Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Unanimidade marca aprovao do relatrio e contas da Faand

Silva Cacuti - 20 de Maio, 2019

Gesto de Pedro Godinho recebeu aval positivo dos associados

Fotografia: Edies Novembro

Em ambiente festivo, dado que se realizava o grosso de actividades alusivas ao Dia Nacional do Andebol, que hoje se assinala (20 de Maio), a unanimidade marcou as decisões da Assembleia-Geral Ordinária da federação, realizada no sábado, no auditório Paulo Bunze. Na decisão mais importante, os associados de 15 províncias, todas que marcaram presença, deram voto favorável ao relatório e contas à gestão de Pedro Godinho no ano de 2018.

O conclave presidido por Victor Araújo, presidente da Mesa da Assembleia-Geral, assinalou as ausências dos representantes do Cunene, Zaire e Lunda Sul."Houve algumas discussões nas abordagens relativas ao relatório e contas, alguns momentos que algumas associações não estão de acordo com os procedimentos, mas no essencial houve aprovação unânime dos documentos", disse Pedro Godinho à saída da reunião.

Noutros pontos, os associados aprovaram o relatório de actividades e votaram favoravelmente à integração do jurista Euclides Arão "Corolla" ao elenco federativo, para a vaga de presidente do Conselho Jurisdicional. A integração de "Corolla" obedece aos estatutos da federação, ante o longo tempo de ausência de Arlene de Sousa, que foi eleita para o cargo.

A realização da assembleia esteve também inserida nos festejos do 20 de Maio. " É nosso apanágio, propositadamente realizamos as assembleias no mês de Maio, para trazer a estas salas o ambiente festivo, mas também sabemos que um bocado por todo o país estão a decorrer actividades, mas é para juntar o útil e o agradável", comentou.

Lino Monteiro, presidente da Associação Provincial do Huambo, revelou satisfação pela participação na reunião. "Procuramos melhorar o que não estava bem e esperamos que a federação cumpra com as orientações deste encontro", disse.

O responsável apontou o crescimento da modalidade naquela província e referiu que, para saudar a data comemorativa, houve festival de jogos mas também momentos de reflexão sobre o desenvolvimento da modalidade no Huambo.

 

KÁTIA DEFENDE TREINADORES

A treinadora Kátia dos Santos, afecta à equipa do Desportivo Maculusso, defendeu que as treinadoras angolanas de andebol devem ser incluídas nas caravanas das selecções nacionais, como adjuntas ou, ao menos, acompanharem o processo de preparação destas, como veículo para uma melhor aprendizagem.

Kátia dissertava sobro o tema "afirmação social da mulher por via do desporto" durante a primeira edição das comunicações técnicas do andebol, realizada pela Associação de Treinadores de Andebol de Angola (Ataa), no sábado, na Galeria dos Desportos.

"Aproveito a oportunidade para solicitar à associação, que junto da federação possa colocar sempre uma senhora, como adjunta, que possa participar ou acompanhar a preparação das diversas selecções, para maior engrandecimento nosso", defendeu.

A palestrante assinalou o número reduzido de senhoras que, após a carreira desportiva, aderem ao treinamento, mas fez alusão a um grande número de mulheres, cuja vida e reconhecimento social advém do facto de terem estado nas quadras de jogo em várias modalidades.

Mário Domingos Bruno, outro prelector, falou sobre "o perfil do treinador de formação".Edgar Neto, presidente da Ataa, considerou oportuna a abordagem dos temas que foram, "propositadamente", agendados.

"Agendamos estes temas propositadamente, porque sentimos carências nestas questões, principalmente o treinador Bruno, porque era importante que ficasse clara a questão do perfil do treinador e ninguém melhor que ele, que tem sido alvo de muita polémica. Lamentamos é que o professor Morten Soubak teve coincidência de agenda, segundo comunicação da direcção do seu clube, mas vamos continuar com estas comunicações sobre a modalidade, para que deixemos algum legado aos treinadores", augurou.