Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1 de Agosto luta pela consolao

Melo Clemente - 17 de Maio, 2017

Pupilos de Casas vo agora lutar pelo prestgio gorada que foram as conquistas de trofus

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro

Fracassada que foi a temporada 2016/2017, a formação do 1º de Agosto recebe hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, a similar do Grupo Desportivo Interclube, na primeira partida do play-off para as classificativas do terceiro lugar da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, a melhor de três.

O Clube Central das Forças Armadas Angolanas que tem no comando o técnico espanhol, Ricard Casas, vai a partir desta noite lutar pela consolação do terceiro lugar da 39ª edição do BIC Basket, frente a equipa adstrita a Polícia Nacional, liderada pelo português, Alberto Babo.

Depois de perder os principais troféus, quer a nível doméstico, quer a nível do continente africano, designadamente, o torneio Victorino Cunha, Supertaça Wlademiro Romero, Taça de Angola, Campeonato Nacional (BIC Basket) e a Taça dos Clubes Campeões Africanos da \"bola ao cesto\", a equipa do Rio Seco vê-se \"forçada\" a conquistar o terceiro lugar da edição 39 do BIC Basket, a fim de minimizar a \"frustração\" da direcção do clube e da sua massa associativa, em face naturalmente, dos investimentos  que foram feitos para a presente temporada desportiva.

Ricard Casas sabe perfeitamente o quão é importante o desafio deste noite, frente a turma da Polícia, que à semelhança da equipa militar também almeja alcançar o terceiro posto da 39ª edição do BIC Basket, prova que a partir de amanhã, quinta-feira, faz disputar a primeira partida do play-off da final, a melhor de sete partidas, envolvendo as formações do Recreativo do Libolo e do Atlético Petróleos de Luanda.

Os militares vão seguramente aproveitar o factor casa, a fim de conseguirem a primeira vitória, por formas a se deslocarem na sexta-feira, dia 19 do mês em curso, no Pavilhão 28 de Fevereiro e confirmarem o terceiro lugar da 39ª edição do BIC Basket, isto em caso de um eventual triunfo.Para o embate de mais logo, Ricard Casas vai contar com a maior nata dos seus jogadores que estiveram envolvidos recentemente nas meias-finais do \"Nacional\", onde foram batidos na eliminatória, por 3-1, diante da formação do Atlético Petróleos de Luanda.

Trata-se de Joaquim Gomes \"Kikas\", Armando Costa, Islando Manuel, Edson Ndoniema, Felizardo Ambrósio \"Miller\", Hermenegildo Santos, Johne Pedro, Mohamed Malick Cissé, Emanuel Quezada, entre outros.Ontem, na sessão derradeira de treinos, antes do embate desta noite, Ricard Casas ensaiou as estratégias a serem utilizadas logo mais, dando maior atenção nos aspectos defensivos, sem descurar a componente ofensiva.

Casas apelou por isso, sobre a necessidade da sua rapaziada entrar na partida de mais logo, com os índices de concentração em alta, de modos a não serem surpreendidos pelo grémio da Polícia. \"O Interclube é uma grande equipa, por isso, teremos que estar concentrados para o jogo de amanhã (hoje), porque o nossa adversário persegue o mesmo objectivo, ou seja, quer ficar com o terceiro lugar da prova\", alertou o técnico espanhol que cumpre o seu último ano de contrato.

Entretanto, por banda da equipa adstrita a Polícia Nacional não se fala noutro resultado, senão na vitória, apesar de reconhecer o potencial da formação militar, dezoito vezes campeão nacional da \"bola ao cesto\".Depois da replica de deram ao Recreativo do Libolo, na final da 33ª edição da Taça de Angola, os pupilos de Alberto Babo estão dispostos em colocar grandes dificuldades aos actuais campeões nacionais.

O extremo Fidel Cabita, 23 anos de idade, dois metros e seis centímetros de altura, constitui a principal baixa no conjunto orientado pelo técnico luso, Alberto Babo.O internacional angolano recupera satisfatoriamente de uma lesão contraída na zona do perónio.Apesar desta contrariedade, Alberto Babo não esconde o desejo de jogar de igual para igual com a forte equipa do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, que na presente época coleccionou apenas fracassos.Mesmo com as nossas limitações físicas, estamos preparados para enfrentar a forte equipa do 1º de Agosto\", disse.As duas agremiações voltam a jogar na sexta-feira, dia 19, para a segunda partida do play-off para as classificativas do terceiro lugar, a melhor de três.

APURAMENTO AO MUNDIAL
Fiba-Mundo vai punir selecções faltosas


A Fiba-Mundo vai punir de forma exemplar as selecções africanas que desistirem por altura da realização do torneio de apuramento à fase final da Copa do Mundo de basquetebol em seniores  masculinos, competição a decorrer na República Popular da China, de 31 de Agosto e 15 de Setembro de 2019.

A revelação foi feita ontem, aos órgãos de comunicação social, por António Celestino Manuel Sofrimento \"Tungo\", ou simplesmente, Tony Sofrimento, actual conselheiro para as relações internacionais do presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Helder Martins da Cruz \"Maneda\".

