Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1ºde Agosto atinge mil pontos

Melo Clemente - 15 de Fevereiro, 2016

Internacional angolano Edson Ndoniema tem sido uma das unidades em grande destaque na formação militar na presente época

Fotografia: Jornal dos Desportos

A formação do 1º de Agosto continua imparável na XXXVIII edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BIC Basket, somando agora 24 pontos na liderança da referida competição. Em 12 partidas disputas até aqui, a equipa militar marcou já 1.129 pontos, tendo sofrido apenas 770 pontos.

O Clube Central das Forças Armadas Angolanas, agora sob comando do espanhol, Ricard Casas, continua a espalhar a sua classe, ao contrário dos seus maiores rivais na luta pela coroa doméstica da edição 38 do BIC Basket, designadamente, Atlético Petróleos de Luanda, actual campeão nacional, Recreativo do Libolo e Grupo Desportivo Interclube que já baquearam na aludida competição.

A equipa militar detém nesta altura o melhor ataque da competição, com 1.129 pontos, o que representa uma média de 94,08 pontos por cada desafio. Os números acima referenciados atestam perfeitamente o poderio atacante da equipa rubro e negra, que este ano está fortemente engajada na conquista do título da XXXVIII edição do BIC Basket.

A equipa do 1º de Agosto que conta nesta altura com 17 títulos arrebatados, contra 12 do seu principal rival, Atlético Petróleos de Luanda, é igualmente a defesa menos batida do Campeonato Nacional da "bola ao cesto", com apenas 770 pontos sofrido, em 12 partidas, o que representa uma média de 64,1 pontos por cada desafio.

Entretanto, o bom desempenho dos jogadores mais experientes, casos de Joaquim Gomes "Kikas", Armando Costa, Felizardo Ambrósio "Millar", Edson Ndoniema, todos internacionais angolanos, para além do extremo base norte-americano, Cedrick Ison, têm contribuído sem margens de dúvidas, para a excelente campanha do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

Na dupla jornada do final de semana, os pupilos de Ricard Casas voltaram a estar em grande plano, ao derrotarem as formações do Grupo Desportivo Interclube e Progresso Associação do Sambizanga, por 97-91 e 85-50 respectivamente, cimentando a liderança na tabela classificativa do BIC Basket, agora com 24 pontos, contra 21 do Recreativo do Libolo, na segunda posição.

Entretanto, a equipa militar voltará a ser testada esta semana, quando defrontar as formações do Atlético Sport Aviação (ASA) e Recreativo do Libolo, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, partidas a contarem para a terceira e quarta jornada da segunda volta da fase regular do BIC Basket. A equipa rubro e negra começa a partir de hoje, a ensaiar as estratégias para suplantar os seus adversários na dupla ronda do final de semana, a fim de manter-se firma na liderança da prova.

O extremo base, Cedrick Ison, poderá regressar já às opções do técnico Ricard Casas, recuperado que está da mazela que o apoquentava.
Ontem, a formação do Atlético Petróleos de Luanda derrotou a similar da Universidade Lusíada, por 88-67, partida válida para segunda jornada da segunda volta do “Nacional”.

BIC BASKET
Libolo derrota ASA
na segunda jornada


O Recreativo do Libolo derrotou sábado, em Luanda, o Atlético Sport Aviação (ASA), por 100-78, em partida da segunda jornada da 2º fase regular do Campeonato Nacional de basquetebol sénior masculino (BIC Basket). Na partida, disputada no Pavilhão do Dream Space, em Viana, as duas equipas, no primeiro quarto entraram muito equilibradas. Mas foi o Libolo quem suplantou  ao vencer por 24-21.

O ASA, apesar de sair em desvantagem no período inicial não se deixou abater, pois no segundo quarto voltou a equilibrar o jogo e não deixava o Libolo separar-se com uma margem grade. A cinco minutos do fim do segundo período manteve um empate por 34-34. Porém, os comandados de Norberto Alves levaram novamente da melhor, vencendo ao intervalo por  16 pontos (52-36).

No reatamento, o ASA, comandado pelo técnico Carlos Diniz, voltou a perder no terceiro período, por 77-54. No último quarto o Libolo voltou a vencer, fechando o resultado em 104-78. Com dezanove pontos, Carlos Morais e Olímpio Cipriano com 13 pontos, foram os melhores marcadores do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul. No Atlético Sport Aviação (ASA), Filipe Abraão, com 14, e Mayzer Alexandre com 11, foram os melhores cestinhas.