Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moreno faz despedida e revela sonho europeu

Silva Cacuti - 30 de Agosto, 2016

Moreno augura a Europa e espera que a Tunísia seja porta aberta para sonho

Fotografia: Jornal dos Desportos

De malas aviadas para a Tunísia, para representar o Etoile du Sahel que é o vice-campeão daquele país, por três anos, o meia -distância esquerdo Edvaldo Ferreira "Moreno" aspira jogar em algum campeonato europeu. O atleta deixa o 1º de Agosto e segue viagem a 6 de Setembro, para a cidade de Sousse, na costa oriental da Tunísia, a 140 Km de Tunis.

"Não entendo esta ida ao Etoile, como uma aventura, para mim, é apenas profissionalismo. A Tunísia tem um bom campeonato, vou ter mais dificuldades, mais qualidade e, com certeza esta experiência me vai dar mais qualidade ao serviço da nossa selecção", disse satisfeito.

Há algum tempo os responsáveis do Etoile contactaram o atleta angolano, mas tímido, Moreno tardava  em responder positivamente. A inclusão de Moreno no sete ideal do último campeonato africano das nações disputado no Cairo, como melhor do continente na sua posição, levou uma delegação da direcção do clube tunisino a vir a Luanda e "acertar as contas" com o 1º de Agosto, clube a que o jogador está ligado.

Negócio consumado, e o jovem Moreno, 26 anos, segue viagem para cumprir três épocas de contrato. Nascido no Lobito, onde começou a praticar a modalidade na equipa do ZAC local, esta não é a primeira experiência de Moreno fora do país. O atleta já representou o Futebol Clube do Porto, Portugal, com o qual se sagrou campeão.

Moreno augura uma nova ida ao continente europeu,  espera que a Tunísia seja uma porta aberta para este sonho.
"A Tunísia é uma porta para os campeonatos de França, Bélgica, Alemanha, Espanha, já que as equipas destes países , têm feito passagens por lá, em estágios. Os empresários também estão atentos e espero que isto  sirva de porta para um campeonato ainda mais competitivo", augurou.
O Etoile Sportive du Sahel foi fundado em 1963,  tem no seu palmarés oito campeonatos tunisinos, seis taças, uma liga dos campeões, uma taça dos vencedores das taças africanas, além de outras conquistas em torneios árabes.

1º DE AGOSTO
PROCURA ALTERNATIVA


Com a saída de Moreno do clube militar, abre-se uma vaga difícil de colmatar, segundo Frederico dos Santos, treinador que prepara o emblema militar para a disputa da Taça de Angola, no próximo dia 23, diante do Interclube.
A equipa entrou na segunda semana de preparação, para a última competição da época, mas não conta com os préstimos do melhor lateral do continente.

"Primeiro,  queria desejar sorte ao Moreno, no andebol fora do país. O Moreno, como todos os outros, é um jogador com muito peso na equipa,  acredito no trabalho que estamos a fazer no resto do grupo,  sei que vamos encontrar soluções. Aliás, a sua saída pode ser oportunidade para algum outro colega, por isso, tenho consciência de que todos juntos encontraremos a melhor solução", tranquilizou o treinador.