Ainda de acordo com o antigo secretário-geral do órgão reitor da modalidade no país, face as dificuldades que muitos países africanos enfrentem, no capítulo infra-estrutural, desde a falta hotéis e pavilhões com as mínimas condições para a prática da disciplina, o continente africano, numa primeira fase, vai realizar o torneio de apuramento a Copa do Mundo em regime de concentração, à semelhança do que aconteceu por exemplo, com a prova de apuramento à fase final do Campeonato Africano das Nações de basquetebol em seniores masculinos, vulgo Afrobasket, competição que foi remarcada para Setembro do ano em curso, em país a indicar pela Fiba-Afrique.

Na segunda fase, os países  terão que se adaptar aos novos moldes de apuramento à fase final da Copa do Mundo, que pela primeira vez, contará com a participação de trinta e duas selecções.\"Em função dos problemas que a maior parte dos países africanos enfrentam no capítulo infra-estrutural, principalmente, com a falta de pavilhões com as mínimas condições de praticabilidade da modalidade, numa primeira fase o torneio de apuramento será em regime de concentração, à semelhança do que aconteceu com os zonais de apuramento ao Afrobasket de 2017.

  Posteriormente, os países terão que se adaptar ao novo modelo disputa. A Fiba-Mundo não vai permitir que os países realizem jogos em pavilhão inapropriados. Quem não tiver instalações desportivas em condições será obrigado a jogar num país vizinho que tenha estas condições. Portanto, as selecções que por qualquer motivo anunciarem as respectivas desistências durante à fase de apuramento serão severamente punidos e só poderão competir em provas sob a égide da Fiba-Mundo, em 2021 e 2022\", alertou António Celestino Manuel Sofrimento \"Tungo\" (Tony Sofrimento).

Para o apuramento a Copa do Mundo da China, a Selecção Nacional está inserida no Grupo C da zona africana, ao lado das selecções de Marrocos, adversário de estreia, Egipto e República Democrática do Congo.A primeira eliminatória vai acontecer no mês de Novembro do ano em curso, ao passo que a segunda fase acontece em Junho de 2018.O continente africano vai fornecer cinco representantes à fase final da Copa do Mundo, contra os três que dava anteriormente.

BIC BASKET
Marinha de Guerra
está em vantagem


A equipa do Grupo Desportivo da Marinha de Guerra recebeu e venceu ontem, no Pavilhão Victorino Cunha, a congénere do Atlético Sport Aviação (ASA), por 88-78, na primeira partida do play-off para as classificativas do quinto lugar da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, a melhor de três.

Com este triunfo, que foi conseguido bem na ponta final do último período, a equipa satélite do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto) colocou-se em vantagem na eliminatória (1-0). Os aviadores entraram melhor no quarto inicial, ao contrário da formação visitada, tendo a turma do aeroporto vencido no parcial por 28-22. No segundo período, com o jovem Carlos Cabral a liderar as acções ofensivas do Grupo Desportivo Marinha de Guerra, a formação visitada conseguiu superiorizar-se e venceu por 20-16, perfazendo 42-44, à favor do Atlético Sport Aviação (ASA). Nos quartos subsequentes a equipa caseira suplantou o seu opositor, que sentia imensas dificuldades para \"violar\" a cesta contrária.

Os marinheiros venceram, por 21-15 e 25-19, respectivamente, tendo o resultado se fixado em 88-78.A faltar cinco minutos para o termo do desafio, a formação do Atlético Sport Aviação (ASA) conseguiu passar a frente da marcha do marcador (74-75) mais, a determinação dos comandados de Paulo Macedo acabou por ser determinante no desfecho da partida, ao contrário dos aviadores que cometiam inúmeros erros no ataque. O base do Grupo Desportivo Marinha de Guerra, Carlos Cabral, jovem que já passou pelo Atlético Sport Aviação (ASA), foi o cestinha da partida, com 32 pontos convertidos, em 31 minutos e 24 segundos.

O jovem jogador fez ainda cinco assistências e capturou cinco ressaltos, sendo um defensivo e quatro ofensivos. Cabral teve quatro perdas de bola. Do lado aviador, David Diamond, esteve entre os mais destacados com 19 pontos, contra 16 do seu companheiro de equipa, Sebastião Quicuame.Fula José, da Marinha de Guerra, foi o rei dos ressaltos, com nove, contra oito, de Félix Gonzalez e António Neto, ambos do Atlético Sport Aviação (ASA).

O trio de arbitragem constituído por Francisco Tandu, Gilberto António e Adilson Quiteque, com um ou outro erro, não teve influência no resultado final. As duas agremiações voltam a jogar amanha, quinta-feira, dia 18, no Pavilhão Arena do Kilamba, a partir das 16h00. Em caso de vitória da Marinha, conquista o quinto lugar da 39ª edição do BIC Basket, ao passo que um triunfo aviador forçará um terceiro encontro. A outra partida que estava igualmente marcada para ontem, entre as formações do Progresso e Vila, para as classificativas do sétimo lugar, foi remarcada para amanhã, quinta-feira, em virtude de uma das tabelas não estar em condições. A direcção do Complexo Desportivo da Cidadela  promete equacionar a substituição da tabela ainda hoje, quarta-feira.