Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1 de Agosto e Petro preparam " Fina Four"

Hlder Jeremias - 22 de Abril, 2013

Militares e petrolferos jogam no destaque da abertura da Final Four

Fotografia: Santos Pedro

O Petro de Luanda e o 1º de Agosto regressam esta manhã aos trabalhos, tendo em vista a disputa da partida de cartaz da primeira jornada da série A da “Final Four” do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino, a ter lugar sexta-feira, à partir das 18H00, no pavilhão do Rio Seco. Duas horas depois, o Recreativo do Libolo recebe o Interclube, no Dream Space.

Depois de 15 dias de defeso na maior competição nacional, para a disputa da Taça de Angola, ganha pela formação do Eixo Viário, os amantes da bola ao cesto aguardam com grande expectativa a partida entre os dois maiores emblemas do desporto nacional.

Depois de ter feito a “travessia do deserto”, mercê dos casos clínicos que envolveram algumas unidades nucleares, sobretudo nas duas fases de grupo, o Petro de Luanda parece estar restabelecido, a julgar pela forma desinibida com que jogou na final da Taça de Angola diante do recreativo do Libolo. Lazare Andigono reconhece que a sua equipa ainda não atingiu o auge, mas promete trabalhar com afinco para conquistar o título.

Por isso, os dias que se seguem são aproveitados para elevar os índices técnicos e tácticos do plantel, através de intensas sessões de treino.

Ainda em dívida para com o seu público, por não ser capaz de manter a Taça de Angola na galeria do Rio Seco, o técnico o 1º de Agosto, Paulo Macedo, dispõe dos meios necessários para contrariar os intentos do adversário e vai aproveitar o factor casa para manter a vantagem que leva, por contar com o ponto de bonificação, obtido com a liderança na fase de grupos com 14 pontos.

O Libolo e o Interclube também têm as mesmas probabilidades de se adiantar na corrida, pese embora o factor casa esteja a favor do Libolo, mas Luís Magalhães e Alberto de Carvalho “Ginguba” convergem no discurso de que todos os jogos são importantes.