Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Prolas projectam Olimpadas de Tquio

12 de Dezembro, 2019

Pupilas de Morten Soubak melhoraram quatro lugares em relao a prestao passada

Fotografia: Edies Novembro

O seleccionador nacional de andebol, Morten Soubak, destacou ontem a entrega e patriotismo das atletas durante o Mundial do Japão, em que Angola encerrou \"prematuramente\" a participação, na 15ª posição.
Para o treinador, que já pensa nos Jogos Olímpicos - Tókio2020, quer a classificação quer a determinação do grupo são motivos de satisfação, uma vez que se superou a prestação da edição passada (19º), mercê do empenho das atletas e da federação.
“Temos de reconhecer a capacidade sofrível das nossas jogadoras, face ao difícil grupo onde estivemos inseridos e o alto nível comprovado do andebol praticado no continente europeu”, argumentou Morten Soubak.
Em declarações à imprensa, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o timoneiro do “sete nacional” disse (visivelmente alegre), que Angola tem equipa para o presente e o futuro, devendo ser mais rigorosa com a preparação.
De acordo com o seleccionador, urge a necessidade de, a partir de agora, as campeãs africanas começarem a treinar com congéneres mais fortes para se poder melhorar a prestação em cada edição, e vir a fazer melhor figurino nas olimpíadas.
Por sua vez, a capitã da Selecção Nacional, Isabel Guialo, em nome do colectivo, agradeceu a forma calorosa como foram recebidas por familiares, amigos e membros  da  Federação Angolana de Andebol.
Quanto à classificação obtida no mundial do Japão, a meia-distância e central do 1º de Agosto minimizou, exaltando o  engajamento e atitude das colegas, determinantes para uma participação condigna e orgulhosa.
Em Kumamoto, Angola obteve a 15ª posição, melhorando o 19ª  lugar conquistado em 2017, na Alemanha. Isabel Guialo, com um total de 40 golos em sete jogos, foi a melhor marcadora das campeãs africanas.
Em sete desafios em solo nipónico, as comandadas de Morten Soubak perderam com a Sérvia (25-32), Holanda (28-35), Noruega (30-24) e França (17-28). Venceram a Eslovénia (33-24), Cuba (40-30) e Argentina (30-27).
A Selecção Nacional sénior feminina de andebol regressou ontem ao país, proveniente da cidade de Kumamoto (Japão), onde participou na 24ª edição do Campeonato do Mundo.
Angola obteve a 15ª posição, melhorando o 19ª  lugar conquistado em 2017, na Alemanha. Nesta edição, por quatro ocasiões as angolanas foram distinguidas como melhores em campo: Albertina Kassoma (2 vezes), a capitã Isabel Guialo e a sub-capitã Azenaide Carlos.
Isabel Guialo, com um total de 40 golos em sete jogos, foi a melhor marcadora da campeãs africanas, recebidas ontem \"com honras\" no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro.