Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1º de Agosto supera Recreativo do Libolo

Melo Clemente - 18 de Janeiro, 2015

Clube Central das Forças Armadas Angolanas partilha a liderança do BIC Basket com Atlético Petróleos de Luanda com 19 pontos cada

Fotografia: José Cola

A equipa sénior masculina do 1 de Agosto derrotou ontem, no Pavilhão Dream Space, em Viana, a formação do Recreativo do Libolo, por 84-104, em partida de acerto de calendário da primeira volta da fase regular da 37 edição do BIC Basket, quando ao intervalo perdia por 44-50. Os Libolenses somaram o segundo desaire consecutivo na competição.

O Recreativo do Libolo, que na véspera havia perdido no seu reduto, frente ao Atlético Petróleos, por 91-100, entrou determinada no desafio, à semelhança do Clube Central das Forças Armadas Angolanas que na ronda anterior foi surpreendido pelos aviadores, perdendo por 73-79.

 Em face da determinação dos dois conjuntos, o equilíbrio acabou por ser a tónica da partida, fundamentalmente, no quarto inicial, onde os campeões nacionais terminaram com uma vantagem de quatro pontos (28-24).

 Para a condução do jogo ofensivo da equipa rubro e negra, Paulo Macedo apostou no jogo Hermenegildo Santos, em detrimento do experiente Armando Costa, que na etapa final da primeira volta da fase regular da 37 edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, agora designado BIC Basket, perdeu a titularidade para o jovem base, formado nas escolas do clube militar.

Com um cinco constituído por Hermenegildo Santos, Edson Ndoniema, Roderick Nealy, Joaquim Gomes "Kikas" e Islando Manuel, o Libolo experimentou algumas dificuldades nos minutos iniciais, mas, rapidamente, os pupilos de Norberto Alves reencontram-se e passaram a equilibrar o rumo dos acontecimentos.

 No segundo quarto, os libolenses superiorizaram-se em algumas etapas da partida e conseguiram dilatar a vagem para onze pontos (41-30), quando estavam decorridos seis minutos e 45 segundos. Nesta fase, o poste Valdelício Joaquim que na época transacta se transferiu do Atlético Petróleos de Luanda para o representante da vila de Calulo, a par do veterano Luís Costa, que haviam anotado 16 e 15 pontos, respectivamente.

 Do lado militar, Reggie Moore e Islando Manuel eram os mais inconformados, com 12 e oitos pontos, respectivamente.

Os militares conseguiram 20 pontos, contra 22 do Recreativo do Libolo, o que perfez 50-44, ao cabo dos primeiros 24 minutos.
Em desvantagem de seis pontos, a equipa rubro e negra liderada pelo experiente base Armando Costa, entrou melhor no terceiro período, ao contrário do seu opositor. Os pupilos de Paulo Macedo conseguiram igualar o placar a 55 pontos, quando restavam cinco minutos e 56 segundos para o final do quarto. O extremo base norte-americano Roderick Nealy que esteve algo apagado tratou de desfazer a igualdade com um bandeja invertida (55-57).

 Fruto da maior frescura física, aliado a uma defesa organizada e um ataque eficiente a equipa do rio seco terminou com uma vantagem de cinco no fim do terceiro período (67-75).

No quarto derradeiro, valeu mais uma vez a experiência e sobretudo a maturidade competitiva da equipa militar, que soube explorar convenientemente as fragilidades dos campeões nacionais, particularmente do ponto de vista ofensivo. O triunfo ( 84-104 ) militar ajusta-se perfeitamente por aquilo que as duas agremiações produziram ao longo dos 48 minutos.

Roderick Nealy, 1 de Agosto, e Valdelício Joaquim, Libolo, foram os melhores marcadores da partida, ambos com 23 pontos anotados.

Com esta vitória os militares alcançaram os petrolíferos da capital no primeiro lugar da tabela classificativa do BIC BAsket, com 19 pontos.


Primeira volta/ BIC Basket
Benjamin Avô enaltece desempenho do grupo


Benjamin Avô, um dos técnicos adjuntos do Atlético Petróleos de Luanda, considerou positiva a prestação da sua agremiação durante a primeira volta da fase regular da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, agora designado BIC Basket.

O antigo internacional angolano teceu estas considerações ao Jornal dos Desportos, no último sábado, após a vitória da sua equipa sobre o Recreativo do Libolo, em pleno Pavilhão do Dream Space, em Viana, por 100-91, desafio que marcou o adeus dos petrolíferos da capital na primeira volta da fase regular da competição.

