Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro de Luanda pode " roubar " título ao 1º de Agosto

Silva Cacuti - 29 de Maio, 2015

Vivaldo Eduardo, técnico da equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda

Fotografia: Jornal dos Desportos

Três anos depois da última conquista, Vivaldo Eduardo, técnico da equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda, pode hoje voltar a conquistar o título provincial em caso de nova vitória sobre a similar do 1º de Agosto no segundo jogo do "play- off", a melhor de três, da final do Campeonato de Luanda. O jogo está marcado para as 18H30, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva.

A equipa do 1º de Agosto, afecta às Forças Armadas Angolanas (FAA), perdeu, 25-26, no primeiro jogo, disputado na quarta-feira. O mérito da vitória petrolífera é atribuído à argúcia do técnico tricolor, ex-seleccionador nacional que, com um plantel tecnicamente inferior, anulou a actuação de atletas como Natália Bernardo que, recentemente foi considerada melhor jogadora da 31ª edição da Taça das Taças, vencida pela equipa militar.

Um amuleto importante para o técnico tricolor foi, mais uma vez, a central Delfina Mungongo que discretamente apontou 11 golos na baliza militar, onde Sílvia Mulabo, Cristina Branco e Luisa Makumbanza se revezavam. Ao intervalo o placard registava empate a 11 golos. No reatamento a equipa militar que não conseguiu superiorizar-se às petrolíferas, como tinha sido na disputa da Babacar Fall.

Vivaldo Eduarto fez subir Martucha, para isolar Natália e o jogo militar deixou de fluir. Bá, na baliza tinha subido de rendimento e as campeãs africanas ficaram sem soluções.A desigual correlação de forças entre as duas equipas foi anulada pela bravura das jovens petrolíferas.Se quiser vencer hoje João Florêncio tem que trabalhar mais os aspectos motivacionais e encontrar vias para tirar o máximo proveito das unidades à sua disposição.

Precisará tirar vantagem no jogo de contra-ataque, onde tem Iracelma Silva e Elizabeth Cailo nas pontas. O treinador militar precisa também maximizar e sincronizar o tecnicismo de Cristhiane Mwasesa e de Natália que juntas não deram o melhor rendimento de si.O 1º de Agosto é bicampeão provincial.

DETERMINAÇÃO
Interclube mira
prova masculina

Na prova masculina as coisas estão semelhantes. O 1º de Agosto de Filipe cruz está também obrigado a vencer se quiser levar a disputa do provincial a um terceiro jogo, já que perdeu, 22-25 para o Interclube no jogo da primeira mão disputado na última quarta-feira. A partir das 17h00 as duas equipas descem ao piso do pavilhão principal da Cidadela com a mesma motivação para ganhar, mas missões diferentes. Enquanto a missão dos polícias, às ordens de Tony Costa, vai estar virada para a conquista da vitória e consagração no campeonato, os militares vão à busca de vitória para forçar o terceiro jogo.

No primeiro jogo viu-se um Interclube muito lúcido na interpretação dos diagramas ofensivos e defensivos, a mostrar atletas em boa forma desportiva, contra um 1º de Agosto que, ao contrário do seu opositor, esteve algo preso em seus movimentos. O Interclube foi superior desde o início do jogo e esteve a vencer ao intervalo por 14-11. Sérgio Lopes que se mudou para o 1º de Agosto saído do Interclube, teve uma actuação notável, apontando sete golos. O 1º de Agosto é o campeão em título.
S.C