Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube tem mos quentes

Silva Cacuti - 25 de Julho, 2019

Polcias levam tudo em 2019

Fotografia: M.Machangongo | Edies Novembro

Imbatível. É assim que se pode caracterizar a equipa sénior masculina do Interclube, que acaba de fazer a sua melhor época desportiva dos últimos 30 anos. O triplete consumado é inédita na história do clube. A equipa da Polícia Nacional conquistou os campeonatos provincial, nacional e, mais recentemente, a Taça de Angola.
O Interclube interrompeu um jejum de títulos nacionais que durava há três décadas. O sucesso alcançado começou fora da quadra, no campo administrativo, onde foi preciso instaurar um ambiente pacífico entre técnicos, dirigentes e atletas, segundo Jorge Gonçalves “Nhoca”, director para a modalidade.
“Os títulos começam-se a ganhar fora do campo, na parte administrativa, organizacional, para que da parte técnica tudo corra da melhor forma. Não podemos ter os treinadores e os atletas em conflitos. Temos de ter todas as coisas nos seus devidos lugares”, disse.
A equipa da Polícia Nacional fez a campanha com quase a mesma matéria prima que teve na época passada, excepção feita aos gémeos Agostinho e Cláudio Lopes provenientes do rival 1º de Agosto. A eles se juntou a chamada do treinador José Pereira “Kidó”.
Kidó é já um especialista na devolução de alegrias. Depois de ter levado o Kabuscorp do Palanca ao inédito título nacional, em 2009, repetiu a proeza em 2010. Quando esteve ao serviço do Petro de Luanda, em 2014, o treinador devolveu aos tricolores a alegria da conquista que não tinha havia 29 anos. O Petro de Luanda tinha no seu historial apenas um título conseguido no ano de 1985.
Conhecedor do perfil dos atletas que encontrou, o treinador não precisou de efectuar muitas alterações no plantel. Tinha o que queria. Uma boa parte deles já lhe tinham servido nas vitórias pelo Kabuscorp e pelo Petro de Luanda. Os campeões já aí estavam à espera de comando.
O Guarda-redes Custódio Gouveia “Bana” já tinha sido campeão pelo 1º de Agosto e, com Kidó, venceu no Kabuscorp do Palanca e no Interclube. Antes de vencer agora, Elias António já tinha sido campeão pelo Desportivo da Banca e esteve na saga do Kabuscorp tal como André Fonseca.
O guarda-redes Fábio Costa “Yaoming” esteve na última vitória do Desportivo da Banca e, sob batuta de Kidó, venceu no Petro de Luanda e no Interclube. Edgar Abreu, Mário Tati “Cabinda” e Mayomona Panzo venceram no Petro de Luanda e no Interclube. Jairoslav Aguiar, Nestor Quinanga e Cláudio Lopes, antes de conquistarem o campeonato pelo Interclube, o fizeram em épocas anteriores pelo 1º de Agosto. António Kainda, Cláudio Chicola, Ariel Simões, Liliano Pedro, Adelino Pestana, Mariano Malheiro, José Americano, Edgar Abreu e Agostinho Lopes, são os campeões de primeira viagem.