadras e fui orientada enquanto jogadora quer nos clubes quer nas selecções nacionais", disse.

Com este acto que vai ficar na memória de muito boa gente, Palmira Barbosa referiu que a Federação marca mais alguns pontos.
Palmira Barbosa é dos principais ícones da modalidade por liderar a selecção nacional nos primeiros títulos que Angola obteve no continente.

SENTIDO DE
OPORTUNIDADE


A homenagem a figuras do desporto nacional do andebol em particular é um grade sentido de oportunidade da Federação Angolana de Andebol, conforme o antigo secretário de Estado dos Desportos Rui Mingas.

Rui Mingas referiu que todo e qualquer reconhecimento é sempre agradável, sobretudo quando as pessoas estão em vida.
"Esta homenagem vem no momento oportuno, porque serve para reconhecer algumas pessoas que no passado deram o seu contributo para aquilo que é a modalidade hoje e aqui estão figuras que são uma referência histórica do andebol desde os primeiros anos da nossa independência", disse
Rui Mingas foi praticante de atletismo, em salto em altura e 110m barreiras, no Benfica.

RECONHECIMENTO
Edições Novembro
recebeu galardão


Os profissionais do Jornal dos Desportos e do Jornal de Angola, títulos das Edições Novembro foram homenageados pelo seu empenho e contributo no desenvolvimento do andebol angolano.

 A distinção foi feita na sexta-feira, durante a gala que marcou os 40 anos da modalidade.
Silva Cacuti pelo Jornal dos Desportos e António Ferreira "Aleluia" e Teresa Luís pelo Jornal de Angola mereceram o reconhecimento da Federação Angolana de Andebol.

Na ocasião foram também distinguidos os jornalistas Gaspar Florêncio, Jandira Panzo, Valter dos Reis, Dedaldino da Conceição e Arlindo Macedo, afectos a outros órgãos de comunicação.

A  lista de homenageados na gala, em todas as categorias, é longa, mas não cobre todos os nomes daqueles que de um ou outro modo deram o seu contributo à modalidade. Por isso, Pedro Godinho prometeu, que antes do final do mandato, vai haver pelo menos, mais duas outras homenagens.
Recordar que a 20 de Maio de 1974 um grupo de ex-praticantes decidiu organizar uma maratona de andebol que não foi autorizada pelas autoridades coloniais. A iniciativa só foi materializada a 2 de Junho do mesmo ano.

Com a realização do evento desportivo, a modalidade ganhou notoriedade no espaço que deu lugar a República de Angola. O dia do andebol foi celebrado pela primeira vez a 20 de Maio de 1975 e consagrado no mesmo ano. Hoje, é o segundo desporto mais praticado no país.  
Silva Cacuti