Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacionais definem semi-finalistas

Júlio Gaiano, em Benguela - 27 de Janeiro, 2015

O desafio que envolve a Casa do Pessoal do Porto do Lobito ao Nacional de Benguela constitui o destaque dos quartos na classe feminina jogado sob signo de equlíbrio

Fotografia: Jornal dos Desportos

A 35.ª edição dos campeonatos nacionais de andebol em juniores feminino e masculino que a província de Benguela organiza desde o dia 20 do corrente entra hoje na sua fase derradeira com a disputa dos quartos-de-final.O desafio que envolve a Casa do Pessoal do Porto do Lobito (CPPL) e o Nacional de Benguela, agendado para as 10h00, no Pavilhão Matrindindi, constitui o destaque dos quartos-de-final reservado para a classe feminina.

Aliás, a excelente campanha realizada na fase regular pelas duas equipas eleva o interesse do público que espera por um espectáculode “encher os olhos”,  no “Matrindindi” que pode registar uma grande enchente. Um triunfo para qualquer uma pode abrir o caminho para a final e, obviamente, pensar alto, rumo à conquista do ceptro. Por sinal, uma hipótese alimentada pelas direcções das referidas agremiações desportivas.

Na outra partida de alto grau de interesse por parte dos espectadores e observadores que acompanham o evoluir da prova em terras de O’mbaka, o 1.º de Agosto que, na fase regular passeou toda a sua classe (não teve adversário à altura na série B), mede forças com o Kabuscorp Sport Clube do Palanca, que foi segundo classificado da série A. Uma partida cujo desfecho aparenta favorecer as agostinas.Completam os quartos-de-final as seguintes partidas: Petro de Luanda–Atlético do Namibe, ASA–Electro do Lobito, Marítimo de Benguela–Desportivo de Malanje, Iona do Namibe– EPAL e Construtores do Uíge–Progresso da Lunda-sul. 
 
KABUSCORP E SPORTING
NO GRANDE DESTAQUE

 Já na classe masculina, o destaque dos quartos-de-final assenta no encontro entre o Kabuscorp do Palanca e Sporting de Luanda. Duas equipas de Luanda com fortes possibilidades de triunfar no certame.Por isso, espera-se que a partir das 11h00,  no Pavilhão “Matrindindi”, venham fazer jus ao seu bem-jogar e, desta, proporcionar ao público motivos de alegria e encanto. A segunda fase da prova reserva outras partidas consideradas, pelos “experts” da matéria andebolista, como de alto-risco, em função do equilíbrio denotado entre os contendores

 Daí que qualquer deslize pode traduzir-se numa fatalidade e comprometer, assim, os intentos almejados na referida competição.Assim sendo, completam a jornada referente aos quartos-de-final: Desportivo de Malanje–Benfica do Namibe, Ferroviário de Luanda–Renascimento do Uíge, Banca de Luanda–Amigos do Lobito, Atlético do Namibe–Progresso da Lunda-sul, Construtores do Uíge–Talentosos Pai Djock e Lumeji–Inter de Benguela.