Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola alcança primeira vitória

Melo Clemente - 05 de Julho, 2017

Selecção masculino de Sub-19 despediu-se com vitória

Fotografia: Jornal dos Desportos | Edições Novembro



A Selecção Nacional de basquetebol masculino de Sub-19 despediu-se com vitória da fase preliminar da 13ª edição do Campeonato do Mundo da categoria, competição que decorre no Cairo, Egipto, ao derrotar ontem, no Pavilhão Arena da capital egípcia, a similar do Irão, por 48-70, em partida a contar para a terceira e última jornada do Grupo da D da aludida competição, quando ao cabo dos primeiros 20 minutos as duas agremiações encontravam-se empatadas 28 pontos.
Depois das boas exibições patenteadas diante das selecções da Itália e dos Estados Unidos da América, com quem perdeu por 66-70 e 68-109, respectivamente, os angolanos voltaram a espalhar ontem, no adeus à fase de grupos, a qualidade do seu basquetebol na fase final do Campeonato do Mundo da categoria, prova que encerra domingo, dia nove, com a disputa da grande final.
Apesar do triunfo, os angolanos sentiram imensas dificuldades para levar de vencido os iranianos, fundamentalmente, no quarto inicial, onde impuseram um rigoroso empate a 17 pontos.
O jovem Melvin da Silva, atleta que nasceu em França, filho de pai angolano, e que fez sua estreia absoluta na selecção esteve em destaque no primeiro período, onde Angola experimentou algumas dificuldades, principalmente, no capítulo defensivo.
Entretanto, os comandados do técnico Raul Fragoso Ferreira Duarte apareceram completamente transfigurados nos quartos subsequentes, melhorando significativamente quer o seu jogo ofensivo, quer o seu jogo defensivo.
Aliás, os 42 pontos marcados nos últimos 20 minutos, atesta perfeitamente o caudal ofensivo dos angolanos, que ontem foi liderado por Eric Amândio e o inevitável Sílvio Sousa, contribuindo com 16 e 13 pontos, respectivamente.
A selecção Nacional no terceiro quarto conseguiu um parcial de 17-13, o que perfez 41-45, à favor de Angola, quando restavam dez minutos para o termo da partida.
 E para não variar, o cinco nacional voltou a superiorizar-se no derradeiro quarto, tendo vencido no parcial por expressivos 25-7, fixando o resultado final em 48-70.
Nos lançamentos exteriores, os angolanos suplantaram os iranianos. Dos 17 lançamentos tentados, a Selecção Nacional converteu sete, obtendo 41, 1 por cento, contra 18, 7 por cento do Irão, conjunto que termina a fase de grupos sem qualquer triunfo.
Eric Amândo, com 16 pontos, Sílvio Sousa (13) e Rifen Miguel (13) foram os melhores marcadores da Selecção Nacional.
Já a Itália, conseguiu evitar a chapa cem, diante dos Estados Unidos da América, tendo perdido por 65-98. Os americanos terminaram na primeira posição do Grupo D, com seis pontos, seguido da Itália, com cinco. Angola e Irão ocuparam os últimos dois lugares, com quatro e três pontos, respectivamente.
Ainda ontem, para o Grupo C, o Canadá, adversário de Angola nos dezasseis-avos (ver peça a parte), cilindrou a congénere do Japão, por 100-75, cimentando deste modo, o segundo lugar, atrás da Espanha, vencedora do respectivo grupo.
Por seu turno, a Espanha bateu a selecção do Mali, por 62-43, ocupando deste modo, a cauda da tabela classificativa do Grupo C, com apenas três pontos, fruto de igual número de desaires.

QUATRO SELECÇÕES
TERMINAM INVICTAS

Quatro das dezasseis selecções que disputam a 13ª edição do Campeonato do Mundo de basquetebol masculino de Sub-19 terminaram de forma invicta, à fase preliminar da referida competição que a partir de amanhã, quinta-feira, a fazer disputar as partidas dos dezasseis-avos de final.
Trata-se da França, Lituânia, Espanha e os Estados Unidos da América, actual bicampeão mundial.As selecções acima referenciadas das três partidas que efectuaram durante à fase preliminar da 13ª edição do Campeonato do Mundo da categoria, conseguiram igual número de triunfos, vencendo os grupos A, B, C e D, respectivamente.

