Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

"Angola deve evitar a Tunísia"

11 de Julho, 2015

Ex-treinador da selecção nacional pede cautelas no jogo contra a selecção do Senegal

Fotografia: Jornal dos Desportos

O antigo seleccionador, Victorino Cunha, reconheceu, que a selecção nacional sénior masculina de basquetebol está numa série complicada, onde o Senegal é favorito ao primeiro lugar. Para evitar a selecção anfitriã, Tunísia, na fase seguinte do Afrobasket'2015 que se realiza de 19 a 30 de Agosto, Vitorino Cunha defende que os angolanos devem lutar para se posicionar na liderança do grupo.

“Temos de reconhecer que a selecção nacional está numa serie muito complicada com Moçambique, Marrocos e o também candidato Senegal. Por isso, o estágio deve ser muito equilibrado”, frisou o  antigo técnico do 1º de Agosto. O conjunto angolano encontra-se em Espanha, desde quinta-feira, onde vai disputar dez partidas de controlo com diferentes selecções, das quais se destacam as partidas com a Venezuela e sub-20 espanhola.

O treinador angolano, com mais títulos em Afrobasket, reiterou ser o jogo com o Senegal o mais difícil para a obtenção do desiderato no grupo B, pela valência que se apresenta no "ranking" africano. Os senegaleses ocupam a segunda posição e aspiram uma vitória na prova para afastar Angola da liderança.

Victorino Cunha afirmou que a Tunísia, que representou o continente africano nos Jogos Olímpicos de Londres'20 12, inspira cautelas. Angola, na qualidade de campeã africana em título, tem a obrigação de qualificar-se para a edição do Rio de Janeiro em 2016, deve para tal ter espírito de entrega e de missão da parte dos jogadores e da equipa técnica durante a preparação.

A concretizar-se a conquista do 12º título e o apuramento aos Jogos Olímpicos podia ser um “grande presente” para o povo de Angola que festeja os 40 anos de independência a 11 de Novembro.

O Afrobasket'2015 disputa-se nas cidades tunisinas de Nabeul e Hammamet.