Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mansorou recebe felicitações por Angola

Silva Cacuti, no Rio de Janeiro - 11 de Agosto, 2016

Mansorou Aremou felicitou o conjunto angolano

Fotografia: AFP

Depois da vitória de Angola, 27-25 sobre Montenegro na partida que marcou a segunda jornada do grupo preliminar A, o presidente da Confederação Africana de Andebol (Cahb), Mansorou Aremou felicitou o conjunto angolano que representa o continente na prova.
Mansorou disse que outros parceiros, federações filiadas e amigos da Cahb têm enviado a si as felicitações a Angola pelos bons resultados.

"Quero primeiro aproveitar esta oportunidade que me concede para felicitar a selecção felicitar a Federação Angolana de Andebol pelos bons resultados, por aquilo que temos visto aqui no Rio de Janeiro. Aliás, recebi muitas mensagens de outras federações, nossos parceiros e amigos que felicitam Angola por estar a representar condignamente o continente", disse Aremou.

O dirigente africano que em Junho presenciou em Luanda a cerimónia de sorteio do campeonato africano sénior feminino que Angola acolhe em Dezembro do corrente, revelou não estar surpreso com a campanha de Angola.

Aremou apegou-se ao conhecimento que tem do andebol angolano para justificar a normalidade com que encara a prestação angolana.

"Não estou surpreso. Tenho contacto permanente com Pedro Godinho o presidente da federação e sei da estrutura do trabalho que se faz em Angola. Acompanhei as equipas de Angola nos mundiais de juniores, na Rússia e de cadetes na Eslováquia, onde fizeras excelentes resultados por isso não estou surpreso", comentou comum sorriso nos lábios.

Aremou vaticinou a continuidade de boa prestação. "Penso que Angola está no bom caminho para encontrar o seu verdadeiro lugar no andebol porque nota-se que está a trabalhar".

Esquivou-se de alinhar no diapasão dos adeptos brasileiros que colocam Angola como das favoritas a medalhar.
"Está tudo em aberto, deixa a competição decorrer, nós vamos acompanhar o desempenho de Angola. Apesar de ter perdido ontem, creio que a selecção de Angola já deixou a sua marca nesta competição", rematou.