Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro de Luanda e Progresso medem foras hoje

Gaudncio Hamelay - Lubango - 26 de Janeiro, 2019

Fotografia: DR

O desafio entre as equipas feminina do Petro de Luanda e do Progresso de Sambizanga que acontece hoje a partir das 17h00, no Pavilhão Anexo nº 2, localizado no Complexo Turístico e Desportivo de Nossa Senhora do Monte. O jogo constitui a partida de cartaz dos quartos - de -finais dos 39º Campeonatos Nacionais de Andebol em juniores masculino e feminino, que decorrem de forma animada na cidade do Lubango.
 A partida é aguardada com enorme expectativa, por tratar -se de duas formações da capital, com níveis técnicos e competitivos diferenciados, embora, o favoritismo para a passagem às meias-finais recaia às petrolíferas.
 A formação do Petro de Luanda esteve inserida na série A, terminou a primeira fase de grupos invicta com oito pontos, enquanto o Progresso do Sambizanga ficou na quarta posição da série B, com dois pontos.
Com relação à abertura dos jogos, marcados para esta manhã, jogam a partir às 09h00 no pavilhão anexo nº 2, a formação feminina do 1º de Agosto (1º lugar da série B, com oito pontos) contra o Nacional de Benguela (4º lugar da série A, com dois pontos).
 Para o outro desafio do dia, em masculino, o Grupo Desportivo Pecande joga com  a equipa do Desportivo da Banca. Nesse jogo a vantagem aponta para o Desportivo da Banca que no seu grupo B, sagrou-se vencedor com oito pontos. O Pecandec ocupou o 4º lugar da série A, com dois pontos.
Às 9h00  jogam no pavilhão principal, em masculino, a Escolinha do Huambo com o 4 de Abril da Lunda - Sul.  Em feminino, a Escolinha do Huambo mede forças com a equipa do Núcleo do 1º de Agosto de Benguela, esta composta maioritariamente por jogadoras dos escalões juvenis, que ganharam o último nacional da modalidade. Daí, contar com muitas meninas, com dupla categoria, vindas já do nacional que engrandeceram  a conquista do título na categoria de juvenil. Para tal, o jogo promete.
No período da tarde, jogam às 16h00, no pavilhão anexo nº 2, em masculino a formação do Grupo Desportivo Renascimento do Uíge (1º lugar do grupo A, com oito pontos) diante do Sporting do Bié (4ª posição da série B, com dois pontos). No mesmo horário defrontam-se no pavilhão principal, as equipas, masculino, do Inter do Lubango (3º classificado da série B, com quatro pontos) e o Inter de Angola (2º lugar da série A, com seis pontos).
A Casa Pessoal do Porto do Lobito (3º classificado da série B, com quatro pontos) e o Maculusso de Luanda (2º lugar da série A, com seis pontos) jogam uma hora depois no pavilhão principal. Essas partidas de qualificação para as meias-finais, decorrem em simultâneo. 


Constatação 
Técnicos satisfeitos com evolução das equipas


 A qualidade técnica e competitiva evidenciada pelas equipas presentes nos campeonatos nacionais de andebol, juniores masculino e feminino, que a cidade do Lubango alberga até terça-feira, deixa satisfeitos os treinadores das diferentes províncias.
 Fernando Luís, treinador da equipa feminina do Núcleo do 1º de Agosto de Benguela, reconheceu que o campeonato apresenta formações com um nível andebolístico muito bom e acredita que o país está em óptimo caminho, relativamente à formação de novos talentos.
  “Acredito, que nós neste caso Angola, está em bom caminho. O 1º de Agosto de Luanda para mim, na minha humilde opinião, apresenta um nível superior. De resto, acho que as equipas podem fazer um bom campeonato. E, é o que está a acontecer em feminino”, citou.
Em relação ao sector masculino, particularizou Fernando Luís, ficou surpreendido com a formação do Grupo Desportivo Renascimento do Uíge, que continua a ser uma boa equipa, embora, alguns jogadores no escalão inferior tiveram sempre boas classificações.
 Fruto disso, destacou os bons resultados alcançados pela equipa do Renascimento do Uíge ao longo da disputa da fase de grupo, ao vencer todos os jogos.
 Salientou, que nos escalões inferiores (juvenis) tiveram sempre boas classificações. “Portanto, ganharam campeonatos seguidos. E, acredito, que está em nível muito bom. Temos o Inter de Angola, também é uma equipa boa. Por isso, o campeonato está com um nível muito bom e aceitável”, apontou.
 Armando Gumbe, técnico da formação feminina do Progresso do Sambizanga, destacou igualmente a prestação da equipa do Grupo Desportivo Renascimento do Uíge, sem descartar o Inter de Angola.
 Sublinhou, que tecnicamente vêem-se na competição grandes valores. “Temos de aproveitar esse nível que as nossas atletas apresentam e pensar no futuro do andebol com mais qualidade. O masculino tem a mesma passada. Fruto disso, temos um atleta no Inter que veio agora. Então, há trabalho a ser feito no sector masculino. Temos de respeitar e ainda temos que melhor alguma coisa. Estamos numa boa passada em masculino”, realçou.