Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

A um salto da NBA

22 de Junho, 2019

Bruno Fernando fez histria, na ltima madrugada

Fotografia: DR

Bruno Fernando fez história, na última madrugada, ao ser o primeiro jogador angolano a ser seleccionado para a NBA. Os Philadelphia 76ers seleccionaram o jogador que representava os Terrapins da Universidade de Maryland, como quarta escolha da segunda ronda, o 34.º no total, vai ser trocado para os Atlanta Hawks. 

 "Estou muito contente pelo facto do Bruno tornar realidade o seu sonho, de ser escolhido no draft. Os Hawks vão receber um dos jogadores mais trabalhadores que já tive o prazer de treinar, é uma oportunidade, para ele, incrível. É um noite especial, sobretudo, por ser o primeiro angolano na NBA. Vamos ver o que pode alcançar", disse o treinador de Maryland Mark Turgeon, em comunicado.

Sem surpresa, Zion Williamson, de Duke, foi a primeira escolha do draft, seleccionado pelos New Orleans Pelicans.O draft decorreu ao início da madrugada de ontem, no Madison Square Garden, em Nova Iorque Zion,  ficou muito emocionado por ter sido a primeira escolha."Nem sei o que dizer. Nunca pensei ser o primeiro jogador a ser escolhido, num draft da NBA. Só tenho de agradecer à minha mãe. Ela é tudo para mim", disse, entre lágrimas.

O draft (escolha) é um processo em que os jogadores de vários países, quer estejam a jogar em Espanha, Grécia, Portugal, Itália entre outros países, apresentam-se disponíveis (elegíveis) para o recrutamento da principal liga de basquetebol norte-americana (NBA), com particular destaque para os atletas que disputam o campeonato universitário nos Estados Unidos. Estes, em particular, têm de obrigatoriamente jogar, no mínimo, um ano no campeonato universitário (chamados Freshman), ao passo que para o resto do mundo os candidatos devem jogar numa liga profissional.

Depois da inscrição, os jogadores aguardam a sorte de estar entre os escolhidos para época, que se segue na NBA. Apenas 60 são escolhidos,  30 na primeira ronda e igual número na segunda. Os eleitos na primeira ronda têm direito a contrato, ao contrário dos restantes que, normalmente, passam por outros testes, para provar que merecem um lugar em determinada equipa, ou são “lançados” na G -League (espécie de segunda divisão com equipas satélites) para melhor a preparação.