O poste Leonel Paulo esteve em evidência, ao anotar 23 pontos, em 38 minutos e 36 segundos, seguido do porto-riquenho, naturalizado americano, Emanuel Quezada, com 22 pontos.

Apesar do desfalque que sofreu no início de época, com as saídas de Valdelício Joaquim "Vander", Roderick Nealy, Miguel Kiala, só para citar estes, o camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda conseguiu montar uma equipa competitiva, integrando alguns jogadores provenientes dos escalões de formação.

Cauteloso no seu discurso, o antigo base da Selecção Nacional e do Atlético Petróleos de Luanda afirmou que vão continuar a trabalhar para que a equipa possa melhorar ainda mais o seu desempenho, tendo em conta as etapas subsequentes do BIC Basket.

"Creio que a participação do Petro nesta primeira volta da fase regular foi de todo positiva, em face naturalmente da reestruturação que a equipa sofreu. Com o termo da primeira volta já conseguimos tirar ilações sobre aquilo que a nossa equipa pode dar ainda mais", augurou o técnico adjunto.  

Questionado sobre a contratação do base Emanuel Quezada, Benjamin Avô afirmou "que foi uma aposta certa da direcção do clube. É uma mais-valia para o grupo e a sua integração veio dar maior maturidade e consistência à nossa equipa".

Apesar da brilhante campanha que os petrolíferos tiveram ao longo da primeira volta da fase regular, Benjamin Avô entende que ainda há muito por melhorar.

"Nós queremos superar a prestação que tivemos até aqui e para tal, temos que continuar a trabalhar com o mesmo rigor", finalizou.  
MC


FICHA TÉCNICA

Pavilhão: Dream Space
Comissário: José Kizola
Arbitragem: Carlos Júlio, Antonio Bernardo e Francisco Tando
Libolo: Luís Costa (20 ), Felix Emir ( 2), Vlademir Pontos ( 0), Ezequiel Silva ( 0), Moses Sonko (2 ), Valdelício Joaquim ( 23), Filipe Abraão (2 ), Eduardo Mingas ( 15), Joseney Joaquim (0 ), Benvindo Quimbamba ( 8), Milton Barros ( 12), Manda Joao ( 0).
Treinador: Norberto Alves
1º de Agosto: Francisco Sousa (3), Edson Ndoniema (13), Armando Costa (1), Johne Pedro (0), Reggie Moore (20), Joaquim Gomes "Kikas" ( 5), Mutu Fonseca (2), Agostinho Coelho (0 ), Hemenegildo Santos (12 ), Edmir Lucas (12 ), Islando Manuel (13),  Roderick Nealy (23).
Treinador: Paulo Macedo
Marcha do marcador: 28-24, 50-44, 67-72, 84-104


DECLARACÕES


Walter Costa | 1º de Agosto

 "Foi uma boa partida"
 Walter Costa, técnico adjunto do 1 de Agosto, no final da partida mostrou-se satisfeito com o desempenho da sua rapaziada que venceu o Recreativo do Libolo, por 104-84. " Penso que foi uma boa partida, a nossa equipa teve muito bem em quase todas as etapas do jogo. Temos que continuar a trabalhar no sentido de melhorarmos cada vez mais o nosso jogo, quer do ponto de vista ofensivo, quer defensivamente".
 
Norberto Alves | Libolo
 "Equipa está cansada"


 O treinador ao serviço do Recreativo do Libolo, Norberto Alves, queixou-se, uma vez mais, do cansado que se apoderou sobre a sua colectividade, para justificar o segundo estire consecutivo nesta primeira volta da fase regular.
 "Os jogadores são claramente cansados porque já levam 28 jogos nas pernas. Hoje mais uma vez não conseguimos reagir e acabamos por perder a partida. Temos que fazer um grande esforço no sentido de recupera-los e continuarmos com o nosso objectivo que é lutar para i título".


NBA
Irving dá vitória
aos Cavaliers

Os Cleveland Cavaliers alcançaram na madrugada de ontem uma excelente vitória em Los Angeles, batendo os Clippers por 126-121.
 Kyrie Irving foi o MVP, com 37 pontos, cinco assistências e muitas jogadas espectaculares, sendo bem secundado por LeBron James, que não ficou longe do triplo-duplo (32 pontos, 11 ressaltos e sete assistências).

Do lado dos anfitriões, Blake Griffin também esteve em excelente plano: 34 pontos e dez ressaltos, apesar de ter sido excluído por faltas.
Nos restantes encontros, destaque para o triunfo caseiro dos Oklahoma City Thunder frente à equipa com melhor registo da NBA, os Golden State Warriors (127-115).