Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1º de Agosto e Petro aquece Victorino Cunha

Melo Clemente - 05 de Maio, 2017

Meias-finais do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos estão ao rubro

Fotografia: Jornal dos Desportos

Depois de terem \"defraudado\" as expectativas dos amantes da \"bola ao cesto\", na quarta-feira, devido ao \"pobre\" espectáculo que proporcionaram no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, ao contrário da primeira partida, em que as duas agremiações exibiram-se ao mais alto nível, militares e petrolíferos da capital vão tentar esta noite oferecer uma boa qualidade de jogo à altura dos dois emblemas.

Apesar do histórico na presente temporada favorecer o Atlético Petróleos de Luanda, que leva já quatro triunfos, contra apenas duas vitórias do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, os pupilos do técnico espanhol, Ricard Casas, vão aproveitar o factor casa para mais uma vez se colocarem em vantagem na eliminatória.

A falta de concentração nos minutos finais aliado a má actuação do trio de arbitragem, constituído por Osvaldo Neto, António Samuel e Clésio Francisco, acabou por determinar o desaire da equipa rubro e negra na última quarta-feira, por 94-91, quando o placar registava uma igualdade a 91 pontos, isto a 13 segundos do final da partida.

Ricard Casas, técnico espanhol que vai em busca da salvação da época, depois de fracassar na Taça dos Clubes Campeões Africanos, Supertaça Wlademiro Romero e Taça de Angola, respectivamente, reiterou a necessidade da equipa entrar com os níveis de concentração em alta no prélio desta noite, por formas a neutralizar as acções dos petrolíferos da capital, que à semelhança do arqui-rival, também vão em busca do primeiro e único troféu da época desportiva 2016/2017.

Ontem, na derradeira sessão de treinos, realizada do seu quartel-general, Casas trabalhou mais os aspectos defensivos, sem descurar a componente ofensiva, onde foram ensaiados os mais variados diagramas.

As transições rápidas defesa ataque foi um dos aspectos que mereceu igualmente atenção da equipa técnica militar.

O internacional angolano, Hermenegildo Santos, base, atleta que nesta etapa da competição está em plena forma desportiva, vai mais uma vez comandar as acções ofensivas da formação caseira, auxiliado sempre pelos os experientes Armando Costa e Emanuel Quezada.

Felizardo Ambrósio \"Miller\", poste que prélio de quarta-feira \"abandonou\", em face de um toque que levou no joelho esquerdo, está totalmente operacional e deve, assumir o jogo interior da equipa rubro e negra.

Entretanto, motivado com o triunfo de quarta-feira, a equipa do Eixo-viário vai tentar esta mais uma vez vergar esta noite a formação visitada, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, e colocar-se pela primeira vez a frente da eliminatória.

A irreverência dos atletas jovens, como Childe Dundão, Joaquim Pedro, Gerson Gonçalves entre outros, tem deixado o técnico camaronês, Lazare Adingono, bastante satisfeito.

Dundão que esteve em grande na primeira partida, tendo jogado apenas três minutos no segundo prélio, deverá ser lançado no cinco inicial da formação petrolífera, em face da qualidade de jogo que tem apresentado nesta etapa crucial da prova.

O comandante dos petrolíferos da capital não escondeu o desejo de bater novamente o arqui-rival esta noite, apesar de reconhecer o potencial do seu adversário.

\"Sabemos que estamos a defrontar uma grande equipa. Mas, a nossa meta e alcançar a final do BIC Basket para posteriormente lutar pela conquista do título nacional\", augurou o camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda.

Ainda ontem, Progresso-ASA e Vila-Marinha defrontaram-se para as classificativas do quinto ao oitavo lugares, respectivamente.


BIC Basket/Final
Recreativo do Libolo
confirma supremacia


A formação do Recreativo do Libolo confirmou a sua supremacia, ao vencer ontem, pela terceira vez consecutiva, a similar do Grupo Desportivo Interclube, para as meias-finais da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos (BIC Basket).

Com este triunfo, os libolenses tornam-se na primeira formação a alcançar o passe de acesso à final da edição 39 do BIC Basket, que será jogada no sistema de play-off a melhor de sete partidas.

A jogar em casa e com apoio incondicional dos seus adeptos, a formação da vila de Calulo passou a controlar melhor o desafio, ao contrário da turma da Polícia, que se mostrava bastante apática, fundamentalmente, nas ações ofensivas.

A equipa visita marcou 25 pontos no primeiro período, contra 19 da formação visitante.

O Recreativo do Libolo mantive o domínio no segundo quarto, tendo vencido no parcial, por 29-21, perfazendo 54-40 ao cabo dos primeiros 24 minutos.

No terceiro período, o Libolo voltou a superiorizar-se ante uma equipa que esboçou alguma resistência nos minutos iniciais mas, a qualidade individual dos jogadores da formação caseira acabou por pesar na balança. Neste etapa os libolenses marcaram 28 pontos, contra 15 dos polícias.

Já com o jogo controlado por banda da equipa visitada, o Interclube reapareceu e venceu no parcial, por 16-23, fixando o resultado final em 98-78.

O base José Salvador, do Interclube, foi o cestinha da partida, com 24 pontos, seguido pelo seu companheiro de equipa, Miguel Kiala, com 17.
Benvindo Quimbamba e Andre Harris estiveram em destaque no Libolo, ambos com 14 pontos marcados cada.

Ainda ontem, para as classificativas do quinto ao oitavo lugares, o Atlético Sport Aviação (ASA), derrotou o Progresso Associação do Sambizanga, por 76-66, ao passo que a Marinha de Guerra cilindrou o Futebol Clube Vila Clotilde, por 84-74.
M.C


NBA
Cleveland Cavaliers
massacram Raptors


Na noite de quarta-feira, o Cleveland Cavaliers abriu 2 a 0 na série contra o Toronto Raptors, em partida válida pela semifinal da Conferência Leste da temporada 2016/2017 da NBA. Jogando em casa, os Cavs atropelaram os rivais do Canadá por 125-103.

Logo no início da partida, os Cavaliers mostraram que não dariam vida fácil aos Raptors. Os donos da casa anotaram 34 pontos só no primeiro quarto, abrindo 12 pontos de vantagem para o rival, que marcou 22. A vantagem ainda aumentou até o intervalo, e os Cavs foram para os balneários vencendo por 62-48.A situação dos Raptors ficou ainda pior logo no início do terceiro quarto. O melhor jogador da equipa canadense em quadra, Kyle Lowry, se machucou após chocar com um companheiro. Com uma lesão no tornozelo esquerdo, o camisa 7 foi para os balneários e não voltou para a partida, e ainda é dúvida para o próximo jogo da série.