Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1º de Agosto defronta hoje o El Ahly no Cairo

Melo Clemente - 10 de Dezembro, 2016

Poste Johne Pedro falha a fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano por estar a recuperar de uma lesão

Fotografia: José Cola

Depois de  vencer de forma "apertada" a modesta equipa Nzui-Monto dos Camarões, por 86-78, na  quinta-feira, o 1º de Agosto  procura alcançar esta noite a sua segunda vitória na competição, frente à forte equipa do El Ahly, conjunto que a par do 1º de Agosto, está fortemente engajada na conquista do título da 31ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos da "bola ao cesto".

Ontem, o técnico espanhol ao serviço da equipa rubro - negra, Ricard Casas, ensaiou a estratégia a utilizar na partida de mais logo, diante da formação caseira.

O público egípcio vai seguramente acorrer em massa ao Pavilhão do Cairo, no sentido de apoiar o El Ahly do Egipto, que na ronda inaugural da fase preliminar do Grupo A, cilindrou a similar do Nzui-Manto dos Camarões, por 82-53.

Ricard Casas falou  da necessidade da sua rapaziada entrar na quadra com os níveis de concentração em alta, para contrariar o favoritismo da formação do El Ahly, que soma  duas vitórias no Grupo A da fase preliminar da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

Entretanto, o recém contratado base, Emanuel Quezada, que esteve em grande na partida de estreia diante do Nzui-Manto de Camarões, em que marcou 27 pontos, voltará a assumir a condução do jogo ofensivo da equipa militar.

Dado o elevado grau de dificuldade que vai encontrar na partida desta noite, Ricard Casas vai montar uma equipa  capaz de neutralizar o jogo ofensivo do El Ahly do Egipto.

Jogadores como, Joaquim Gomes "Kikas", Felizardo Ambrósio "Miller", Armando Costa, Tariq Kirksay, Edson Ndinema, Islando Manuel, Bráulio Morais e Hermenegildo Santos são chamados hoje a comandarem as acções ofensivas do 1º de Agosto, face à experiência que carregam em competições de grande dimensão.

O equilíbrio vai  prevalecer na partida de mais logo, face ao potencial das duas agremiações que lutam pelo título da 31ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol, seniores masculino.

Ainda hoje, para o Grupo A, o Kano Pillars da Nigéria mede forças com Nzui-Manto dos Camarões, a partir das 13h30, desafio em que os nigerianos são claramente favoritos à conquista dos dois pontos em disputa.

Ontem, o El Ahly do Egipto venceu a similar do Club Africain da Tunísia, por 79-74, ao passo que o AS Salé bateu o Beac Basketeball do Camarões, por 71-91.


Assembleia
Calado substitui
Carlos Cunha


Manuel Arnaldo de Sousa Calado é o nome proposto pelo líder da lista B, Paulo Alexandre Madeira, um dos concorrentes ao pleito eleitoral na Federação Angolana de Basquetebol (FAB), para o quadriénio 2016/2020, afim de assumir a presidência da Mesa da Assembleia-Geral do órgão reitor da modalidade no país, em substituição de Carlos Manuel Neves Cunha, que renunciou o cargo após doze anos de actividade.

O facto foi dado a conhecer ontem, no Hotel Royal Park, na zona do Talatona, em cerimónia que serviu para a apresentação da lista dos novos corpos sociais concorrentes ao pleito eleitoral do dia 22 do mês em curso.

Manuel Arnaldo de Sousa Calado terá como vice-presidente da Mesa da Assembleia-Geral Adriana Stela de Almeida Sebastião, ao passo que Maria Gonçalves Martins Portugal vai assumir o cargo de secretária.

Entre as novidade do novo elenco, destaque ainda para a entrada de Amaro Regino da Cruz Lourenço, que ocupa o cargo de presidente do Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Basquetebol, órgão que tinha sido extinto. 

O Conselho Jurisdicional é presida por Olinda Maria dos Santos França. A nível de direcção, realce para a entrada do Júlio Paiva, antigo presidente da Associação Provincial de Basquetebol de Benguela, que passa agora ocupar uma das vice-presidências, a par de David Dias e Eurico Araújo "Boneco", ambos antigos internacionais angolanos.

Com o lema "Pelo Basket, Por Angola, o candidato da lista B começa a partir de amanhã, domingo, o seu périplo no interior do país, na caça ao voto, visando o pleito eleitoral do dia 22.

De acordo com o calendário eleitoral, os resultados definitivos serão divulgados no dia 29, ao passo que a tomada de posse dos novos corpos sociais da FAB acontece no dia 31 deste mês.

Entretanto, Hélder Martins da Cruz, candidato que viu a sua lista (A) a ser chumbada pela Comissão Eleitoral Nacional, órgão presidido por Carlos Teixeira, antigo presidente da Federação Angolana de Atletismo, por violação dos artigos 55º pontos 2 e 3, o artigo 16º da Lei do Desporto e o artigo 34º ponto 1 da Lei das Associações Desportivas, tem até ao dia 14 do mês em curso, para recorrer da decisão.


O artigo 55º no seu ponto 2 e 3, diz que o exercício de funções de direcção dos órgãos sociais das associações desportivas, obriga o cumprimento integral do que prevê a Lei da Probidade Pública sobre a matéria, com as devidas adaptações. Para efeitos do número anterior o exercício de funções directivas nos órgãos das associações desportivas é incompatível com exercício de funções de deputado à Assembleia Nacional, desempenho  de funções executivas a nível do Governo, titularidade  do cargo de Presidente do Conselho de Administração de empresa pública, desempenho cumulativo de funções noutras associações desportivas.

O antigo internacional angolano, Carlos Almeida, hoje nas vestes de deputado à Assembleia Nacional pelo partido MPLA, figura na lista do candidato Hélder Martins da Cruz, mas concretamente na Mesa da Assembleia-Geral. 
 M.C