Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Senhoras jogam Taa em casa emprestada

Silva Cacuti - 16 de Março, 2019

Petrolferas e militares levam andebol de primeira gua s terras do Rei Muamed VI

Fotografia: kindala Manuel | EDIES NOVEMBRO

Sem qualquer equipa da casa inscrita, a cidade de Oudja, Marrocos, acolhe de 5 a 15 de Abril a 26ª edição da Taça das Taças em que estão inscritas o Petro de Luanda e o 1º de Agosto. Jogar em casa alheia é o que se pode dizer da ausência de equipas marroquinas na prova. A ausência dá-se numa altura em que se cogitava o relançamento do andebol feminino com a participação da selecção de Marrocos no último Campeonato Africano das Nações.Marrocos acabou o Campeonato Africano disputado na República do Congo na última posição e diante de Angola averbou a maior goleada da prova (50-14).O país anfitrião inscreveu três equipas na prova masculina: o Oudja, Widad e o Raja D´agadir.
O sorteio da prova foi realizado em Abidjan, na quinta-feira, e colocou o Petro de Luanda no grupo B da fase preliminar, juntamente com FAP dos Camarões, DGSP da República do Congo e o Renascence do Senegal.O 1º de Agosto lidera o grupo A, onde tem como adversários o HC Heritage da RDC, Dynamic dos Camarões e o Bandama da Costa do Marfim.A equipa petrolífera, comandada por Vivaldo Eduardo, tem como missão a revalidação do troféu. O FAP dos Camarões é o adversário mais cotado que vai encontrar na primeira fase.
 Para o 1º de Agosto, a reconquista da prova perdida no ano passado é a meta traçada por Morten Soubak. No seu grupo, a equipa militar vai precisar de ter cautelas com a aguerrida equipa do Dynamique de Bokito dos Camarões.Na edição passada da Taça das Taças, o Petro de Luanda venceu o 1º de Agosto por 23-19 na Final disputada na cidade egípcia do Cairo.Antes da disputa da Taça das Taças, as duas equipas vão estar envolvidas na disputa da Supertaça Babacar Fall, prova conquistada no ano passado pelo 1º de Agosto ao vencer o FAP dos Camarões por 26-23.