DEZASSEIS-AVOS
Angola defronta hoje a similar do Canadá 


O cinco nacional defronta hoje, quarta-feira, dia 5, em princípio às 15h00, no Pavilhão Arena do Cairo, a similar do Canadá, em partida a contar para os dezasseis-avos da 13ª edição do Campeonato do Mundo de basquetebol masculino de Sub-19, competição que decorre desde o pretérito dia 01 no Egipto.Depois de ter terminado na terceira posição do Grupo D da fase preliminar, com quatro pontos, fruto de duas derrotas e uma vitória, os pupilos de Raul Fragoso Ferreira Duarte, vão procurar surpreender esta tarde a forte selecção do Canadá que ocupou o segundo lugar do Grupo C, com cinco pontos, contra seis da Espanha, que terminou em primeiro lugar.

O seleccionador nacional, Raul Fragoso Ferreira Duarte, vai aproveitar montar uma equipa que seja capaz de contrapor o favoritismo do Canadá, que ontem no adeus á fase de grupos, aplicou chapa cem ao Japão (100-75).Childe Dundão e Eric Amândio serão mais uma vez chamados a assumirem o jogo ofensivo da Selecção Nacional, que vai em busca da melhoria do décimo quarto lugar alcançado na edição passada.

Sílvio Sousa e Rifen Miguel e Melvin da Silva vão cuidar do jogo interior do cinco nacional que vai procurar alcançar o passe de acesso aos quartos-de-final da aludida competição. Angola e Canadá defrontam-se pela terceira vez numa fase final de um Campeonato do Mundo da categoria, depois de terem enfrentado em Maiorca (Espanha/1983) e Edmonton (Canadá/1991), com duas vitórias para os canadianos, por 84-61 e 91-65, respectivamente.

Já o Japão medirá forças com a forte Itália, ao passo que o Mali, outro representante do continente africano, terá pela frente os Estados Unidos da América, actual bicampeão mundial. A Lituânia defronta a Coreia do Sul, ao passo que a França enfrenta a similar do Porto Rico. Argentina-Egipto e Nova Zelândia-Alemanha completam o quadro dos dezasseis-avos.

Números
Sector defensivo
com fragilidades 


Das três partidas que disputou durante à fase preliminar da 13ª edição do Campeonato do Mundo de basquetebol masculino em Sub-19, a Selecção Nacional acabou por marcar 204 pontos, tendo sofrido 227, o que representa uma média de 68 pontos marcados par cada desafio e 75,6 pontos sofridos por cada jogo, respectivamente.

Se do ponto de vista ofensivo, os comandados de Raul Fragoso Ferreira Duarte, acabaram por cumprir o objectivo que passava por se marcar mais de 60 pontos por cada encontro, o mesmo já não se pode dizer do capítulo defensivo, onde sofreram 75,6 pontos por cada desafio disputado na fase preliminar do Campeonato do Mundo, competição que decorrer na cidade de Cairo, capital política do Egipto.

Já o extremo poste Sílvio Sousa, campeão africano de Sub-16 e Sub-18, respectivamente, atleta que milita nos Estados Unidos da América, mas concretamente, no IMG Academy, foi o melhor marcador do cinco nacional, com 50 pontos marcados, em três partidas que disputou a fase de grupos. O internacional angolano, conseguiu uma média de 16, 6 pontos por cada desafioEntretanto, os norte-americanos foram os mais concretizadores da fase preliminar com 315 pontos marcados, o que representa uma média de 105 pontos marcados por cada partida.

NACIONAL FEMININO
Interclube pode
confirmar título


A formação do Interclube pode assegurar hoje o título nacional de basquetebol sénior feminino quando defrontar o 1º de Agosto no pavilhão do Kilamba para o terceiro jogo do "play off" da final.Após dois triunfos seguidos, à formação da Polícia basta mais uma vitória para sagrar-se campeão sénior feminino de basquetebol, numa final que está a ser disputada em, a melhor de cinco jogos.As militares, privadas de uma das suas melhores jogadoras (Leia Dongue), expulsa no segundo duelo, terão grandes dificuldades para inverter a situação. Ao contrário, as polícias, bem lideradas por Italee Lucas, têm tudo para revalidar o título.

Resultados dos Jogos já disputados
1º jogo:
Interclube-1º de Agosto, 72-62
2º jogo:
1º de Agosto-Interclube, 69-72