Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Americanos são aposta do Interclube

Helder Jeremias - 18 de Setembro, 2014

Técnico Alberto Babo e o adjunto Apolinário Paquete estruturam a equipa afecta à Polícia Nacional para atacar os principais troféus em disputa da presente época desportiva

Fotografia: JAIMAGENS

Os atletas norte-americanos Quentrel Daron e Kevin Foster constam das novas aquisições da direcção do Interclube, para reforçar a equipa sénior de basquetebol na próxima época desportiva, com início marcado para finais de Outubro. Os reforços enquadram-se na estratégia de atacar os troféus mais importantes da época 2014/2015.

Quenter Daron foi contratado para reforçar na posição 5-4 e o compatriota Kevin Foster, nas 1-4-5, encabeçam a lista dos novos rostos da equipa da Polícia Nacional, que contam com Fidel Cabita, Abdel Gomes, Erik Normam, Emanuel António e Romenig Samba provenientes de diferentes clubes nacionais.

O último do grupo é Rogério Mungongo “Churi” que ascendeu do escalão júnior.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Quenter Doran e Kevin Foster foram unânimes em dizer que o objectivo primordial “é ajudar a equipa a ganhar o maior número de competições possíveis”. Para o efeito, os norte-americanos trazem a experiência do seu país: “Contamos com a colaboração de todos os  integrantes da equipa, porquanto só com o espírito de grupo o nosso esforço pode ser produtivo”.

Indagado sobre as informações que tinham sobre Angola antes da chegada, Kevin Foster foi peremptório em afirmar que o basquetebol angolano é uma referência no continente africano. Apesar de não acompanhar as competições internas, sempre viu os jogos da selecção nas competições internacionais.

“Sempre soube que em Angola se pratica um basquetebol de excelência. Por isso, não tenho dúvidas de que vai ser um prazer partilhar o campo com atletas de grande valor”, disse.

Kevin Foster assegurou que ficou “satisfeito com a proposta do Interclube” e espera ajudar a equipa a vencer o maior número de jogos.
Quenter Doran revelou que o facto de Angola ter conquistado vários títulos continentais despertou o seu interesse. A verdade é que “nunca pensei que tão cedo viesse cá jogar”.


CIRURGIA AO JOELHO
Carlos Morais
em recuperação


O basquetebolista do Recreativo do Libolo e da Selecção Nacional sénior, Carlos Morais está a recuperar satisfatoriamente depois de ter sido foi operado ao joelho esquerdo. O experiente basquetebolista falhou o campeonato do mundo em Espanha, devido a lesão, foi operado a 12 do mês corrente nos Estados Unidos pelo  médico ortopedista e cirurgião  Ron Noy, conforme uma nota de imprensa.

O jogador MVP do último campeonato africano vai permanecer nos EUA, para cumprir  o processo de reabilitação. O objectivo é que esteja apto a disputar a Taça dos Clubes campeões africanos, Campeonato Nacional e a Taça de Angola.

O basquetebolista de 29 anos de idade iniciou a sua carreira desportiva no Petro de Luanda, transferiu-se depois para o Recreativo do Libolo, onde na última época se sagrou campeão nacional.

Em 2013, o lançador angolano fez testes na equipa do Toronto Raptors da NBA. Os baixos índices de acertos à cesta frustraram a intenção do extremo angolano.


A julgar pelas condições de trabalho e a hospitalidade dos colegas, o norte-americano está crente no êxito da empreitada no Interclube.
Fazem ainda parte do plantel os antigos atletas Osvaldo Vieira, Adilson Ramos, Francisco Horácio, Paulo Barros, Jorge Tay, José António, André Miguel e Joaquim Xavier.