Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola abre com a Srvia

Melo Clemente - 31 de Agosto, 2019

Angolanos e srvios protagonizam segundo duelo numa fase final de um Mundial

Fotografia: Jose Cola |Edies Novembro

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos defronta hoje, sábado, a partir das 8h30 minutos, 15h30, na China, no Pavilhão Arena de Foshan, a similar da Sérvia, em partida a contar para a primeira jornada do Grupo D da fase preliminar da 18ª edição da Copa do Mundo.
O desafio desta manhã é de elevado grau de dificuldades para o combinado nacional, que busca o apuramento para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Japão, em 2020, a julgar pelo potencial  dos sérvios, que são apontados como principais candidatos à conquista do título da 18ª edição da Copa do Mundo. Aliás, o ranking lançado recentemente pelo organismo que tutela a modalidade no globo, colocou a Sérvia no primeiro posto das selecções favoritas, superando, inclusive, os actuais campeões do mundo, os Estados Unidos da América. As duas selecções vão se defrontar pela segunda vez numa fase final de uma Copa do Mundo, depois dos sérvios terem atropelado os angolanos no Mundial de 2010, na Turquia, por cinquenta pontos de diferença (94-44). Com uma média de altura de dois metros e seis centímetros, os actuais vice-campeões do mundo vão procurar fazer jus ao estatuto de candidato ao título. Dado ao potencial dos sérvios, quer em termos individuais, quer em termos colectivos, o seleccionador da Sérvia vai aproveitar o desafio desta manhã para fazer rodar o seu banco, visando os dois últimos embates da fase regular da 18ª edição da Copa do Mundo. Entretanto, apesar de reconhecer o potencial do combinado da Sérvia, o seleccionador nacional vai tentar montar uma equipa, que seja capaz de dificultar ao máximo o jogo ofensivo dos sérvios, que são claramente favoritos à conquista dos dois pontos em disputa. Com uma equipa constituída por várias torres, os hendecacampeões africanos serão quase que obrigados a apostarem cada vez mais no jogo exterior. Caso esta variante funcione, vai seguramente forçar os sérvios a libertarem um pouco a zona restritiva, fazendo com que os postes finalizem sem qualquer oposição. Depois das fragilidades demonstrada durante o estágio pré-competitivo, fundamentalmente, no capítulo defensivo, a Selecção Nacional é obrigada a mudar radicalmente de postura, sob pena de comprometer a meta traçada pela direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), liderada por Hélder Martins da Cruz “Maneda”, que passa pela qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Japão, em 2020. Gerson Domingos, base do Grupo Desportivo Interclube, vai ter a missão de conduzir as acções ofensivas do \"Cinco\" Nacional, ao passo que Yanick Moreira, Valdelício Joaquim e Eduardo Mingas terão a missão de fazer funcionar o jogo interior. Ainda hoje, para o encerramento da jornada número um do Grupo D, a selecção da Itália terá pela frente a similar das Filipinas, a partir das 12h30 minutos, num prélio onde os italianos são claramente favoritos à conquista dos dois pontos.

HISTÓRIA
Cinco
sobreviventes
reencontram a Sérvia

Dos doze embaixadores angolanos eleitos para disputarem a 18 edição da Copa do Mundo da “bola ao cesto”, competição que arranca hoje, na grande China, apenas cinco jogadores defrontaram os sérvios em 2010, com derrota copiosa (44-94). Tratam-se de Carlos Morais, Olimpio Cipriano, Eduardo Mingas, Leonel Paulo e Hermenegildo M’bunga, respectivamente. Completavam a lista dos doze, Roberto Fortes, Domingos Bonifácio, Vlademir Ricardino, Joaquim Gomes \"Kikas\", Felizardo Ambrósio \"Miller\", Carlos Almeida, actual Secretário de Estado para o desporto, e Miguel Pontes Lutonda. Entretanto, o combinado nacional fará estrear quatro jogadores, nomeadamente, Leandro Conceição, extremo base, Gerson Domingos, base, José António, extremo, e Gerson Gonçalves \"Lukeny\", extremo base. Curiosamente, ANGOLA defrontou a Sérvia na abertura do Mundial de 2010, na Turquia, isto a 28 de Agosto, tendo os sérvios ganho por 94-44.